Vacina Reduz a Propagação do Vírus da Herpes Genital

Uma ótima notícia na busca por uma vacina contra a herpes genital.
A tradução que fiz segue abaixo.
Abraço a todos,
Edu

Vacina Reduz a Propagação do Vírus da Herpes Genital
12 de Setembro de 2013 – Pesquisadores de infecções transmitidas sexualmente potencialmente atingiram um marco em tratamento com vacina para a herpes genital, de acordo com um relatório que será apresentado na “Interscience Conference on Antimicrobial Agents e Chemotherapy” em Denver, Colorado hoje.

Kenneth H. Fife, M.D., é o investigador principal para Universidade de Indiana sobre o estudo clinico da vacina para o herpes vírus tipo 2 chamada GEN-003. De acordo com uma análise provisória, a vacina de subunidade proteína experimental fabricada por Genocea Biosciences de Cambrige, efetivamente reduz a propagação do vírus.
“Normalmente vacinas não modulam uma doença que alguém já tenha contraído,” disse Fife, um professor de medicina e microbiologia e imunologia. “O vírus pode ser detectado na pele de pessoas com herpes genital mesmo quando eles não estão tendo uma crise. Assim é como a doença muitas vezes se espalha, frequentemente chamada propagação viral (viral shedding).”
A vacina injetável é aplicada várias vezes ao longo de algumas semanas. O estudo clínico está fechado para inscrições, mas os participantes continuam sendo observados. GEN-003 é uma das primeiras vacinas com a intenção de reduzir a propagação viral, frequência e severidade das crises e transmissão do vírus do herpes simples tipo 2, que é a causa mais comum de herpes genital.
É estimado que infecte mais de 500 milhões de pessoas mundialmente, e uma em cada seis pessoas com idade entre 14 a 49. Nos Estados Unidos, é estimado que 50-60 milhões de pessoas são afetadas.
“Embora o objetivo principal desta vacina seja reduzir as crises de herpes genital e reduzir a transmissão do vírus para outros, este é apenas o primeiro passo em um longo caminho para alcançar esta meta. Será preciso vários estudos a mais e alguns anos para determinar se conseguiremos alcançar este objetivo,” Fife avisou.

http://www.newswise.com/articles/view/607643/?sc=rsmn
http://www.bizjournals.com/boston/blog/bioflash/2013/09/genocea-presents-unprecedented.html
http://www.news-medical.net/news/20130913/Researchers-potentially-reached-milestone-in-vaccine-treatment-for-genital-herpes.aspx

91 respostas em “Vacina Reduz a Propagação do Vírus da Herpes Genital

  1. Seria interessante nós nos juntarmos e procurar algum deputado para discutir a nossa situação e buscar criar algum fundo para todo mês contribuir financeiramente para a criação de uma vacila para essa herpes. Se todos nós nos unirmos e juntarmos dinheiro, conscientizar pessoas que o vírus herpes está a solto por aí e precisa de uma vacina o quanto antes assim como o da covid-19 ou de qualquer tipo de tratamento que faça com que o vírus não se manifeste mais em nosso corpo, podemos ter essa vacina circulando por aqui mais rápido e então poderíamos ser vacinados contra esse vírus dos infernos.

  2. Peço a Deus todos os dias que ilumine vcs e que faça com que essa vacina seja eficaz, gostaria muito de receber e-mail sobre o andamento da vacina pois sofro muito

    • Oi Jana,
      Fora do organismo ele morre bem rápido.
      Qualquer lavagem de roupas e objetos com água e sabão já mata o vírus.
      Não precisa separar roupas para lavar.
      Mesmo que a roupa de baixo tenha entrado em contato com a lesão, depois de alguns minutos se estiver seca, o vírus provavelmente já está morto.
      Justamente por isso é praticamente impossível transmitir através de sanitários.
      Abs
      Edu

  3. Gente… eu contraí essa doença tendo uma relação USANDO CAMISINHA…
    sempre me protegi… e mesmo assim, peguei a doença.
    Só tive uma crise séria, que foi pouco tempo dps da relação quando eu fui na ginecologista e ela me disse que era herpes genital… tomei comprimidos de aciclovir uns 2 meses, passei a pomada de aciclovir tbm e resolveu meu caso, nunca mais tive uma crise séria. Quando fico muito estressada eu sinto os pródromos (uma queimação na região), eu já passo a pomada de aciclovir e nada mais aparece.
    A própria médica teve dificuldade de me afirmar se era herpes msm, pq as lesões estavam localizadas na parte de baixo da nádega, não tinha nenhuma lesão no órgão genital (exatamente pq usei camisinha), a lesão apareceu em mim na área onde a camisinha n cobria no meu ex namorado… então eu peguei…
    Gostaria que vocês soubessem que mesmo usando camisinha, você não está seguro.
    O melhor a fazer é tentar escolher da melhor forma possível com quem temos relação…
    Dps que esse meu namoro acabou, eu comecei a namorar outro homem e antes de nós termos nossa primeira relação eu falei com ele que eu tinha herpes genital e que ele estava tendo a chance de optar se queria ou não contrair essa doença… pq se meu ex tivesse me dito que tinha essa doença, provavelmente eu o teria respeitado mas não iria querer ter relação com ele. E pra minha surpresa meu namorado se lixou pra essa doença que eu tenho… e estamos juntos até hoje, há 3 anos…
    Um conselho que eu dou a vocês: escolham pessoas maduras para vocês se envolverem e ganhem intimidade com essa pessoa antes de ter uma relação sexual… e CONTEM pra essa pessoa da doença. Se a pessoa for madura, ela não vai te julgar… todos devem ter o direito de escolher se querem ou não contrair a doença….
    Tenho fé que um dia vão descobrir a cura.
    Abraços à todos, fiquem com Deus e não percam a esperança.

    • Oi Pâmela,
      Seu comentário está correto, porém na minha opinião é possível levar um relacionamento com outra pessoa (que não tenha o vírus) e não transmitir. Sempre irá existir o risco é claro, mas por exemplo no meu caso, a minha esposa nunca pegou até hoje, mesmo fazendo sexo com ou sem preservativos. Eu acredito que o importante é conhecer como a doença se manifesta em você mesmo, conhecer seus sintomas prodrômicos e com isso evitar o sexo na menor dúvida de ativação do vírus. Com isso, o risco de transmissão é drasticamente reduzido.
      Abraços,
      Edu

  4. Queria fazer minha inscrição e ser voluntária. Meu Deus como rezo p esses cientistas encontrarem a cura e essa vacina ser um sucesso e chagar logo no Ceará. Meu deus nunca vi um virus tão forte! Estou desisperada. Queria muito voltar a ter uma vida normal. E o qur mais me intristesse é não ter noção de quem me contaminou, pois tenho a labial e genital, pior ainda. A lábial faz 3 anos que não nasce mas a genital nasceu a primeira vez em junho de 2015 e nesse ano de 2016 no meu periodo mestrual já quis nascer duas vezes. Acho queo aciclovir não me serve mais. Faz 19dias que eu tomo passo a pomada e nesmo assim sinto a sensibilidade e os formigamentos. Me controlo e não coço

      • Olá sou novo por aqui e adquiri essa doença há 12 anos.
        Entao tenho observado que as recorrencias acabam diminuindo com o tempo e nesse momento tenho crise uma vez por ano e tento manter minha imunidade em alta, aprendi um xarope composto de meio quilo de mel, 3 cabeça de alho e 5 cebolas roxa, bate tudo no liquidificador e tome 3 colheres sopa ao dia… Nao irá deixar sua imunidade baixar. e força

  5. Olá boa tarde gente! Descobri que tenho o vírus a uns 2 anos. Atualmente estou casada e queria tomar anticoncepcional para previno o risco de gravidez, porém, li em vários sites que o uso do anticoncepcional aumenta as crises da herpes. Alguém pode ajudar?

    • Oi Liana,
      Uma boa pergunta realmente.
      Fui até pesquisar em uns livros que tenho aqui porque na verdade eu nunca tinha visto algo sobre isso em minhas pesquisas.
      Segundo a Dra. Terri Warren, os efeitos dos anticoncepcionais sobre as crises são inconclusivos. Ou seja não parece existir uma conexão entre tomar anticoncepconais e a frequência de crises.
      Abraços,
      Edu

  6. Boa para todos. …
    Força Pessoal.
    Com Deus no coração e ajudando ao próximo, chegaremos lá !
    Saúde p/ todos.
    Qualquer novidade – estou nessa.
    Obrigado. Deus Abençoe Todos.

  7. Tenho atualmente 32 anos, lá se vão 5 anos desde que contraí o vírus da herpes em novembro de 2009.
    O mais próximo que tive da herpes antes disto foi ver um primo com um monte de bolhas agrupadas na costela, na época nem imaginava que aquilo seria herpes. Claro nem deixei que chegasse perto de mim rs.
    Mas voltando a minha contaminação, notei algumas bolhas na glande, separadas, da cor da glande, nem imaginava o que seria isso. Mostrei ao namorado. Pimba! Disse ele que era Herpes!!! na verdade eu nem sabia o que era herpes, nem imaginava que as feridas que as pessoas tinham na boca se chamava herpes.
    Fui aconselhado a passar aciclovir com a ponta do cotonete e não tocar nas feridas.
    Foram duas semanas de sintomas agressivos, fortes dores, queimações que não mais se repetiram nessa intensidade. Psicologicamente fiquei completamente abalado, preferia a morte, só pensava em morte. Como seria minha vida dali em diante? outros relacionamentos como seriam?
    Creio que por descuido, a herpes se espalhou, primeiro para as coxas, depois, costas e face.
    Sendo que a cada membro atingido o outro raramente apresentava sintomas.
    Atualmente aparece bolha no nariz, virou rotina, acordar, olhar no espelho, e se, achar qualquer bolha (tem aparecido uma) estourar com muito papel higiênico, faço isso, pois creio que por serem pequenas secam logo. (não aconselho). (não deixo cair água em cima)
    Aliás, por ter tido uma bolha ontem estourada e aparecido outra hoje perto, que procurei sites sobre o assunto, pois fico muito abatido.
    Após a contaminação eu nunca mais fui o mesmo. Tenho medo de me relacionar.
    Quando tenho herpes fico abatido, quando elas não aparecem meu dia a dia fica quase normal.

    Testado HIV 2 vezes, pois as bolhas eram constantes, ambas deram negativas.

    Conselho para os saudáveis: Viva, mas evite a mutiplicidade de parceiros, evitem parceiros que vc sabe que são “pegadores”. Muito embora, quem tem poucos parceiros também pegue.
    Use sempre camisinha.

    Conselho para os contaminados: Viva! mantenha a mente ocupada, procure se divertir, busque a Deus, peça pelo desenvolvimento da cura para todos e seja leal, honesto com o parceiro.

  8. Achei um lugar no qual posso desabafar e compartilhar essa dor constante que é a recorrência das crises. Ultimamente elas tem aumentado (até 3 em um mês) e não sabia mais o que fazer.
    Sempre que sei que estão para aparecer, tomo aciclovir 200mg 3 vezes ao dia e passo a pomada no local mais sensível, daí, ou ele aparece com apenas uma vesícula, ou as vezes até nem aparece. Porém, elas tem aparecido com menor frequência de tempo. Será que o vírus acostuma com as medicações e vai se tornando resistente??
    Bem, vou tentar a vitamina C com zinco, a,lisina e o enax pra ver se consigo driblar por um tempo o vírus.
    Vamos compartilhando experiências e divulgando formas de melhora…

  9. Ola Edu, tenho herpes genital a quase 1 ano, e desde entao venho tendo crises frequentes, geralmente 2 vezes por mes. Gostaria de saber o que vc fez, ou o que alguem do blog fez para acabar ou diminuir essas crises, por quantos meses vcs fizeram o tratamento de supressao… Obrigada desde ja.

    • Oi Tati,

      Eu tomei o tratamento supressivo com aciclovir por muitos anos.
      Mas aliado a isso tem muitas outras coisas que você pode fazer para ajudar.
      Eu acredito firmemente que para diminuir as nossas crises temos que fazer várias ações combinadas para ter um efeito positivo acumulado.
      Hoje mesmo respondi a mesma pergunta em um post anterior… verifique, mas o assunto é um pouco longo e recomendo que você dê uma olhada no meu livro pois está bem detalhado lá.
      Abraços,
      Edu

      • Devemos melhorar a nossa auto estima!
        Essa doença nao é o fim do mundo, existem coisas bem piores.
        Em algumas pesquisas que fiz acerca do assunto, parece que com o passar dos tempos ela vai enfraquecendo no organismo.
        Alguém aabe dizer se procede?

      • Oi Fernanda,

        No meu caso isso parece ser correto. As minhas crises diminuíram bastante de frequência se comparado com o que eu tinha nos primeiros anos. Porém acho que o fato de eu levar uma vida mais “regrada” também influencia bastante no sistema imunológico.
        Abraços,
        Edu

  10. Oi Edu, obg por responder. Eu ainda nao tive consulta medica, mas já tenho certeza que estou com herpes genital Estou em meio a uma crise sabe. O dificil msm ta sendo falar pra minha mae :(. Nao sei como falar pra ela. Ja li muito a respeito e sei q preciso dos remedios pq ja vai completar uma semana e so piora. As vezes tenho vontade de chorar com isso e nao sei mt oq fazer. Mas me conforto q tem tratamento e sou uma pessoa normal msm com isso. 🙂 fico feliz por ter um local pra desabafar… bjs

  11. Bom, não sei se o blog ainda esta funcionando, mas se estiver vou ficar mt grata. Eu já estava com umas bolinhas na minha vagina e sentia uma ardencia mt forte toda vez q eu urinava. Achei mt estranho e comecei a pensar em ter pego uma doença. Dia 28/01/14 (anivesario da minha mae) mas bolinhas apareceram, um monte perto uma da outra. Fiquei assustada e resolvi pesquisar. Entrei em varios sites e não queria acreditar q estava com herpes 2. Comecei a ler em varios sites arespeito da doeça e fui me comformando um pouco. Estou em meio a uma “crise” :(. Esta coçando e ardendo muito. E o pior é q eu tenho apenas 16 anos e nao sei como contar pra minha mae, pois ja tenho muitos problemas familiares e nao sei como ela reagiria. Tbm tenho mt medo de contar pra ela e ela fala pros amigos dela e me olharem com nojo. To com medo do q possa acontecer. Sei q quando as pessoas descobrirem vao desaparecer da minha vida num piscar de olhos. Procurei um blog pra desabafar com pessoas q tinham o msm problema q o meu e acabei encontrando esse. Queria q isso nao tivesse acontecendo, mas qm é q nao queria né? 😦 nao sei oq fazer. Tenho um encontro com uns amigos esse fim de semana pra se despedir de um amigo e estou morrendo de medo de ficar exposta ao sol e acabar piorando e tbm nao vou entrar na piscina, pois tenho medo de enfectar alguem com o virus. :(. Espero q o blog ainda esteja funcionando, pois gostei mt dele e eu gostaria de conhecer pessoas q partilham a mesma doença q eu. Obg pra qm leu isso. Estou mt nervosa escrevendo aq, pois acabei de descobrir isso :'(. Beijos e abraços. Ass: Gaby

    • Oi Gaby,
      O blog está funcionando sim. Realmente eu preciso postar mais para não dar esta impressão, mas os comentários estão sempre bem ativos.
      Seguinte… piscina não vai transmitir para ninguém. O sol não é um fator para herpes genital ( a não ser que a área esteja descoberta).
      Vc já fez uma consulta médica? É importante. Não ficou bem claro se é sua primeira crise (que costuma ser bem mais forte) então talvez seja necessário você tomar antiviral.
      Não se desespere… isso tem como tratar e levar uma vida normal, mas com algumas adaptações da nossa parte é claro.
      Como você é bem nova e isso apareceu como uma “bomba” na sua vida, garanto a vc que o meu livro irá te ajudar bastante.
      Abraços,
      Edu

  12. Oi pessoal! Eu estava dando um grande passeio pela internet e me deparei com este site, onde me deparei com pessoas com o mesmo problema que o meu. Eu descobri que tinha herpes no dia 21.01.2014, em dezembro viajei para praia com meu namorado e no dia 23.12.2013 eu comecei a dar o meu primeiro surto de herpes, a minha primeira bolha apareceu na regiao genital, até esse momento não me preocupei, afinal eu havia acabado de sair de uma praia onde tive uma lesão no mesmo local onde a herpes se manifestou. No intuito que essa bolha parasse de doer e melhorasse mais rapido, arranquei a bolha, e vcs ja sabem, o negocio so piorou, sem imaginar que era herpes ainda continuei passando agua oxigena volume 10, e percebi que queimei o machucado. Então fui a uma farmacia para me indicarem uma pomada, afinal até o momento eu ainda achava que era um fungo, comecei a passar a pomada e não tive melhora, a dor continuava intensa, procurei um medico e ele disse que poderia ser herpes, no momento eu não acreditei, não aceitava que isso estava acontecendo comigo, me desesperei e não assumi isso pra mim. Resolvi consultar outro medico, na intenção que ele me pedisse algum exame, o mesmo não solicitou e so me disse que eu realmente tinha, procurei mais um medico e então ele me pediu o exame IgG e IgM, no dia 21.01.2014 tive acesso ao resultado do exame, IgM Inconclusivo e IgG positivo. A sensação que tive foi que o chão se abriu em baixo do meus pés, me desesperei ainda mais, não via mais vida, o meu namorado me acompanhou durante todo o processo, e sempre me disse que não importava pra ele o resultado dos exames, e ainda sugeriu pra que eu não fizesse este exame. Ao pegar o resultado liguei pra ele, e tentei ter uma conversa com ele, afinal o melhor, em minha cabeça, era que ele me deixasse e encontrasse uma pessoa que não tivesse essa doença, ele não admitiu essa ideia, e disse que mesmo que eu tivesse AIDS ele não me deixaria. Ele passou a noite comigo, quis ficar e ficou comigo mesmo sabendo da doença, realmente parece não se importar, então comecei a pensar que ele pudesse ter essa doença, saber que tem e passado pra mim, mas ele sempre disse que nunca teve nada. Ele esta comigo me dando força, carinho, mas a sensação que tenho é que a ficha ainda não caiu pra ele, que essa ficha vai cair e ele vai entender a gravidade disso tudo e ira me deixar ou me culpar por ter contraido a doença. Ontem minha mãe comprou minha medicação, e me deparei comigo sendo separada da minha casa mesmo estando dentro dela, copo, prato, colheres, sabonete, bucha, locar de quardar escova de dente, tudo separado dos demais, roupa suja, agora tenho o meu proprio cesto e minhas roupas serão lavadas separadamente. A sensação que tive, sobre o pensamento deles relacionados a mim é que eu sou suja, nojenta, que contamina qualquer um com o respirar, e na verdade é o que eu realmente sinto. Ouço deles que posso contar com eles para o que eu precisar, mas a verdade é que eles não podem me ajudar, sou eu que tenho que conviver com esta doença, que sinceramento acredito sim ja existir a cura e que a mesmo nunca sera produzida pelas industrias farmaceuticas. A vontade que da é de para tudo, ficar no meu quarto e morrer ali mesmo. Pode parecer que isso tudo é muito dramatico, mas são as minhas primeiras horas, ja pesquisei tudo sobre cura, no momento estou tentando saber mais sobre a ozonioterapia, afinal não consegui encontar o mms para comprar, ja tentei encontrar universidades que estejam fazendo testes sobre a cura desse mal, mas não consegui nada, acho que a unica chance sera dessa forma, sendo voluntaria de pesquisas. Me desculpem pela lamentação, mas aqui foi o unico lugar que encontei pessoas com o meu problema, e que me entendem. Se alguem souber de pesquisas que precisem de voluntarios para testes para a cura do herpes genital, por favor me avisem. Acredito ser a unica esperança.

    • Joana… isso eh tão complicado neah? Fui diagnosticada com herpes genital na última quinta-feira, 23, e já chorei um bocado, ja coloquei a culpa no namorado e etc. Mas tenho lido bastante e vi q além de não ser a única, q minha primeira crise tem sido demorada mas branda. Meu namo ta do meu lado e soh eu e ele sabemos. Ainda to esperando o resultado do exame de sangue e meu namo ainda tem q marcar o dele… n lembro bem se tive um pre sintoma (prodrome) sei q apareceu durante minha última menstruação uma ardencia, como se fosse um arranhao. Eu pensava q poderia ter sido devido a relação, mas como demorou a passar procurei uma gineco e tive o diagnostico. Eu costumo ter pensamentos negativos, pessimistas, a respeito de qqr problema… mas soh os pensamentos q divulgo, pq dentro de mim sempre tento preservar o otimismo pela fe em Deus.
      Ainda n me caiu a ficha sobre ter q separar os objetos em casa… aliás… penso apenas q as peças íntimas n devam ser compartilhadas. Se for ignorância minha, perdão, mas ainda n entendo mto bem e to tentando ficar tranquila…
      No resto, digo q existem doenças tão piores… e eu fui acometida de uma chatinha… mas q me permitirá ter uma vida normal apesar das crises… to tentando levar como um probleminha vaginal… uma inflamacaozinha… o nome HERPES as vzs eh mto forte e trás toda aquela carga negativa… tentemos viver pq a vida eh uma dádiva. E td tem um pq… e qm sabe se n foi um livramento de algo pior…
      Bjs e abraços a tds.

      • Oi Pati,

        Não precisa separar os objetos da casa, nem lavar roupas em separado, etc. O vírus da herpes genital não se transmite assim.
        Não é por nada, mas recomendo que você dê uma olhada no meu livro… vai tirar todas as suas dúvidas, garanto.
        Abraços,
        Edu

  13. Bom pessoal vendo a angustia de todos, comprei o livro do Edu, muito bom me ajudou em algumas duvidas, estou a 4 meses sem crises, o que me ajudou bastante foi o exercícios físicos, complexo vitamínico de A a Zinco, não sei se isso tem alguma coisa a ver tomei oxyelite pro durante 45 dias um termogênico que ajuda a emagrecer, e durante esse periodo não senti nenhum podrome ou sintomas relacionados, perdi 7 kg acho que isso ajudou tbm, quando parei de tomar o oxy, passei a realizar o tratamento supressivo de novo, espero ter ajudado a todos com minha experiencia. Aos amigos que estão em depressão, sei bem como é, ja passei por isso, hoje ja aceitei a ideia, procuro estar estudando sempre lendo algo pra ocupar a mente, quanto a relacionamentos procuro não engajar relacionamentos sérios, prefiro ficar só até que haja uma cura pra esse mal.

  14. Fico feliz pela descobertas e não podemos perder as esperanças. Cada um aqui relata a sua angustia e partilhamos do mesmo problema. Eu tenha aproximadamente dois anos. E no começo eu tinha crises semanais, acabava uma vinha outra. O maios problema é a questão psicológica mesmo, pois ter uma DST é o mesmo que ser sujo e promiscuo, pq nossa sociedade foi educada assim. Mais sabemos que não é bem assim, estamos mais preocupados com os rótulos dos outros do que com o nosso bem estar. Eu penso sim em como contar para um próximo parceiro sem que me julgue. Pois quando eu peguei, a pessoa sabia e não me polpou. Nesse sentido eu perdoei, não quero carregar isso comigo. Mais tenho minhas crises depressivas é claro, mais pense VOCÊ NÃO É A DOENÇA, VC TEM A DOENÇA, que pode sim ser controlada. Quem te amar de verdade aceitará. Eu tenho uma medica maravilhosa e me entende….Se exitem casais onde um é portador de HIV e o outro não, e tem filhos, pq você não terá uma vida normal?
    Vai uma dica para as mulheres, eu parei minha menstruação, pois a minha Herpes está ligada com a mesma, a menstruação baixa a nossa imunidade. Hoje só tomo anticoncepcional, sem parar e isso contribuiu para a diminuição das recorrências, demora uns três, quatro ou cinco meses para aparecer, e quando aparece é muito fraca. Gente não deixe o psicológico abalar sua estrutura emocional, é difícil, mais não impossível.

    • Oi Carol,

      Gostei muito do que você compartilhou aqui… Descobri a herpes na minha vida a pouco tempo, e depois de descobrir parei de tomar anticoncepcional, não fazia mais sentido pra mim, se obrigatoriamente a partir de agora eu teria que usar camisinha sem exceções, Li em algum site que nao lembro qual, que o remédio Aciclovir do tratamento cortaria o efeito do anti (não sei se essa informação é segura mesmo). Se for possível gostaria de saber, você faz tratamento? o supressivo ou aquele só quando o vírus aparece? ou só toma anticoncepcional?

      Muito Obrigada pela atenção!

      • Oi Lara desculpa a demora em responder…..eu conversei com a minha medica e chegamos a essa questão.
        Primeiro: a minha herpes aparecia conforme a imunidade, ou seja quando estava baixa, e isso acontecia no período da menstruação. Então tentamos essa forma: interromper a menstruação com anticoncepcional mesmo, desapareceu mas…ai aconteceu de aparecer mesmo assim. Então usamos esse mesmo método juntamente com aciclovir duas vezes ao dia de 400mg…já tem uns 4 meses que não tenho crise e nem sintomas.
        Hoje estou mais tranquila e, tenho um parceiro tambem que sabe da minha condição e super compreensivo, estamos pensando em casar.
        Fica tranquila, o problema maior é o psicologico mesmo, pois isso é um doença que para a sociedade é suja e de pessoas promiscuas. Converse com a sua medica e veja o que ela acha. Eu tenho uma vida sexual normal e vc tambem terá.
        Boa sorte

      • Olá Carol! Já se passaram alguns meses, e me sinto bem melhor! Entendi que nessa situação a melhor coisa a ser feita é entender e tentar controlar da melhor forma possível… acredito muito nisso de que terei uma vida normal, com alguém que conheça a minha situação, e aceite. Isso não é o fim do mundo, e como você mesma disse, o problema é mais psicológico do que físico.
        Muito obrigada por compartilhar sua experiencia!
        Boa sorte pra todos nós! Abraços.

  15. Edu,
    objetivamente, acho que o sofrimento psicologico das pessoas que adquirem essa doença é, em sua maioria, baseado na ansiedade provocada pela expectativa sobre como “os outros” vao passar a enxerga-las. Principalmente aqueles que virão a se relacionar intimamente com elas, afetiva e sexualmente falando. Pois bem, nesse sentido, permita-me, se for possivel, lhe fazer uma pergunta intima, ja que a pratica é valiosa e responde melhor as duvidas e os anseios do que qualquer overdose de teorias discordantes que se acham por ai, espalhadas na internet. Li por aqui, em algum lugar no blog, que vc e sua esposa convivem ha muitos anos ja, casados e que ela nunca se infectou, graças a Deus. A pergunta que te faço é: fora das crises, e sem nenhum sinal dos sintomas, voces tem relaçoes sem preservativos? Ela pratica sexo oral em voce normalmente, sem receios? Seguindo a linha dessa ultima pergunta, li que e bem possivel contrair herpes tipo 1 nos genitais por meio de sexo oral quando aquele que o pratica ativamente possui o virus na boca, sendo que o contrario é muito dificil e raro, ou seja, a transmissao do tipo 2 do genital para a boca. Obrigado pela atençao!

    • Oi Tiago,

      pergunta 1 = sim
      pergunta 2 = sim
      Mas é importante o casal estar ciente de que existe aquele baixo risco assintomático. Precisam decidir em conjunto como irão lidar com isso.
      No meu caso, felizmente, até agora não foi transmitido.
      Um dos fatores que eu acho que para mim ajuda, é que 99% da vezes tenho as prodromes e “sei” quando irá surgir uma crise, ou seja, eu conheço bem os sintomas em mim e cuido bastante.
      Mas sério… acho que tirando os períodos que o vírus causa uma recorrência, um casal deve ter vida normal.
      Mas como disse antes, é uma decisão em conjunto e vai depender da confiança e do conforto com a situação pelo parceiro não infectado.

      Ha… e isso que você falou é correto… é extremamente raro o vírus hsv tipo 2 infectar a área oral. E quando acontece ele causa a primeira crise mas não costuma criar recorrências. Falo sobre isso no meu livro… tem até uma tabela comparando os dois tipos de vírus em que isso aparece.
      Abraços,
      Edu

      • Edu, muito obrigado pela resposta. Era isso que eu precisava saber e passaria uma vida inteira pesquisando esses textos pseudo-científicos na Internet sem obter uma resposta. Acho que posso levar uma vida normal e psicologicamente mais tranquila agora. Já tive outros relacionamentos depois do infeliz namoro que resultou no meu herpes, mas todos protegidos. Tenho certeza de que quando chegar a hora e eu realmente encontrar minha companheira definitiva, vamos saber lidar com isso. Um grande abraço e parabéns pela nobre iniciativa de ajudar tanta gente que passa pelos mesmos problemas que vc passou. No final das contas eles realmente são mais psicologicos do que outra coisa!

  16. Força gente é possível sim viver com herpes genital no começo é difícil mesmo. Sei pq passei por isso mais depois a gente supera faz um ano que descobri que tenho essa doença. É muito difícil mesmo mas como ja disse nesse mesmo blog é melhor ter herpes que é uma doença de pele do que ter um cancer uma aids. Q essa doença nos sirva como lição para valorizar mais a vida um amor verdadeiro nossa família e filhos. Porque a vantagem dessa doença é que as pessoas que ficam do nosso lado mesmo sabendo que temos esse problema é que nós amam de verdade.

    • Olá pessoal,
      Ainda não consegui parar de ler tudo, absolutamente tudo sobre Herpes que encontro na net. Virou um estudo meu realmente. Vejo que em alguns lugares as informações são falhas, em outros as informações não estão corretas (cada site diz uma coisa… em alguns momentos isso começa a nos confundir rs.)
      Estou escrevendo porque fiquei feliz ao ler uma informação em um estudo. Vou colar aqui embaixo:

      “- Em torno de 10% das pessoas que entraram em contato com o vírus do herpes tiveram apenas a primo-infecção herpética, ou seja, tiveram a infecção apenas uma vez. Portanto, existe a possibilidade de ter a doença uma vez e nunca mais, se o sistema de defesa for competente (por isso que em países pobres costuma se ter uma maior incidência). Esse número, porém, sobe para 40%, quando falamos em recidivas, ou seja, em pessoas com mais de um episódio de herpes genital. ”

      É um alívio saber que isso pode acontecer, claro que não é fácil e temos que cuidar muito bem do nosso sistema imunológico. Hoje é meu sétimo dia com Herpes e as feridas estão começando a cicatrizar e já não tenho mais dor ao urinar (essa foi uma das sensações mais maravilhosas rs).

      Deixo um beijo pra todos e espero que tudo esteja evoluindo bem pra cada um.

      Boa semana,
      Bia

      • É realmente depende do sistema de cada pessoa ou de formas varias do vírus… acredito que existem mais fortes e mais calmas…

        Li em sites gringos que tem pessoas que passam 5 anos …10 anos sem reincidencias… e algumas nem se cuidam e comem tudo o que puderem.

        Já outros não tem a mesma sorte.
        Mas para quem pegou herpes nesses ultimos tempos como eu, acredito que o caminho para uma forma de vida saudavel, quem sabe uma cura, ou algo que nos impeça de prejudicar as outras pessoas, uma vacina que proteja já esta muito perto.
        pelo que vi existem 4 ou 5 vacinas sendo pesquisadas.
        Não podemos deixar de viver, mas em 3 anos existirão muitas novidades e no máximo em 5 muitas realidades 😉

        Boa sorte pra todo mundo e sem desespero.
        Que Deus fique com todos.

    • Querida, descobri que tenho herpes há 1 ano e 8 meses..tenho muitas crises por mês e isso as vezes deixa minha auto estima lá embaixo. Desde então sempre tive receio de ter um próximo relacionamento em que teria que contar ao parceiro minha situação Há 3 meses conheci o Lê 7 anos mais novo que eu, nos apaixonamos e eu estava sem coragem de contar pra ele sobre o vírus. Ele achava estranho eu nunca querer transar sem preservativo e até perguntou se eu tinha alguma doença e eu sempre negava. Todos os dias em pensava em contar e tinha medo da reação dele, sendo que há uma semana atrás depois do preservativo estourar, criei coragem e contei. Como eu já imaginava ele ficou muito chateado e decepcionado, disse que já tinha me dado liberdade pra se abrir e que eu tinha que ter contato. Enfim, na hora me falou que não queria mais. Depois de cabeça fria me procurou e disse que me ama e que não é porque tenho esse vírus que não posso ser amada e feliz. Isso pra muitos não pode ter significado algum, mas é uma prova de amor. Tenho 27 anos, nunca fui casada e não tenho filhos e quero realizar todos os meus sonhos. Não vou deixar que esse vírus estrague a minha vida e espero o mesmo de vocês. S2

  17. oi morena, faz como eu toma só 2, um de manha e outro a noite, mas o comprimido e de 400 mg, e olha vou ti fala uma coisa ,a vitamina C e muito boa mas se vc toma todos os dias um período longo da dor nos rins e pedra também, aparecia em min 2 vezes por mês também agora aparece 2 por ano, evita usa vitamina c todos os dia morena

    • Obrigada Ricardo. Fica tranquilo que não estou tomando a vitamina C todos os dias não. Com relação ao aciclovir, agora tenho tomado apenas 2 vezes por dia o de 200mg e até o momento tem surtido um bom efeito…

  18. Olá,

    Cheguei nesse blog, muito ótimo por sinal, acho que como quase todo mundo. Assim que descobri que tinha herpes não parei de ler sobre o assunto um só minuto. E foi no meio de tantas pesquisas que me deparei com o blog. Em alguns momentos me aliviei, outros me desesperei.
    No Sábado comecei a me sentir muito muito mal. Comecei a sentir minha garganta doer. Já suspeitava de faringite porque algumas pessoas do meu círculo de amizades estavam com faringite então já até imaginava que pudesse me atingir. Com a dor para engolir, começou também uma coceira e uma ”febre” na vagina e também uma ardência ao urinar. Na hora imaginei que pudesse ser Cândida que é muito comum e de fácil tratamento. Aparece quando estamos com a imunidade muito baixa. No Domingo fui ao Hospital e pedi ao médico que tb me receitasse algo para a coceira. Juntamente com o antibiótico e anti-inflamatório, comecei a usar a pomada. Na noite de Domingo, examinando com um espelho, vi umas úlceras… poucas… me assustei pois já tinha passado o resto do Domingo na internet buscando saber sobre DST. Já suspeitava de Herpes mas não queria tirar conclusões.
    Na Segunda, a coisa evoluiu pra pior. As úlceras tinham triplicado, e eu já não conseguia andar, sentar ou urinar. Consegui marcar uma ginecologista pro dia seguinte. Ela confirmou o que eu já suspeitava…. tenho Herpes genital…..
    Hoje estou aqui, no meu quarto dia com Herpes.. sofrendo muito, com muita dificuldade para andar, sentar, levantar, defecar, e urinar. Urinar pra mim é um sacrifício pois choro antes quando sei que tenho que urinar, durante e depois.. é muita ardência … desesperador. Só consigo urinar no chuveiro e com água muito quente.. e ainda assim grito de dor … A médica me passou remédios e a pomada Penvir e também receitou fazer um banho com calêndula e bicarbonato de sódio duas vezes ao dia, o que estou fazendo…. Sei que ainda é cedo pra falar qqr coisa mas parece que as úlceras só tem aumentado… parece que realmente elas precisam do tempo delas pra sumirem, fecharem o ciclo …Esses remédios fazem algum efeito?? Me pergunto algumas vezes …
    Já chorei um pouco… mas ainda não sei dizer o que sinto … posso dizer que ainda estou naquele momento de choque! Eu que sempre me cuidei, agora com uma coisa dessas … essa ”doença” ..
    Não sei se buscar coisas na net te ajuda ou piora a situação. Já li coisas que me deixaram totalmente pra baixo mesmo … As pessoas infectadas colocam a situação de uma tal maneira que o melhor seria morrer …. Se colocam num grupo de doentes terminais que não tem mais direito às coisas normais da vida… É assustador pensar assim … Que agora que se tem Herpes, o mundo acabou…. Que não se pode ter uma vida sexual, que teremos que acabar sozinhos, que somos sujos, que temos que nos camuflar, etc etc etc .. são tantas coisas … me sinto pior a cada vez que leio ou penso nisso …
    Tenho medo do que pode acontecer comigo no futuro, com as crises e recorrências .. sou realmente extremamente novata com Herpes de qualquer espécie e estou bem perdida no que fazer agora.. Como comandar meu corpo para que o vírus não tome conta sempre que quiser. Tenho medo de novas crises.. se forem como a de agora, como farei? Dessa vez pra piorar ou pra estrear a Herpes em grande estilo ainda estou com uma Faringite terrível…
    Espero realmente que, como tenho lido, as crises que seguirem sejam mais brandas ou quase nulas… que essa ardência ao urinar não exista mais .. (estou evitando ao máximo tomar água e seguro o que posso para não urinar de tanto que sofro)
    Parabéns ao blog. Espero encontrar aqui a resposta para muitas interrogações. Nada melhor do que conversar com quem já passou e passa por isso há mais tempo que a gente pra poder tentar se encontrar.
    Abraços à todos,
    Bia

      • Oi Nando,
        Verdade … nessas horas de desespero temos que nos agarrar em algo mais forte que nós mesmos e seguir em frente sempre com pensamento positivo.
        Obrigada pela mensagem,
        =)

    • Oi Bia,

      Quando tive a minha primeira crise, eu também tive essa terrível dor ao urinar. Nossa, eu sei bem pelo que vc está passando.
      Mas fique certa de que as próximas (se vc tiver) serão bem mais fracas. As recorrências nem se comparam em intensidade com a primeira crise.
      Os remédios (antivirais) fazem efeito sim… continue tomando.
      E geralmente essas coisas que o pessoal escreve, é porque no começo, a descoberta de que se pegou herpes é bem assustadora para todo mundo.
      Todos temos essa reação de desespero no começo, mas garanto que com o tempo a coisa se ajusta.
      Abraços,
      Edu

      • Olá Edu,

        Foi uma semana terrível e muito dolorosa. Agora as coisas estão se acalmando e voltando à sua normalidade. Estou confiante que tudo ficará bem daqui pra frente.
        Obrigada pela mensagem.
        Abraços,
        Bia

  19. Depois de ler exaustivamente sobre o tema resolvi fazer o tratamento supressivo. Eu tinha praticamente duas crises ao mês, o que estava me deixando muito mal… Há três meses tomo três comprimidos de aciclovir todos os dias juntamente com 1 comprimido de lisina, 1 comprimido de enax e vitamina C com zinco. Eu nunca mais tive crise. Semana passada eu resolvi dá um tempo para ver o que aconteceria e nesta semana, eis que ela surge novamente (muiiiiito mais fraca). Não tem jeito! Vou continuar com o tratamento supressivo, é definitivamente a melhor forma. Abraços a todos.

    • Ola Edu… li num site que. passar sal em cima das lesoes cura mais rapido faz secar mto mais rapido . isso é veerdade????? Me ajuda por favor. essa herpes ta acabando comigo . obg.

      • Oi Fani,

        Não ponha sal nas lesões não! Só vai fazer doer.
        Se for para passar alguma coisa, que seja um pomada de aciclovir.
        Mas eu mesmo acho melhor manter o local seco (se for possível) e esperar cicatrizar normalmente.
        Teve uma época em que eu testei com um cicatrizante em pó, acho que ajudou um pouco mas não notei melhora no tempo de cura.
        Abrços
        Edu

      • quando estou com lesão eu uso bismo jet ele e anestegico
        e sicatrizante ele serve para afita bucal rapidinho sicatriza nunca usei aciclovir porque não adianta e só tapiação para enganar o povo

    • Oi Nando,

      O vírus só vai entrar se existir alguma lesão ou fissura na pele nesse caso. Ou seja, se você tocar em uma lesão de herpes com o dedo mas este não estiver machucado, o vírus não irá entrar no seu organismo.
      Porém, não é recomendável tocar nas lesões. Se fizer é importante lavar as mãos depois.
      Abraços,
      Edu

  20. Todo mundo passa por esse momento de fúria, de rancor, de baixa auto estima. Vontade de machucar quem nos passou a doença, certeza de nunca mais ter um relacionamento. Dia a dia a gente vai tendo que lutar, aprender como é Pq a herpes se manifesta. Qual melhor remédio, a melhor dieta, o melhor exercício. O tempo acaba nos dando força e conhecimento para conviver com isso. Temmuita gente nessa mesma situação, infelizmente. O que não pode ocorrer é desanima r deixar de viver e de acreditar. Enfim, dia após dia a gente tem que ir tentando.

  21. Meu nome é Ronaldo tive certeza do herpes pelo exame de IGG. Tenho 35 anos moro no rio de janeiro e estou afundando em depressão. Não sei mais o que fazer!!!

      • A 4 dias descobri q tou com essa doença m_eu namorado tbm tem agente nunca se relacionou sem camisinha eele nao me contou por medo de eu larga dele. quando falei pra ele q tava com suspeita desse virus ele me falo a vdd quase tive um infarto me deu raiva odio da cara dele. fiquei ate sem fala com ele

      • Meu alto estima ta la embaixo meu namorado ficou com peso na consciencia de te passado isso pra mim chorava toda hora se sentindo culpado pq eu esculhambei. ele depois fiquei pensando eu tbm teria medo de fala graças a deus estamos bem nao e pir causa disso que eu vou larga dele ate pq ele ta comprando todos os remedios ta cuidando de mim

      • Em mim deu ate ulceras tava feio de mais sem fala que arde e coça pra karai tava de um jeito q eu tive q anda devaga sem calciinha. e nao podia senta direito toma banho entao era um sacrificio mta dor mesmo as feridas tavam abertas ainda tava feio mesmo. Tomava banho toda hora e limpava com soro fisioligico secava bem e tava tomando aciclovit de 4 em 4 hrs. aiii to melhoranddo

    • oi minha namorada tem hepes genital eu estou com ela ja faz um ano ja entrei em contato com esse virus mais nurca tive sitomas não sei o por que mais eu não soufro com essa patologia mesmo sabendo que talveis tenho mais queria saber pq eu não apresento sitomas e minha namorada tem varias crises não entedo! alguem pode me responde o que acontece no meu caso???

      • Oi Paulo,

        Algumas pessoas tem herpes genital mas não apresentam recorrências. Isso é comum.
        Ninguém sabe explicar ao certo mas pode ter a ver com o sistema imunológico.
        Isso é até uma característica de como o vírus se transmite… muitas pessoas tem herpes genital mas não sabem, porque ou não tem crises recorrentes, ou as mesmas são bem pequenas e por isso confundidas com outra coisa.
        Att,
        Eduardo Rosadarco

  22. Ola, tenho 34 anos e faz alguns meses que contraí essa doença desgraçada em meu ultimo relacionamento. Quando descobri, senti muita raiva e revolta. Embora hoje entenda que ela nao teve culpa de nada, pois nao sabia que era portadora do Virus, me descontrolei e foi em um dos piores momentos da minha vida que percebi que estava com a pessoa errada, que esta nao tinha preparo emocional nenhum pra lidar com situaçoes problematicas em um namoro, pois a unica coisa que fez foi correr chorando para uma psicologa, enquanto eu tive que lidar com tudo sozinho e de alguma forma ate superar, pra tentar ficar com ela. Depois do acontecido o relacionamento nao durou muitos dias mais….foram apenas 4 meses, ao todo.
    Hoje, estou aqui, tendo crises praticamente semanais e com todo tipo de sentimento ruim que nunca imaginei sentir em toda a minha vida. Passei minha adolescência inteira lutando com problemas de pele, pois sempre tive muita acne e elas deixaram algumas cicatrizes. Tomei um remedio fortissimo chamado Roacutan, que acabou com a acne grave, mas ainda hoje tenho que tomar todo tipo de cuidado com a pele do rosto que é muito oleosa, pra nao inflamar. Sempre fui um cara vaidoso, e me tornei um homem saudavel, que se cuida, pratica esportes. Sempre tive relacionamentos seguros, com camisinha e, em determinado momento da minha vida, resolvi “me entregar”, “arriscar”; porque nao? Achei que era a hora, achei que estava apaixonado. Sempre escutava meus amigos falarem que transavam sem camisinha e nada acontecia com eles, entao porque ia acontecer comigo? A menina parecia nao ter nada….alias nem ela sabia que tinha alguma coisa.
    E aconteceu; eu nao consigo acreditar que isso aconteceu. Sinto raiva, sinto arrependimento, sinto minha auto-estima caindo no vazio. As vezes fico assustado e me deparo com um lado ruim que eu nem sabia que existia dentro de mim. Sinto vontade machucar quem me passou isso, entrar em contato de novo e falar um monte de coisas que no meu intimo RACIONAL eu sei que são maldades, que seria uma forma de descarregar toda a REVOLTA em uma pessoa inocente que só estava ali tentando buscar a felicidade igual a mim.
    Eu nao sei o que vai acontecer, nao sei se terei que tomar remedio durante anos, se algum dia vou me apaixonar de novo e se vou ter que contar isso pra alguem. So contei para a minha mae e para o meu melhor amigo, pois o sofrimento psicologico é absurdo.
    A minha esperança, desde que soube do diagnostico, sempre foi a de que o Virus nao se manifestasse em mim, como ocorre, segundo relatos, com muita pessoas. Mas infelizmente parece que nao serei um dos afortunados. Desde a primeira crise, quando tomei Valtrex, o virus tem reaparecido, as vezes em formas muito brandas, como uma pequena bolhinha individual, que vira uma ferida “micro”, as vezes em bolhinhas mais numerosas, como agora, distanciadas e que viram pequenas ulceras. Tomei Valtrex em mais um ou dois episodios desses, depois do inicial, o que abreviou o sofrimento. A minha esperança de que as recorrencias diminuam aumenta quando percebo que as feridas nunca estouram no mesmo lugar. Parece que o Virus esta “fugindo” dos locais na pele onde ja saiu, como se ali tivesse se formado uma “barreira”. Li um texto em ingles, sobre o Virus, onde se relata que a cura esta sendo buscada por meio de uma pesquisa com celulas de defesa que se posicionam em locais estrategicos na pele de pessoas que nunca manifestam ou manifestam de forma muito branda o Virus. A minha esperança é de que isso esteja acontecendo comigo. Que células de defesa estejam “se posicionando” para evitar infecção em locais onde ja ouve lesões. Percebo isso claramente. Em alguns episodios, como agora, é como se o virus tentasse sair nas “periferias”, pra fugir dos locais de infecção anteriores.
    Outra estrategia é mapear os “prodromos”, para tentar identificar quando uma crise esta prestes a iniciar, e tomar remedio antes disso. Ja consigo identificar que sinto umas “pontadas” em areas do orgao genital e um aumento de sensibilidade na parte interna da coxa e na virilha. Se eu souber identificar, poderei bloquear a crise tomando anti-virais. Vou tentar fazer isso da proxima vez.
    Meu ultimo recurso e buscar um medico, pois estou um pouco desencantado. Tem muito profissional ruim e nao quero ir a um consultorio apenas pra escutar a mesma ladainha que voce encontra em qualquer site meia-bomba de internet. Se eu achar que terei que fazer um tratamento supressivo, tudo bem, nao terei escolha e vou procurar um infectologista.
    No mais eu queria desabafar; tinha vontade escrever algumas coisas aqui fazia alguns dias, mas parei de relutar. Tenho que admitir que, infelizmente, passei a fazer parte do “clube”. Um grande abraço a todos e que Deus nos mostre a cura!

    • cara eu estou na mesma merda que vc, gastando dinheiro com psicologa, nunca transei sem camisinha na vida, peguei esta droga meu alto estima não existe mais, ja pensei em mi matar, com apoio da familia estou levando a vida supe desanimado, ainda fico com medo de passa esta droga pra alguem aqui ja que lava a roupa na maquina mesmo que o virus mora eu estou ficando maluco

      • Maurício,
        Quanto a lavar a roupa em máquina separada… não precisa.
        O vírus hsv morre bem rápido fora do nosso organismo e em uma lavagem com sabão também não sobrevive.
        E também não existe nenhum caso registrado no mundo de transmissão por roupas nem em assentos de vaso sanitário.
        A transmissão acontece por atrito pele-pele (ou pele-mucosa) durante o sexo. No máximo pode ocorrer também por uso compartilhado de objetos sexuais.
        O resto é mito, e só serve para deixar as pessoas preocupadas.
        Quanto a isso vc pode ficar tranquilo.
        Abraços,
        Edu

      • É essa doença é o demônio mesmo
        Também contrai o virus através de uma relação e tenho crises todas semanas não adianta já tomei todos os remédios já fui a dois ginecologista
        Que não fazem merda nenhuma a não ser dizer que tem que aprender a viver com o virus
        Já tentei de tudo mas nada consegui hj sofro muito essa doença acabou com minha vida e se não fosse Deus
        Hj eu não estaria aqui
        Lembrando gente que é importante fazer exame de sangue
        As vezes a doença pode não ter controle pq a pessoa pode estar com outro virus
        Que com fé em Deus não vai ser o caso de ninguém aqui
        Já fiz exames de HIV hepatites todos negativos graças Deus
        Eu ainda não fui curada mas espero pela cura de Deus
        Pois as dos homens não existe pra mim
        Creia em Deus ele tem o poder de cura
        Um dia espero dar meu testemunho aqui pra vcs para honrá e glória do senhor
        Vou orar por todos vcs
        Fiquem com Deus

    • cara, todos que temos esse troço passamos por esse tempo ruim. As vezes penso, se fosse aids? poderia ser bem pior. Ainda estamos vivos, há pessoas que queria ter pelo menos isso que nos temos. Tomei enax, duas caixas, ja passeis mais de um ano sem crise.

  23. alberto no meu primeiro ano com herpes sabe quantas vezes apareceu, eu contei 25 em 1 ano pó fiquei doido nesse ano,foi em 2010, tentei quase tudo, aciclovir 200 mg 100mg e nada.pesquisei mas, eu faço um tratamento supressivo com o aciclovir só que tem uma coisa eu mudei as mg, de 200 mg passei a usa 400mg de manha e a noite, agora eu fico 7 meses 8 meses sem aparecer nada e quando aparece e um dia pra sumi, e outra coisa eu não compra o aciclovir em farmácia eu mando manipula mas eu falo pra eles tem que ser de 400mg se nao eu descubro porque vai aparecer rápido se não for de 400, eu gasto 60 reais por mês na manipulação, e muito mas em conta, se eu fosse compra em farmaçia normal ia sair bem mais caro, talvez ate 4 vezes mais,tenta meu .quem sabe da certo pra vc tambem

  24. A herpes nunca vai ter cura. ainda mais no Brasil. Quantos anos se fala de estudos e pesquisas e nada nunca chegou a se tornar realidade? tem muita gente lucrando por causa dessa merda de herpes… os desenvolvedores do aciclovir tão lavando a b%$# com dinheiro, ganhando as custas do povo que tem esperança de resolver algo, e essa porcaria de aciclovir não ajuda em nada.

    desculpe o desabafo, mas já tentei de tudo e não há nada que resolva esta porcaria! já perdi até dinheiro tentando comprar medicamentos fora do brasil que não existiam!

    essa porcaria não tem cura, não tem jeito… ou se acostuma, ou sei lá!!

    já ão tenho mais esperanças com mensagens como esta, pois é tudo mentira. vou morrer sem ver a cura disto!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s