Vacina do Professor Ian Frazer para Herpes Genital se mostra segura em passar pelos primeiros ensaios com Humanos

Para quem não o conhece, o Professor Ian Fraser (Australian of the Year 2006) é o inventor da vacina Gardasil contra o vírus HPV que causa o câncer cervical.

Ele e sua equipe estão pesquisando uma vacina contra o vírus da herpes genital que mostrou resultados “encorajadores” no estudo completado ano passado com 20 pessoas saudáveis, onde cada uma recebeu 3 doses.

Os pesquisadores encontraram forte evidência de que a vacina estimulou o sistema imune (células T) dos participantes e ao mesmo tempo se mostrou segura  sem apresentar grandes efeitos colaterais.

A vacina foi projetada para prevenir a transmissão do vírus da herpes simples em pessoas que nunca foram expostas, assim como para agir como tratamento para aqueles já infectados.

Aqui está  o artigo e a entrevista em vídeo ( em inglês) 

É bom saber que existem cientistas do calibre do Professor Ian Frazer trabalhando em uma cura para o vírus da herpes genital!

Abraço a todos

Edu R.

 

354 respostas em “Vacina do Professor Ian Frazer para Herpes Genital se mostra segura em passar pelos primeiros ensaios com Humanos

  1. gente gostaria de saber alguma noticia sobre essas vacinas que foram criadas se realmente ainda estão em fase de teste ou se simplesmente os donos das grandes industrias de farmácia estão querendo abafar essa nossa liberdade, pois para eles é melhor sermos escravos desse vírus do que nossa liberdade que é a cura, acredito que ainda existem pessoas boas no mundo como esses cientista que lutam para encontra essa cura, porém, acredito que tem muitas pessoas ruim no mundo que só pensam no lucro, para eles é mais lucrativo oferecer um novo método que ajude a controlar o vírus do que destruí-los assim como o vírus HIV.
    Se todos nos escravos do herpes podemos nos unir para achar esse cura nos mesmo através de uns cientista que queiram realmente nos ajudar unidos podemos patrocinar esses estudos para a cura oque nos mais queremos no mundo é isso se 20 milhões de pessoal estiver com esse vírus e formos unidos cada um dele contribuiria com apenas 1 real nos teríamos 20 milhões para investir em pesquisas que podem nos levar a luz do fim do túnel, eu credito que só assim possamos nos liberta dessa prisão. gostaria muito que todos nos possamos pensar e refleti sobre esse assunto os cientista querem achar a cura mas será que as industria que lucram com esses remédios anti-virais querem dar a cura? será que pra eles é mais lucrativo dar a cura ou simplesmente dizer que achou um novo método para combater o vírus deixando no nosso organismo?
    aguardo os comentários

  2. Olá, tenho 24 anos e a 3 anos contrai herpes genital do meu então namorado, eu odieie ele mais que tudo, mas depois percebi que o sofrimento dele era tanto quanto o meu, ou até maior… No início ele foi mto importante, me levou ao médico, cuidou de mim, comprou medicamentos e tudo mais… Só q teve algo q muito curioso q aconteceu comigo, enquanto eu estava tomando o remédio minhas crises eram cada vez mais frequentes, depois q parei elas foram diminuindo cada vez mais… Ano passado eu só tive 3 crises leve, não tomei nada e a deixei passar naturalmente. Esse ano, no entanto, já tive 2 crises, leves, mais crises, só q acho q o motivo dessas crises é de fato a minha imunidade baixa. Chegando ao ponto, a minha imunidade cai cm muita frequência pelo fato de eu ter anemia falciforme. Cm minha imunidade baixa, por conta da anemia, o meu médico me aconselhou a fazer autohemoterapia, que consiste em retirar pequenas quantidades de seu próprio sangue e injetar no músculo, segundo ele 70% das doenças existentes em nosso organismo n precisa de medicamentos para desaparecerem, o nosso organismo é a própria cura, e fazendo isso a minha imunidade subiu muito, foi aí q as crises de herpes praticamente desapareceram… Vou voltar agora para a autohemoterapia, por conta da anemia, e de quebra me fortalecer contra a herpes… Busco sempre ter meu psicológico forte, mas às vezes bate uma deprezinha, principalmente quando as bolhinhas aparecem, mas temos que superar isso, herpes não é o fim do mundo, são apenas bolhas q aparecem e desaparecem… Tem tanta gente morrendo com câncer, HIV, anemia falciforme, talassemia, aplasia medular, diabetes, entre outras doenças, e a gente fica aqui choramingando por causa de herpes? Temos mais é q aproveitar cada momento q a vida nos concede, e agradecer a Deus por n ser nada pior (mais grave) e torcer para que encontrem logo a cura, não pq a herpes é perigoso, mas pq o preconceito ainda é mto grande… Aah e só pra constar, namoro a 2 anos, meu namorado sabe q tenho herpes, temos relação sexual e ele não está infectado, o cuidado maior MSM é n termos nenhum contato íntimo enquanto estou em crise, depois disso é tranquilo… Levo uma vida normal e saudável… Detalhe, eu n bebo, não fumo, n perco sono e n gosto de sol, então isso já me ajuda mto.
    Estou pensando em fazer um grupo no Whats para nós que estamos “dodois”… Na maioria das vezes n precisamos de remédios e sim de alguém que nos escute e nos entenda…
    Beiiiijos, e não pense na herpes como uma condenação e sim como uma condição temporária.

    • Oi Érica.
      Em que médico vc foi para ele receitar essa prática da autohemoterapia?
      Sabe que isso é condenado oficialmente pelo Conselho Nacional de Medicina desde 2007?
      Minha opinião pessoal pois já pesquisei isso… não acredito no método nem na sua eficácia.
      Se existe algum efeito, é por causa do efeito placebo.
      Se eu fosse você, eu trataria a anemia de forma diferente com outro médico.
      Att,
      Edu

      • Olá, Edu, boa tarde!
        Meu médico n prescreveu, ele mesmo fazia as aplicações de sangue em mim no consultório dele, é um ótimo médico, mto competente e cuidadoso, acho q o melhor q já tive até hj. Sei que a medicina condena e conheço os riscos de dar errado, a minha atual hematologista tbm não é a favor da autohemoterapia, segundo ela não existe nenhum embasamento científico de que essa prática sirva para algo e os risco de contrair uma trombose, infecção e tumores são gigantescos… Mas essa é uma informação que varia de médico para médico, sei q eu fiz e não me arrependo. Cada corpo reage de maneira diferente, e no meu caso o meu corpo reagiu muiiiiiiito bem. Ah, obrigada por n ter postado o meu comentário anterior, acabei colocando meu número de telefone nele e me arrependi rsrs
        Até mais!

  3. Olá pessoal. Eu tenho herpes labial (cerca de 8 anos), e sofro também como a maioria das pessoas aqui. O importante para evitar as recorrências é cada um perceber quais alimentos e situações que fazem o vírus se manifestar.
    Assim, evite ou não consuma os seguintes alimentos: suco de laranja, suco de uva, cacau, café (cafeína), milho, trigo (farinha branca), aveia, açaí, comida processada (industrializada) açúcar e todas as nozes e castanhas. Não use também suplementos para musculação, como whey protein e creatina pq contém muita arginina. Mesmo o aminograma dizendo o contrário.
    Tome cuidado também com a alimentação. Consuma mais alimentos alcalinos do que ácidos. Consuma abacate, mamão, maça, limão, iogurte. Use vitamina D, E, alho, lisina, zinco.
    Quando aparecer algum sinal da herpes, coloque gelo na região e tome uma “grande” quantidade de aciclovir de uma vez (600 ou 800mg). Assim vc consegue evitar que o vírus se mutiplique no início pq depois que ele começa é difícil regredir.
    Espero ajudar a todos que convivem com essa doença muito chata, mas que também não é o fim do mundo. Cuide de sua alimentação que as recorrências desaparecem.

  4. Gente, li que os testes estão sendo feitos em pessoas não portadoras. Será que a vacina vai servir pra eliminar de quem já tem? Não queria ficar criando esperanças a toa.

  5. galera postando minha experiencia e ta dando certo, logo de manhã todo 1000 mg de lisina, depois do café vitamina c depois do almoço uma capsula de polivitamínico to tomando da universal tem todos os tipos de vitamina e a noite dependendo do dia como foi tomo mais uma capsula de polivitaminico, e oh to a 5 meses sem nenhuma crise, parei até com o tratamento supresivo que eu fazia antes, espero ter ajudado !

  6. Gente eu sinto um alivio dessa praga tomando 1 cápsula 100mg de complexo B por dia,1 cápsula de vitamina D 1000ui,1 cápsula de vitamina C 100mg por dia….e ainda tomo Hervirax uma vez por semana…. E aos finais de semana tomo chá de losna para aliviar o estômago dos excessos de remédios…. Que Deus abençoe esse cientista e que a nossa maldita política não espere a generalizada contaminação do povo pra trazer a cura logo desss praga!

  7. Ola! A pouco tempo mais ou menos 5 meses atras sairão bolinha no corpo do meu penis mas nem chegaram a estourar no intervalo de mais ou menos uma semana sairão novamente as bolhas do mesmo jeito. e des de então não senti mais nada.
    Estou namorando a cerca de 3 meses e minha namorada apareceu com ulceras na vagina esta com uma dor insuportável para urinar.
    1. Sera que isso que tenho e herpes ?
    2. sera que foi eu que passei isso pra ela ?
    3. a Intensidade do vírus depende do organismo ?
    temos relações sem camisinha

      • Acredito que não, porque vc já tem anticorpos.
        O vírus vai se manifestar em você quando ele reativar independentemente.
        Mas o correto é nunca transar se um dos dois estiver com sintomas presentes.
        Abraços,
        Edu

    • Oi Jon,

      1- pela sua descrição é bem possível.
      2- se vc realmente tem herpes genital, é bem provável que passou.
      3- em partes. A primeira crise costuma ser mais forte para todos porque é o primeiro contato com o vírus e o corpo ainda está criando os anticorpos.

      É bem importante que você e ela faça uma consulta médica e exames de sangue.
      Att,
      Eduardo Rosadarco

  8. Ola tenho essa herpes eu fiz o tratamento com o conprimido chamado valtrex deu uma melhorada ma sempre volta eu fico muito estressado com essa situação mas nao sei oq fazer a fico ate sem palavras…

  9. Novamente a respeito da transmissão assintomática, andei lendo que com o passar do tempo diminui as chances de ela ocorrer, e que ela ocorre principalmente no primeiro ano da infecção. Será que procede esta informação?
    Até mais!

  10. E ai pessoal!

    Fico em dúvida a respeito da transmissão assintomática, como o Edu mesmo falou que é casado a anos e nunca passou para a mulher, assim como outros casos, penso que será que a carga de vírus quando de está assintomático apesar de existir, não seria muito pequena para causar a infecção? Pois não me lembro de ter visto algum relato de alguém que pegou sem ter contato com as lesões! Por isso apesar dos estudos mostrarem a presença do vírus mesmo sem sintomas, fico na dúvida se não é somente com os sintomas que ocorre a transmissão. Talvez seja ignorância da minha parte! kkk
    Outra coisa, a respeito dos testes com vacinas que estão sendo realizados, segundo o artigo na wikipedia (sei que não é totalmente confiável, mas enfim!) “Clinical Trials” e conforme o cronograma do artigo http://upload.wikimedia.org/wikipedia/en/8/87/Drug_Evaluation_Process.jpg as vacinas que já passaram da fase I de testes em humanos e se todas as fases seguintes forem positivas, e corressem bem, essas novas vacinas estariam no mercado em no mínimo 5 anos, acho que em no máximo 10 anos pode surgir algo novo. Só a título de curiosidade mesmo. Seguindo a primeira linha do gráfico.
    Uma última coisa, eu estava lendo no http://www.herpes-coldsores.com/ a respeito de um tratamento quando acontecer uma recorrência chamado Dynamiclear, um gel que é aplicado na lesão somente uma vez, e parece que faz cicatrizar rapidamente, alguém já testou ou tem algo mais a comentar? Estava pensando em comprar pra ver qual é, mas é meio caro.

    Valeu e até mais!

    • Oi Bruno. Assim, eu não faço ideia de qdo de peguei o vírus, nunca vi nada de diferente em nenhuma pessoa que eu pudesse pensar que poderia ter pego dela. E, eu nunca tive crises (pelo menos que eu tivesse identificado), mas mesmo assim, acredito que passei para meu ex-namorado. Qdo ele teve uma crise, foi q eu descobri q tinha tbm. Então, acredito que peguei de alguém sem sintomas, e eu passei sem sintomas, ou foram sintomas brandos que não percebi. Fica a dúvida. 🙂

  11. boa noite , tive uma dessas crises 19/08 o médico passou panvir 125 12/12hrs e aciclovir creme 3 x dia, 10 dias sumiu, uma semana depois apareceu vermelhidão , voltei nele me receitou fluconazol uma dose e outra 7 dias , deu uma melhorada e voltou , entrei com enax e centrum , dá uma melhorada e começa a coceira de novo , estou bem preocupado, o que me aconselha?
    obrigado.

    • Oi Cesar,

      O fluconazol é um remédio para fungos (micose) se não me engano.
      Então, acredito que esta coceira deve ser por causa de fungos e não da herpes genital.
      Porém se a coceira evoluir para vermelhidão e depois bolhas no local, aí sim seria uma sequência de sintomas “clássica” da herpes genital.
      Se não sarou ainda, volte no médico. As crises de herpes genital normalmente tem um ciclo bem definido, ou seja, você consegue ver bem o início e final de cada uma, mesmo que elas estejam aparecendo uma em seguida da outra.
      Abraços,
      Edu

      • Oi Cesar,

        Eu já vi alguns exames IgG com parâmetros diferentes, dependendo do laboratório.
        Geralmente esse valor IgG 30,0 deve ser comparado com este parâmetro para saber se é reagente ou não.
        SE for reagente, isso significa que você tem anticorpos contra o vírus no seu sangue, ou seja, em algum momento você foi infectado pelo vírus da herpes.
        Att,
        Eduardo Rosadarco

  12. Olá pessoal!
    Contraí esta doença em 2009, desde então não consegui me relacionar com mais ninguém, pois tenho medo de transmitir o vírus e o receio de ser rejeitada. Nunca conversei com meus amigos mais íntimos sobre este problema. Gostaria de fazer amizades com pessoas portadoras deste vírus para que eu possa conversar mais abertamente sobre o assunto. Quem desejar fazer parte do meu grupo de amigos é só me enviar um email (morganalunafarias@hotmail.com)

  13. Edu,
    Estou ficando pirado, meu relacionamento com uma nova garota está me preocupando muito.
    pois estamos tendo um relacionamento informal, estamos saindo com nosso grupo de amigos nos finais de semana, bebendo muito, curtindo uma balada… mas tudo sem ter algo sério, estamos apenas ficando.
    Estou com muito medo de transar com ela, esse final de semana, tive a oportunidade, poderíamos ter tido uma noite ótima, mas tive que mentir, dizer que estava bêbado demais… e cancelar…
    sei que uma hora ou outra não vou ter desculpa..
    só que não tenho tanta intimidade com ela, para contar de minha doença, mas também não quero terminar pois, está tudo indo muito bem.

    eu andei lendo muito sobre a transmissão assintomática, e onde tenho as lesões a camisinha não cobre, e pelo que entendi, é ali que vou ter o derramamento viral., e isso tem me preocupado, pois estou tomando 200mg de aciclovir duas vezes ao dia e multivitamínico, e não tive mais crises, mas o resto eu não conseguo fazer.
    parar de beber, dormir, comer bem, não me estressar, não consigo, e isso me deixa cada dia mais aflito, não durmo, não curto os passeios e as balada 100%, não trabalho direito, tudo por medo, e por ficar martelando isso na minha cabeça, de não saber o que fazer e ter medo prejudicar a vida e a saúde de uma pessoa tão especial…

    gostaria muito de uma luz, estou extremamente desesperado e estressado com isso, o que eu posso fazer pra não transmitir para ela?

    • Dominic, eu não acredito muito em transmissão assintomática, mas sim em sintomas bem brandos que a gente não percebe na hora e pode acabar transmitindo. Uma coisa é certa, com o tratamento supressivo não tive mais crises e estou em um namoro que vai fazer 1 ano agora, e sempre transando sem camisinha nas épocas que não tenho sintomas, e quando percebo que surgiu as áreas vermelhas e que uma crise está pra chegar, uso camisinha e quando surgem as bolhas ficamos sem fazer sexo até sarar. Nesse 1 ano minha namorada não contraiu a doença. O melhor é tentar esquecer que temos essa doença nas épocas que estamos sem crises e todos os dias no banho ou antes de transar dar uma conferida buscando por alguma região avermelhada que é o ponto chave de uma nova crise e que indica que o vírus está ativo. Você não vai passar pra ela sem ter bolhas ou lesões abertas!!

      Abraço e tenta desencanar se não tiver nenhum sintoma!

      • Oi Tidus,

        Isso que você falou é muito importante. Eu também compartilho do pensamento que muitas pessoas transmitem por terem sintomas bem brandos e na hora não verificam direito.
        Eu imagino que isso ocorre muito mais do que a transmissão assintomática que tem uma chance bem baixa de transmissão (mas infelizmente existe sim).
        Att,
        Eduardo Rosadarco.

    • Oi Dominic,

      Se vc não estiver com uma crise e usar preservativo (mesmo não sendo onde costuma sair a sua crise) a chance de transmissão é mínima.
      Como dá para ver que vc se preocupa com a sua namorada e vai cuidar, eu posso te dizer que a chance de passar para ela é muito baixa.
      Se você não quer contar para ela de imediato, então no mínimo vc tem que transar com camisinha e nunca com uma crise. ( Esse nunca quer dizer NUNCA nem com dúvida de algum sintoma).
      Mas o que o Tidus falou é verdade… se agente está fora de uma crise tem que treinar a mente para “esquecer” da herpes genital e viver normalmente. temos que ser responsáveis mas também não dá para ficar pirando por causa disso.
      Olhe… eu até hoje nunca transmiti para a minha esposa e posso te dizer que na grande maioria das vezes não usamos preservativo.
      Outra coisa que vc pode fazer para minimizar é continuar tomando antivirais supressivamente. Estudos mostraram que isso pode reduzir em até 50% o risco de transmissão.
      Faça tudo isso e acredito muito que vc não terá problema, e quando chegar o momento certo vc conta para ela, depois a decisão de tirar o preservativo tem que ser tomada por ambos… esse é o correto.
      Abraços,
      Edu

      • Edu tenho uma dúvida… Depois de algum tempo fazendo tratamento supressivo (1 ano ou mais) se pararmos de tomar o aciclovir as recorrências diminuem mesmo sem tomar o remédio ou volta a ser como antes? No meu caso de 15 em 15 dias tinha uma recorrência antes do tratamento supressivo.

      • Oi Tidus,

        Pela minha experiência própria, eu posso dizer que depois que parei com o tratamento supressivo as crises se espaçaram muito.
        Mas temos que levar em conta outros fatores também que cuido bastante como alimentação, exercícios, sono, etc.
        Acho que isso pode variar de pessoa para pessoa, mas eu acho que posso arriscar que a tendência é de que as crises fiquem menos constantes.
        Não tem muito jeito, vc tem que testar e ver como fica.
        Abraços,
        Edu

  14. Dominic,

    O Edu pode te responder melhor. Mas vou tentar te ajudar.
    Todos os médicos que eu passei afirmaram categoricamente que eu só posso transmitir HG quando as lesões estiverem ativas, ou seja, com as bolhas aparentes ou as vesículas. Porém, não é bem assim, há riscos de transmitir quando não temos lesões, isso já está mais do que comprovado, porém o risco diminui muito, ainda mais você se cuidando e fazendo o tratamento supressivo, oq ajuda a não ter crises. A camisinha não vai proteger contra o HG, ainda mais que suas lesões são em regiões em que ela não cobre.
    Essa doença jamais pode ser empecilho para você se relacionar com outras pessoas, só precisa tomar os devidos cuidados.

  15. Bom dia Pessoal,

    Estou com novas duvidas,
    fiz o tratamento supressivo com 2 doses de 200mg de aciclovir, e um polivitaminico diariamente,
    não consegui melhorar meu estilo de vida, continuo estressado, me alimentando mal e dormindo pouco, quinta, sexta e sábado sempre vou para balada e tomo cerveja e quantidades razoáveis,.
    Terminei meu namoro. e isso está sendo bem complicado para o meu emocional.

    1 mês e meio, levei o tratamento dessa forma e não tive nenhuma crise, porem quinta feira acabou o remédio, e eu me enrolei e não fui comprar, dois dias após parar de tomar o aciclovir, me apareceu pequenas bolhinhas em 3 lugares, logo comecei a passar a pomada e retomei o tratamento, ainda estou com a regiões avermelhadas.

    minha dúvida é a seguinte, minhas crises geralmente aparecem acima do final do pênis, aonde a camisinha não cobre, nuca transei com qualquer tipo de sintoma pondromico, mas tenho medo de transmitir essa doença de forma assintomatica.
    conheci uma garota, fantástica, e estamos ficando, ainda não tivemos relações sexuais,
    mas queria saber se fazendo o tratamento supressivo, associado com o polivitaminico, transando sempre de camisinha, e sem nenhum sintoma, quais são as chances de eu transmitir essa doença?

    tenho muito medo de transmitir essa doença, pois só nós sabemos o quanto isso é triste, e nos machuca. Isso está me corroendo, porque no ritmo que as coisas estão indo, logo terei que por um fim nesse novo relacionamento para evitar sofrimento de ambos.

    Obrigado desde de já.

    Atenciosamente,
    Dominic

    • Oi Dominic,

      Primeira coisa… nunca termine um relacionamento por causa disso! Não deixe este vírus ditar as regras na sua vida. Não tem por que fazer isso.
      Basta tomar cuidado e ser responsável (e pelo o que vc escreveu já vejo que é) que tem como evitar a transmissão. Existe um risco, mas tomando os cuidados certos a chance de transmissão é drasticamente reduzida.
      A resposta da Liz foi boa também, porém a camisinha ajuda sim a diminuir o risco mesmo não cobrindo toda a área onde o vírus pode estar presente.
      Abraços,
      Edu

  16. Oi Edu,

    Descobri a pouco tempo que tenho herpes , pois nunca tive nada na boca, mais tenho ardências na região vaginal, verias vezes passei no medico e elas nunca sabiam o que era , sempre diziam que era candidíase, ou outra infecção. Você acha que devo repetir o exame para ter certeza?

    O meu maior medo é passar para meu filho, que tem 10 anos, sempre lavo muito bem as mãos quando saio do banheiro, e minha toalha sempre é separada.

    Ele é muito carinhoso, e beijoqueiro, e eu não consigo não beijar ele , afinal sou mãe e apaixonada por ele. Posso passar pra ele ??? Mesmo nunca tendo nada na boca???

    Me ajude isso esta acabando comigo, as vezes me pego chorando, pois tudo que eu queria era beija – lo sem medo !!!

    me ajude!!!
    Abs

    Mi

    • Oi Michelly,

      Se você tem herpes genital e não tem herpes labial, então o vírus somente vai passar através das genitais. Ou seja, na herpes genital, o vírus HSV pode estar presente somente na pele em algum lugar das genitais e não na boca.
      Por isso é que herpes genital só se transmite através do sexo com atrito pele-pele ou pele-mucosa.
      Então você pode sim beijar porque não vai ter problema.
      Somente quem tem herpes labial é que deve ter cuidado com a transmissão através da boca ou pele da face.
      Ha… se vc puder, repita o exame sim. Faça o IgG para “tipo específico de vírus hsv”.
      Abraços,
      Edu

  17. Ola pessoal, beleza?

    Há uma semana após uma viagem de trabalho apareceu um surto, esse diferente de todos, apareceram milhares de micro bolhas em toda região, umas 100 talvez, achei muito estranho, mas como eram minusculas em 3 dias já aviam cicatrizadas, e ontem notei um novo surto, na região avermelhada existia tbm cerca de umas 20 minusculas bolhas.

    Isso já aconteceu com alguém?

    Faço uso de aciclovir 400 mg 2x ao dia, L Lisina 1g 2x ao dia e remédio homeopático para Stress (pois tenho 3 empregos)

    • Boa Tarde Ricardo
      Eu reparei esses dias umas microbolinhas, não pareciam as bolhas da herpes, mas eram bem pequenas e poucas. Fiquei em dúvida se seria surto ou não, e dois dias depois elas sumiram.
      Doia mas não coçava, ae li seu comentário e vi que parecia.
      Eu também faço uso do aciclovir, mas como estou tomando antibiótico dei uma parada…e foi quando apareceu.

    • 100 bolhas!?
      Olhe… mesmo pequenas, nunca tive em tanta quantidade.
      Isso não me parece ser muito comum, principalmente porque no seu caso não é uma primeira infecção.
      20 no entanto pode acontecer. Sei lá, nunca fiquei contando, mas já tive crises que apareceram umas 10 bem pequenas.
      Na próxima, vou até contar o número, se for possível, só por curiosidade.
      De repente vc passou por algum momento de queda no seu sistema imune.
      Att,
      Eduardo Rosadarco

      • Edu
        Com o tempo e com o método supressivo os surtos se tornam menores??
        Por exemplo quando eu não fazia uso do método supressivo elas vinham em bolhas bem grandes…
        Hoje em dia aparece essas microbolhas…só que como eu sou muito alérgica as vezes chego a ficar em dúvida, porque parece muito com alergia.

      • Lu, eu estou exatamente nessa situação. Nunca mais apareceu nada,
        mas as vezes aparece uns caroços bem pequenos e eu fico na dúvida se é ou não. =///

      • Lu,

        estou na mesma situação. eu percebi que as lesões quando aparecem
        são micro, e fico na dúvida se realmente é HG. Porém as vezes aparecem uns caroços minúsculos que eu não faço a minima ideia se é alergia ou HG.

    • SIm, umas 100, em todo corpo do penis, achei muito estranho, mas como eram muito pequenas sumiram em 2 dias, nesse dia estava meio resfriado, mas nada muito sério, coisa que ja aconteceu antes sem nenhum incidente de HG
      Hj estou com as mesmas 20 já em faze de cicatrização.

      Esse surto é novidade pra min, achei estranho, provavelmente vou procurar um infectologista (pois passei por 2 urologista e foi a mesma conversa), e explicar o caso.

      • olá passoal, a um bom tempo não passo por aqui, bom vou contar o que esta dando certo comigo estou tomando duas doses de lisina por dia 500g cada, polivitaminico e ao invés de café agora tom tomando wgay protein da integral medica o que vem com um monte de vitaminas e minerais mas olhe bem a tabela nutricional pois alguns vem arginina o que não é bom pra nós e tomo também depois que chego da academia, melhorou muito, pouco sinto agora os sintomas e até parei o tratamento suprecivo com o aciclovir.

  18. Galera, aciclovir gratuito na farmácia básica do governo de suas cidades, só precisa de receita médica com a quantidade de comprimidos que vão tomar no mês. E não se esqueçam que com a OBS: “tratamento contínuo” a mesma receita é válida por 6 meses.

    Abraço a todos os guerreiros!

  19. Estou usando o leucogen faz quase um mes mas as minhas veias ficaram loucas, saltaram e tenho vasinhos e varizes que apareceram neste mes.
    Gostaria de saber o que fazer?
    Obrigada.

  20. Olá pessoal….encontrei um medicamente que nunca vi falar por aqui, neste site:

    http://www.diarioweb.com.br/editorial/corpo_noticia.asp?IdCategoria=62&IdNoticia=18305

    A boa notícia é que a mesma versão do produto já foi recém-liberada pelo FDA, agência americana que regula os medicamentos, e agora só resta a aprovação do Ministério da Saúde, no Brasil, que já analisa a possibilidade de disponibilizar a Viracea para comercialização nacional.
    ” procurei em outros site e parece ser antiga a noticia, porem não encontrei no Brasil”

    Encontrei relatos do medicamento neste site:

    http://www.tradefarma.com.br/bulas/Viramedx.html

    To pensando em importar:

    http://www.releev.com/products.html

    Se alguém já experimentou, por favor deixe seu relato….Obrigado!!

  21. Ola a todos os amigos.
    bom pessoal, nós estamos nessa luta, desanimamos, caímos na tristeza, voltamos a vida normal com alegria, enfim, quando será que acabará nossa angústia. À 8 meses tenho herpes e com pouco tempo pensei nas pessoas que convivem à anos com isso e que logo que descobriram a doença pensavam numa cura breve. Tenho pouca experiência com esse maldito vírus e, principalmente na vida, pois tenho apenas 26 anos. francamente pessoal, sei que nao devemos nunca perder a esperança, mas seria pessimismo de minha parte dizer que não teremos cura, ou que já temos, porém nunca deixarão vir a tona… Pessoal, sou noivo e contraí num período de afastamento da minha noiva. Estou prestes a casar e ela não quer acreditar que isso aconteceu comigo. Imaginem vocês, o poder dobrado com que esse maldito está atingindo meu psicológico, e assim, acarretando crises frequentes, já que pelo que vi e percebi em momentos de minhaS criseS, é um fator absolutamente primordial manter o controle emocional. Por favor, comentem esse post… aliás, Edu você já leu muitos elogios como ja vi em alguns posts, vejo e reforço, você está de parabéns. QUE DEUS SEMPRE LHE ABENÇOE!!

    • Obrigado Fred!
      É verdade o fator emocional influencia muito, mas muito mesmo. Confirmo isso por experiência própria ao logo destes anos.
      Eu não sei se uma cura definitiva chegará em breve, mas vc pode ter certeza de que uma vacina é bem possível sim.
      Talvez essa vacina não cure os já infectados, mas evite de transmitir para o parceiro ou diminua bastante a frequência das crises em quem tem, então vamos nos manter firmes e acreditar.
      Por enquanto vamos fazendo tudo o que está em nosso alcance para se adaptar a isso e manter a nossa qualidade de vida e sermos felizes… sem deixar esse vírus nos “roubar” mais tempo e oportunidades nas nossas vidas.
      Um grande abraço,
      Eduardo Rosadarco.

    • Fred,

      Não é fácil , você não acredita que algo assim aconteceu com você, passei e ainda estou passando por isso. Mas oq me deixa um pouco melhor é quando você percebe que existe coisa muito pior que isso. Eu sempre falo aqui sobre o HIV, imagina ? aí sim acredito ser um problema. Herpes é uma doença de pele,
      que não causa problema nenhum no seu corpo, somente impacto no emocional, eu diria um enorme impacto…
      Então vamos agradecer a Deus pq não pegamos coisa pior, e SEMPRE usar camisinha. Você imagina a quantidade de pessoas que tem Herpes? É enorme, pois mesmo usando camisinha você pode pegar, só nessa informação você imagina a quantidade de pessoas que podem ter.

      Força, tudo vai dar certo.

  22. Edu e Liz muito obrigado pelas informação tou absorvendo tudo de bom sobre combater as recidivas desse vírus.
    aos poucos tou me acostumando psicologicamente.
    Meu maior medo é transmitir para alguem, por isso me afasto das meninas que tentam se aproximar de mim mais aos poucos minha mente ta mudando .

    • olá, sei como se sente! É difícil… vc tinha tudo e de repente… não consigo me relacionar com ninguem… já me falaram não é obrigado dizer e que tenho tantas qualidades, mas não acho justo deixar alguem gostar de mim pra depois contar! Mas tbm não tenho coragem de contar logo! Acho que tenho medo de me decepcionar, me machucar… Força e coragem pra vc! e-mail ivinadina@hotmail.com

      • Caramba Nadi…
        Falou o que eu sinto…não dá pra você contar pra alguém assim de cara, mas também se deixar envolver com alguém pra contar depois é barra!!
        Não me acho no direito disso também…=(

      • è Nadi como por enquanto não tenho coragem de dizer a ninguém, eu evito qualquer aproximação, a não ser na amizade. Pelo fato de eu ter apenas 21 anos , minha cabeça não se conforma com essa situação.

  23. Ola Elder, então eu não lembro o preço exato da L Lisina, mas comprei 120 comprimidos de 500 mg, acho q paguei 70 $.
    Eu compro o aciclovir sem receita, entro na farmácia e peço o produto, costuma ficar pronto em 24 hrs apos o pedido.
    Estou tomando o medicamento a 6 meses, não digo que foi 100% de eficacia pq nesse período a doença apareceu 4 x (muito leve). Hj depois da diária auto-averiguação descobri um novo surto com micro bolhas, este que creio eu em 2 dias estará cicatrizado, pois como disse esta aparecendo muito leve.
    Bom para quem tinha quase toda semana , esta sendo um alivio.

    Valeu, espero que você melhore.

    • Ricardo,

      qual o nome da farmácia de manipulação que você compra?
      aqui eu não consigo fazer o aciclovir sem receita. E NÃO adianta pq a minha
      médica não passa a receita de jeito nenhum. Pq minhas enzimas do figado deram alteradas, ela acredita que seja pelo uso aciclovir.

  24. Ola Edu, acompanho seu site desde que me infectei pelo virou 3 meses atrás.
    Vamos lah com a minha Historia, eu tinha terminado com minha ex, quando eu tive uma recaída 2 meses depois de ter terminado, no dia eu fui imprudente, pq tinha camisinha na carteira e confiei nela perguntando se ela tinha se relacionado com alguém sem preservativo no período em que estávamos separados, ela disse que não , ai não usei preservativo confiando nos velhos tempos e me dei mal, durante a relação ela reclamou de uma assadura, continuou um pouco e eu interrompi. acho que ela estava na fase ativa e primaria do vírus. 3 dias depois logo quando eu fiquei desempregado, no dia seguinte notei as bolhas foi meu primeiro surto, uma dor horrível e varias bolhas no corpo do pênis. Fiquei desesperado olhei na internet vi que se tratava de herpes pelo fácil diagnostico, comprei aciclovir imediatamente e fui no medico do SUS ,uma semana depois , esses médicos desorientado garantiu que eu só teria crises de vez em quando, e fiz meus outros exames de DST,s graças a Deus tudo negativo fiz os exames depois de um mês para não correr o risco de falso negativo.
    Porem nesses 3 meses de infecção, eu tive mais crises que o normal jah tive 9 crises inclusive tou recuperando de uma e jah tou percebendo que esta vindo outra, minhas crises não tem prodome , as bolhas surgem do nada sem sintomas nenhum, o máximo de dia que conseguir ficar sem crise foi 12 dias, tou fazendo o uso de 500 mg de Lisina por dia, e me encontro desempregado pra ficar gastando dinheiro com antivirais que aqui são caros custa em media 38,00 a caixa , ai tou fazendo uso de lisina a uma semana mesmo assim eu tive crise. não sei dizer se minha imunidade está baixa eu axo que não , eu dificilmente fico gripado, dificilmente pego virose me alimento bem, faço uso de vitaminas mesmo assim nao consigo resolver esse problema que está me consumindo bastante, no lado emocional desses 3 meses não deixo nenhuma menina se aproximar de mim, a não ser na amizade. estou para começar a trabalhar , infelizmente eu sou eletricista de rede, e tenho que trabalhar exposto a sol , tou vendo que isso vai me fazer piorar e num posso fazer nada pq não posso ficar desempregado.
    Eu acho que meu caso é diferente de todos aqui pq trata de uma crise em cada 10 dias. ai queria um pouco de sua experiência Edu. Se você pode me ajudar em algum tratamento, assim que eu começar a trabalhar vou comprar seu livro, que tou muito curioso pra ler, esqueci de falar que minhas lesões apresenta cicatriz e é incomodo ver todos os dias ,as cicatris da primeira crise e segunda que foram maiores sumiram pq eu tava passando óleo de rosa mosqueta. mais as outras em diante tão tudo amostra. Não que eu não queira esconder de ninguém que sou portador da doença e sim pra me fazer esquecer um pouco dessa doença que eu acho que quanto mais eu penso mais crise eu tenho. sei lah.
    Abraços Edu e todos os integrantes do blog.

    • oi Elder,

      Bom o que eu posso te dizer é o seguinte…
      -Para algumas pessoas é comum que o vírus se reative frequentemente nos primeiros meses de infecção. Mas a tendência é diminuir com o tempo.
      -Trabalhar no sol não vai ser problema para vc em relação a herpes genital porque não estará incidindo diretamente sobre a pele.
      Olhe… se vc está com crises frequentes, o melhor seria vc tomar o aciclovir de forma supressiva,
      mas se vc não pode, tente cuidar da alimentação, dormir bem, evitar o stress emocional, evite cigarro e bebidas alcoólicas e alimentos com muita arginina.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

      • Vlw pelas Dicas Edu.
        E a propósito grande trabalho este seu de informar e confortar pessoas que jah sofreram do seu caso.
        eu não fumo, mais bebo moderadamente vamos dizer que duas vezes por mês.
        tou fazendo a uma semana o uso de Lisina. 500mg por dia. vou começar o tratamento supressivo de aciclovir mais qual é a dosagem ideal.

      • E ai Elder Beleza?, então eu passei pela mesma coisa, nos primeiros 6 meses tinha recaída quase toda semana, me alimentava bem, praticava exercícios e mesmo assim aparecia a herpes, até q um dia comecei a usar aciclovir, ja na primeira ação fiquei 6 meses sem nenhuma crise. Eu compro aciclovir manipulado, aqui onde moro no sai 60 (400 mg) comprimidos por 38 $, estou tomando quando acordo e quando vou dormir

        Ao acordar 1 comprimido Aciclovir (400 mg)
        4 comprimidos L Lisina (500 mg cada)
        1 comprimido complexo B

        Ao dormir 1 comprimido Aciclovir (400 mg)
        2 comprimidos L Lisina (500 mg)

        Esta me ajudando e espero que te ajude.

      • Vlw Ricardo pela dica, mais vc compra com receita ou sem , pq eu quase briguei com a medica pedindo uma receita e ela num me deu, eu tou fazendo o uso de L lisina 500 mg 1 comprido de manha e 1 a noite, comecei semana passada mesmo assim tive as crises, vou ver se consigo comprar na farmacia manipulada o aciclovir pra ver se consigo comprar essa quantidade por esse mesmo valor.
        e vc ta comprando a lisina 500 mg por quanto na farmacia manipulada , eu comprei por 46 reias 60 comprimidos 500 mg.
        Vlw pela Ajuda.

      • Oi Elder

        Fica calmo, tudo vai melhorar. Eu também fui infectada há pouco tempo,
        3 meses com o vírus. Só melhorei com o tratamentos supressivo, até agora não tive mais nada. Minhas recorrências eram semanais, uma loucura. Atualmente
        está uma maravilha. Mas ainda tenho que analisar um pouco, pq comecei recentemente o tratamento supressivo.
        Outra coisa, a quantidade que você está tomando de Lisina deve ser aumentada, ok? Tenta tomar 2 comprimidos de 500 mg. Após pesquisas sobre a doença eu percebi que a quantidade de Lisina recomendada é de 1000 mg.

        Abs

      • Elder,

        Corrigindo, pq escrevi errado. Durante as recorrências a quantidade de Lisina pode ser maior. Um exemplo é o tratamento que Ricardo está fazendo.
        Mas eu quero deixar uma informação para você, eu ainda não estou fazendo o uso da Lisina, vou começar próxima semana, e mesmo assim não tive mais recorrências com o aciclovir. Não tem jeito, tem que usar ele se as suas recorrências são constantes.

      • Ola Elder, então eu não lembro o preço exato da L Lisina, mas comprei 120 comprimidos de 500 mg, acho q paguei 70 $.
        Eu compro o aciclovir sem receita, entro na farmácia e peço o produto, costuma ficar pronto em 24 hrs apos o pedido.
        Estou tomando o medicamento a 6 meses, não digo que foi 100% de eficacia pq nesse período a doença apareceu 4 x (muito leve). Hj depois da diária auto-averiguação descobri um novo surto com micro bolhas, este que creio eu em 2 dias estará cicatrizado, pois como disse esta aparecendo muito leve.
        Bom para quem tinha quase toda semana , esta sendo um alivio.

        Valeu, espero que você melhore.

  25. tomei aciclovir 5 meses e foi uma maravilha, foi parar o tratamento pra ver como esta, e não demorou 15 dias para voltar a herpes.. e laia…
    Pessoal, alguém ae esta tomando aciclovir por mais de 6 meses?, queria saber se tem alguma contraindicação tomar o medicamento por muito tempo.

    • Oi Ricardo,

      Eu fiz o tratamento supressivo por muitos anos e nunca tive problemas.
      O aciclovir é um remédio que é seguro para uso contínuo.
      Ele tem um longo histórico de uso desde que foi criado na década de 80 e a medicina já conhece bem seu efeitos.
      Att,
      Eduardo Rosadarco

      • olá Edu, cara hoje me bateu o desespero novamente, fiz sexo sem presrvativos na quarta, tudo estava normal, e só hoje notei uma crise, cara estou desesperado com medo de ter transimitido para ela, ela me disse que esta gripada e tal… oq eu faço irmão…

      • Oi André,

        Se sua crise surgiu depois que vc transou, então a chance de ter transmitido é baixa, porém se já estava ativa na quarta feira, então o risco é grande.
        Agora não tem o que fazer, mas tente manter a calma. Acho que sua crise deve ter surgido depois que vc fez sexo. Isso já aconteceu comigo.
        Muito se fala que um dos “gatilhos” para uma nova crise pode ser o sexo prolongado.
        É difícil afirmar isso com exatidão, mas como conto no livro, comigo já aconteceu de eu notar uma relação entre fazer sexo e no dia seguinte notar o começo de uma crise.
        Tomara que sua crise tenha se iniciado somente depois do sexo.
        Ha… essa gripe dela não deve ser sintoma de herpes.
        Espero que não tenha transmitido.
        Mas fica a questão de vc contar a ela no futuro.
        Na minha opinião, no mínimo, o correto é transar com preservativo se a outra pessoa não sabe.

        Aproveito para deixar a todos aqui duas dicas básicas mas essenciais:
        – Temos que criar um hábito olhar os genitais com cuidado sempre antes de uma nova relação.
        – Muito cuidado com aquela transa no meio da noite no escuro… eu já tomei um baita susto com isso, quando acordei depois e vi que estava com um princípio de crise.

        Abraços,
        Edu

  26. Obrigada Lu !

    Vou ver se a minha médica passa o aciclovir manipulado, pois comprando todo mês fica bem caro. Espero que com a terapia supressiva melhore (aciclovir + lisina) . Mesmo com a bolinha bem pequena, o meu psicológico fica completamente desequilibrado.
    Para manipular precisa de receita, né? O problema é que a minha geneco acha que eu não preciso disso.
    No mais, vou começar hoje com o aciclovir, e vê no que vai dar.

    • Liz…
      A minha também não me passou esse método não…só fiquei sabendo disso por aqui…mas pedi a ela e ela me deu a receita sem problema, até porque ela não pode te negar receita…É pra manipular precisa de receita sim.

      • Ola, bom acredito que nem todas as farmácias pedem receita, pois compro sem problema algum aqui, 60 comprimidos 400 mg por 34 R$.

  27. Alguém me ajuda por favor !!!

    descobri que tenho herpes genital há 2 meses atrás, e depois que descobri tenho
    crises recorrentes. O máximo que consigo ficar é 7 dias sem crises. Não estou fazendo
    uso da lisina, estava esperando o resultado do exame para a médica passar a receita para manipular.
    Só usei aciclovir na primeira crise, o que não adiantou muito. Depois usei Valtrex, mas esse comprimido é beeem caro, cerca de 100 reais somente 10 comprimidos. E eu me dei bem com ele, foi quando as crises diminuíram, Contudo, no período menstrual apareceu novamente.
    A minha médica fala que não tem necessidade de viver tomando aciclovir, que a única coisa que ela pode passar é a Lisina.
    Essas minhas crises recorrentes pode ser pq meu corpo ainda não se acostumou com o vírus?
    Alguém teve tantas crises assim? Normalmente há cada 5 dias eu tenho uma nova crise.
    Estou completamente estressada com isso, não tenho mais paz.

    • Liz…

      Esse ano eu comecei a ter crises assim… tomava o aciclovir 4 dias depois ela voltava…fiquei em 1 mês com 4 crises…foi insuportável.
      Com a dica do Edu comecei o método supressivo, pois a minha médica mesmo não me ajudou com isso :s Enfim…tomo o aciclovir de 200mg 3x ao dia. Assim, continuo tendo crise mas não mais como antes, vou começar a tomar a lisina também pra ver se ajuda…como o Edu falou no começo é assim mesmo…
      Mas me sinto bem melhor fazendo uso do aciclovir direto…
      E tenta não ficar estressada porque isso é um gatilho pro vírus agir…sei que é difícil, complicado..mas temos que tentar de todos os jeitos não deixar ele agir.

      Espero que tenha ajudado..=)

    • Liz, a pouco tempo tinha 2 crises bem fracas por mês, agora, depois de ouvir meu médico e aos poucos trabalhar minha mente pós susto, passei um período, até agora, de 1 mês e meio sem nada. Tente se acalmar e trabalhar o seu lado psicológico. Faça exercícios. O Edu se surpreendeu sobre o comentário do meu médico ao citar a influência negativada do ” stress”,(A MAIORIA NÃO COMENTA NADA A RESPEITO), com essa terrível novidade (o vírus) e as demais situações rotineiras que levamos no dia a dia. sei que parece pouco para dar como exemplo, mas tento lhe mostrar minha situação, que pode ser bem parecida com a sua e talvez a forma de tratar também. Tenho herpes a 6 meses e nao faço uso de nenhum medicamento. Repito, PODE SER BEM PARECIDA E NÃO IGUAL tente tirar proveito do que pode ser útil e descarte algo que possa ter escrito que não concorde.

      • Oi Marivaldo,

        Só para esclarecer os leitores… não é que eu não sabia sobre o efeito do stress, pelo contrário, é que a maioria dos médicos nem comenta sobre isso nas consultas, muito menos sobre o abalo na parte psicológica que esse vírus nos causa no começo.
        Por isso, acredito que esse seu médico é um bom profissional.
        Abraços,
        Edu

    • OI Liz,

      Na minha opinião também acho que não é preciso tomar aciclovir pro resto da vida…PORÉM, quem tem crises frequentes sabe o quanto isso nos abala e acho muito válido fazer o tratamento supressivo nesse caso.
      Depois de um tempo, vc pode interromper para ver o que acontece.
      Eu fiz o tratamento supressivo por muitos anos. Hoje não estou fazendo mais porque minhas crises diminuíram muito de frequência nos últimos anos, mas garanto que se eu voltasse a ter crises frequentes por algum motivo eu voltaria com o tratamento supressivo.
      Além do tratamento supressivo tem muitas outras coisas que vc pode aliar para ajudar a diminuir as crises.
      Abraços,
      Edu

      • Realmente eu vou ter que optar pelo tratamento supressivo, visto que
        minhas crises são com uma frequência absurda. Para ver se eu
        consigo pelo menos ficar menos estressada.

        Obrigada pelas respostas pessoal.

        =*

      • BOM EDU, no geral, com os cuidados básicos na rotina, com quanto tempo diminuiria os surtos para uma pessoa com surtos frequentes, e que média
        teria por ano aproximadamente? sei que é muito individual, mas no seu caso por exemplo!

      • Oi Fred,

        Realmente é um pouco difícil de dizer isso porque varia muito de pessoa para pessoa.
        Mas basicamente, em um a dois meses já dá para começar a ter resultado na diminuição da frequência.
        Na minha opinião, uma média “boa” seria ter de 1 a 4 crises no ano, mais do que isso começa a afetar na qualidade de vida.
        Att,
        Edu

    • Liz no começo eu tinha uma crise por semana, faço tratamento supressivo com aciclovir no caso um comprimido de 200mg por dia , faço exercicios e tomo polivitaminicos e uma vez por mês uso xarope leucogen para aumento de imunidade.Na minha alimentação eu tive que diminuir a gordura , e tambem a cerveja : (

  28. Boa noite Pessoal, SOCORRO!

    Tenho herpes genital a maios ou menos 2 anos, mas de um tempo para cá, minha crises estão sendo muito frequentes, a cada 4 dias após curar totalmente uma crise, surge uma nova.
    Estou muito abalado emocionalmente. nada mais faz sentindo, nada mais parece ter graça, nada me deixa bem!
    Pois fiz alguns exames de rotina, e esta tudo certo com minha saúde, fiz exames de sangue completos, de HIV, de colesterol, de urina e NADA.
    o que me deixa muito triste e abalado, alem das crises recorrentes, é que inadvertidamente eu acabei contaminando minha namorada, a qual tem crises a cada 2 meses, mas lida super bem com isso, não me julga ou acusa por isso, mas quando ela tem crises, fica muito abalada, com medo de desenvolver algum tipo de câncer de colo de útero.

    estou tomando ENAX e um polivitamínico a cerca de 2 meses, e a nada se mudou.
    fiz um tratamento supressivo breve, por cerca de 20 dias, e foram 20 dias de paz, onde eu consegui ter uma vida normal.

    6 dias depois tornei a ter crises! voltei então a outra médica, e pedi que ela me receitasse um tratamento supressivo longo, para que pudesse então seguir em paz, mas ela se recusou, afirmando grosseiramente que apenas a pomada de aciclovir(a qual na minha opinião, não serve pra nada) era o suficiente, e que não teria muito o que fazer, e que tomar um polivitamínico ajudaria.

    Então fiquei em duvida, fazer um tratamento supressivo pode ser prejudicial a saúde?
    e qual seria uma posologia boa? pois vou ter que fazer esse tratamento por conta própria.

    Edu, sei que vc não pode me receitar nada, mas peço uma sugestão.
    Estou desacreditado de tudo, e a beira da depressão, mais não consigo mudar isso!

    • Oi Dominic,

      Primeiro eu quero dizer para vc acalmar a sua namorada porque o vírus da herpes não causa nenhum tipo de Câncer. É o vírus do HPV que está ligado ao câncer do colo do útero.
      Seguinte… eu não concordo com sua médica… procure outro.
      Acho que se vc está com tantas crises frequentes é recomendado sim o tratamento supressivo. É muito comum nos EUA e não sei porque muitos médicos por aqui não indicam. Falta de informação?
      A dosagem que vc pode usar é: aciclovir 200mg 3x ao dia ( a cada 8 hrs ).
      O aciclovir é um antiviral muito bem tolerado pelo organismo e não costuma criar efeitos colaterais nem em uso prolongado… porém, preciso dizer aqui que é importante vc ter acompanhamento médico.
      outras coisas para ajudar a diminuir essas suas crises frequentes:
      – continue com o suplemento de vitaminas.
      – durma bem e suficiente.
      – evite alimentos com muita arginina
      – tome suplemento de lisina.
      – evite álcool e cigarro.
      – exercícios físicos moderados.
      – controle o stress emocional (isso é mais importante do que parece e talvez até mais do que as outras dicas juntas)
      – para a sua namorada, a menstruação pode ser um fator de “gatilho” para nova crise.
      – Procure comer alimentos mais saudáveis nesse período que vc está tentando diminuir suas crises.
      – Importante… alie o máximo destas práticas (quantas mais vc conseguir melhor).

      Não sei se vc já leu o meu livro… mas sempre preciso recomendar porque sei que irá tirar muitas das dúvidas suas e da sua namorada… e tem muitas dicas sobre diminuir a frequência das crises. Está tudo lá em detalhes. Garanto que vale o pequeno investimento.
      Grande Abraço,
      Eduardo Rosadarco

      • Obrigado Edu!

        Estou mais calmo hoje, ontem estava no meio de um turbilhão de pensamentos ruins que me deixaram muito mal, devido a uma crise bem forte, creio que porque sábado tomei uma grande quantidade de chopp.

        Agradeço, as dicas! E assim que possível comprarei o seu livro, tenho grande interesse de adquirir esse conhecimento.

        Agradeço também pela criação desse blog, onde podemos desabafar com outras pessoas que entendem perfeitamente as nossas aflições!

        Dominic

  29. Edu meu caro, será que não conseguiriamos uma forma de contactar com o professor Doutor Ian Frazer, por uma carta telefone um postal? ou quais as outras instituições que pesquisam sobre esse mal, seria formidável encontrar uma forma de expulsar esse vírus dos nossos corpos, resta-nos esperar o avanço maior da medicina, mas seria uma forma interessante de motivar o professor Ian Frazer escrevendo à ele e mostrando que temos esperança e esperamos o sucesso do trabalho dele.

  30. gente soube que o leucogen resolve o problemas das recorrências. É so tomar por 3 meses 1 x por ano.vou fazer o teste e volto a falar com vcs sobre os resultados.

    • Oi Fabio,

      Não existe nada comprovado que o leucogen é eficiente contra recorrências, porém se vc vai testar nos avise de seu resultado.
      Pelo que vi esse remédio é um imunoregulador e alega aumentar a resistência do sistema imune.
      Recomendo que para todos que querem testar um novo medicamento é importante falar com seu médico antes.
      A bula do Leucogen está aqui:
      http://www.medicinanet.com.br/bula/3049/leucogen.htm
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

      • Edu eu faço uso do leucogen mas associado ao aciclovir.
        fiz um teste no mesmo mês que tomei leucogen (no caso no inicio do mês equivalente),fiquei 7 dias sem tomar o aciclovir antes ter a crise e no mês que não tomei o leucogen não deu 2 dias e ja tive a crise. minha conclusão é que ele ajuda no meu caso!

    • Fiz uso de um medicamento manipulado chamado imunotransperan, ele serve pra fortalecer o sistema imunológico e é a base de leucócitos. Fiz ele por 3 meses após a minha primeira crise. Depois só tive uma outra crise após 1 ano e meio. Não sei se todos reagirão da mesma forma, mas a minha experiência foi essa.

    • Oi Fábio…
      Eu fiz uso do Leucogen nesse mesmo esquema…3 meses em 1 ano…durante esses três meses tive recorrência e após também. Mais como sempre se diz aqui, depende do organismo e do ambiente em que a pessoa vive…comigo não deu resultado, mas depois diz como foi com você aqui…

      =)

  31. Edu boa tarde! comentei meu caso a alguns dias atras que estava na minha primeira e terrivel crise… faz uns 10 dias quase que estou bem faço xixi sem dor (ufa!) e pude voltar a usar calça rs, porém tem umas 3 feridinhas mais “internas” que não cicatrizam nem por nada… não parei de tomar o acciclovir até hoje por causa delas, parece que quando uma começa a cicatrizar abre de novo outra no mesmo lugar.. estou tomando já faz uma semana lisina e tomando homeopatico pra herpes tambem, passando pomada e elas nao cicatrizam.. to começando a me preocupar.. oq vc acha? os ginecologistas do meu convenio não sabem nada.. um pior que o outro.. estou meio dura esse mes mas mes que vem compro seu livro com certeza kk

    • Oi Thami,

      É difícil eu dizer algo sem olhar, mas pela sua descrição e como vc teve a primeira crise bem recente, acho que vc pode ter tido uma nova crise uma em seguida da outra. Isso pode ocorrer porque no começo não temos os anticorpos bem estabelecidos contra o vírus da herpes genital. Demora um pouco para eles “engrenarem”. Mas é o seguinte… se em mais alguns dias não começar a cicatrizar e não sarar em 10 dias, então vc deve ir ao médico novamente. E sim… continue com o aciclovir até o final.
      Abraços,
      Edu

  32. olá ricardo , cara com o tratamento supressivo vc teve crise?, estranho sim! qual a dosagem que vc esta fazendo? ingeriu bebidas alcólicas nesse tempo que antecederam essa crise? ou passou por mto stress? bom.. experimente fazer o tratamento com aciclovir de 400 mg ( manipulado tbm é bom, eh bem mais barato), e mais Llisina de 500 mg, tomar os dois juntos um comprimido de cada de manhã, e a mesma dosagem a noite, com intervalo de 10 hrs, comecei o meu em maio e nunca mais tive crise nenhuma, bebo de fds somente e tenho uma alimentação regrada, faço academia e tomo suplementos alimentares tbm, mais no seu caso o aciclovir de 400mg e a Llisina ja ira ajudar, boa sorte !!!]
    abraços.

    • E ae André beleza? então comecei o tratamento em fevereiro , era bem regrado, tomando 2 compridos de Aciclovir 400 mg por dia, junto com LLisina, porem , aos passar dos meses, fui diminuindo o remédio até ficar 1 comprimido por dia, mas semana passada depois de uma viagem, tive uma crise, muito forte, mas ja esta quase cicatrizada, oque eu tenho preocupação é q ja estou a 5 meses tomando remédio, e se devo ou não dar uma pausa nos remédios.

  33. Fiz hoje, uma consulta com meu médico e falei sobre todas essas alternativas que falamos para amenizar as crises. fui informado das questões psicológicas no cotidiano, estressantes. Esse é um fator muito forte negativamente. Me indicou levar de forma mais natural minhas obrigações e uma vida ativa, exercícios aeróbicos no meu dia.Também sobre o uso de tratamento intenso e mudanças na alimentação, não retirou nada, pois com ou sem o vírus devemos ter uma alimentação saudável! O tratamento supressivo pode enganar nossa imunidade, me disse que com o tempo nós conseguimos potencializar nossa imunidade, me indicou simplesmente praticar exercícios e o que fazer nas crises. Assim que aparecerem as bolhas, estourar com cuidado e higiene usando gaze e passar um simples mertiolate incolor. Um fator crucial é o nosso nível de desgaste emocional, particularmente o nosso principal inimigo. Me disse também pra não esquecer que cada um reage de acordo com seu organismo, somos muito diferentes nas reações fisiológicas! TENHO HERPES A 6 MESES E VENHO TENDO UMA MINIMA CRISE A CADA MÊS com duas, no máximo três microbolhas ! ESSE É O MEU CASO PARTICULAR. EXISTEM CASOS MAIS INTENSOS NAS APARIÇÕES, MAS PASSEI ESSAS INFORMAÇÕES COM A MELHOR DAS INTENÇÕES. POR FAVOR DISCORDEM, OPINEM, POIS É ASSIM QUE DEDUZIMOS A MELHOR FORMA, PROS DIFERENTES CASOS, QUE COLEGAS TÊM! GRANDE ABRAÇO A TODOS!

    • Oi Marivaldo,

      Concordo parcialmente com seu médico.
      Em minhas pesquisas nunca encontrei nada sobre o tratamento supressivo “enganar” a nossa imunidade, pelo contrário… o antiviral ajuda a diminuir a replicação do vírus hsv e não afeta a sua imunidade.
      Inclusive , para vc que tem crise todo o mês pode até ser recomendado, pois suas crises são bem frequentes.
      Mas concordo com as outras coisas que vc falou… o estado emocional, alimentação, exercícios são fatores muito importantes para a nossa imunidade.
      Até me surpreendi quando vc falou que seu médico o alertou para as questões psicológicas que esta doença nos trás. A grande maioria não costuma fazer isso.
      Abraços,
      Edu

      • Muito obrigado EDU, vou tentar me controlar emocionalmente, já que não consigo levar minha vida com a naturalidade de antes. Vou esperar e ver se obtenho algum resultado! grande abraço!!!

  34. Ola pessoal, comecei meu tratamento com aciclovir dia 12/02 , e hoje depois de 5 meses tive uma crise bem forte, não percebi que estava com bolhas, encontrei elas na hora do banho, não tive as sensações que antecedem as crises, achei estranho.
    Bom, ja estou tomando aciclovir a 5 meses, diminui a dose para 1 comprimido de 500 mg ao dia, gostaria de saber, se vale a pena aumentar para 2 comprimidos, ou dar um tempo com os remédios, para o corpo dar uma desintoxicada e começar a reagir melhor …

    E ae, oque vcs acham?

  35. Pessoal, uma dica que eu tenho pra vcs é que com receita médica do aciclovir e a carteirinha do SUS, vcs podem retirar gratuitamente o medicamento na Farmácia Básica de suas cidades. Ontem peguei gratuitamente 90 comprimidos pra começar meu tratamento supressivo. Só não se esqueçam de pedir a seu médico de constar na receita “uso contínuo” e a quantidade certa de comprimidos que vcs querem retirar, que a mesma vai valer por 6 meses na Farmácia Básica.

    Abraço a todos!

      • Lu, eu sou de Goiás. Mas a Farmácia Básica a que me refiro é aquela do SUS que existe em todas as cidades de todo Brasil ,e tem esse nome mesmo, nos quais há uma grande variedade de medicamentos para se retirar gratuitamente com receita médica e a carteirinha do SUS. Vá em qualquer Posto de Saúde público de sua cidade e se informe do endereço da Farmácia Básica de sua cidade.

        Depois me conte se conseguiu achar! =)

  36. oi Lu, tomo as duas sim , 400 mg de aciclovir e 500 mg de lisinaa, no começo pode ser que te dê um pouco de dor de cabeça, ate insuportável, mais éh um ou dois dias, isso aumenta muito a resistencia, e episódios nunca mais!, pelo que vejo os episódios femininos são na pré menstruação durante e pós, com esse tratamento eh mto raro ter episódios, Olha qto aos relacionamentos, agente tbm n pode correr riscos de sair contando isso pra qualquer um, e correr o risco de essa pessoa nos difamar depois por algum motivo n definido, eh questão de conhecer, e saber destinguir o grau de sentimento que esta existindo entre o casal, após isso fica bem mais fácil de contar, leia o e-book do Edu, lá tem ótimas dicas pelo que sei, irá te ajudar bastante também, o tratamento supressivo realça a auto estima, vc fica tanto tempo sem crise que as vezes esquece que tem HG.
    bjaoo lu fica com Deus.

    • Oi Andre

      então as minhas crises eram sempre antes da mestruação…depois começou a vir indiscriminadamente…acabava uma começava outra..mas também vivo sobre intenso stress…é difícil controlar assim…mas vou começar com a lisina também! Preciso tentar tudo até me achar rs
      Justamente isso Andre, e eu sou uma pessoa que me apega muito fácil, confia demais nas pessoas e tenho medo de contar pra alguém e essa pessoa mostrar com isso que não é confiável. Ae prefiro não contar e não me envolver a ponto de colocar a pessoa em risco.

      Fica com Deus..
      Beijos

  37. uma amiga minha falo que sua medica nao recomeda o aciclovir diariamente, porque ela falo que cai o cabelo e o aciclovir trata de cancer tambem, eu pelo menos nunca li sobre isso quero ouvi sua opniao edu, eu ainda to cabeludo, e tomo ja faztempo

  38. LU, veja bem, isso ja foi dito muitas vezes por aqui, e reforço o que o EDU sempre diz, não podemos dar uma importancia à mais, do que essa doença de pele realmente merece,a vida passa tão rápido, sejamos otimistas ao pensar que a cura esta por vir, mais possa ser que morreremos sem ver isso acontecer, então nao se obstenha de se relacionar e contar, e se vc faz u tratamento supressivo e ainda sim ela apareceu, tente mudar por dois meses! faça o de 400 mg 2x ao dia ( manhã e noite) que verás uma melhora! mande manipular tbm a L lisina de 500 mg, e tome junto com as doses do aciclovir, irá te ajudar tenho ctz, espero ter ajudado de alguma forma,
    fique com Deus bjos.

    • André

      Com certeza ajudou, obrigada…
      Então tenho medo de mudar a dosagem pois tomo remédio para tireoide, e preciso falar com a médica antes…vc já tomou as duas dosagens?? Sentiu alguma diferença no organismo???

      Realmente preciso quebrar esse medo de me envolver com alguém…mas também não encontrei alguém que me deixasse a vontade para falar sobre isso…talvez não seja a hora mesmo..=(
      Obrigadaaa
      Beijos
      Lu

  39. Olá a todos!

    Na ansiedade de uma busca para mais esclarecimentos sobre a herpes, descobri este site o que me contou da forma que ninguém e nem msm nenhum médico me contou até agora. Esclareci muitas dúvidas e me senti ao lado de companheiros onde podemos compartilhar deste problema que tanto nos aflige graças a atitude do Edu. Desde então venho sempre em busca de novidades para a tão sonhada cura. Como andam as suas buscas Edu? Alguma novidade?

    Bom, gostaria de compartilhar a minha história. Eu adquiri a doença aos 23 anos de idade ao perder a minha virgindade com o pai do meu filho. Na época isso não me abalou tanto pois o nosso relacionamento estava sério pensávamos em viver juntos. Vivemos por quase 9 anos, tive um filho e de pois nos separamos. Ele nunca apresentou crises visíveis, enquanto eu, tinha recorrente. Bom, lí alguma coisa do tipo como depois de um tempo as crises diminuem, mas comigo não está sendo assim. Hj estou com 40 anos de idade e com crises que aparecem com a menstruação ( antes, durante ou depois ). Já pensei em deixar de menstruar, mas não sou de acordo e acho que não resolveria o meu caso. Na primeira crise, fiz todo o tratamento com medicamentos passados pela minha médica (aciclovir creme e comprimidos e outros que não me lembro). Depois disso nunca mais usei aciclovir via oral. Depois de ler quase todos os comentários deixados aqui no site, percebo que tenho que fazer um tratamento supressivo só tenho dúvidas na dosagem e dosagens diárias. Vou comprar o seu livro Edu, pois sei que vai me ajudar muito. Voltando ao assunto de que antes eu não ligava muito por estar com uma pessoa, a qual se tornou o meu esposo e que não tinha pensamentos de terminar ( na época), hj, solteira, tenho dificuldades de conversar sobre o assunto com um companheiro. Tenho um namorado que depois d tantas idas e vindas por ele viajar muito não tínhamos um relacionamento assim tão sério e considerava pouca a necessidade de falar. Agora ele está já há um ano na minha cidade, está se fixando aqui e consequentemente estamos direto por este msm período. Vejo cada dia mais se aproximando a necessidade de ter que contar e não sei como agir. Não sei msm se tenho coragem. Acho que nunca passei p ele, pois além d não ter nada, nunca apresentou nada. Sei tb que posso ter passado (apesar de todos os cuidados) e ele simplesmente não ter apresentado os sintomas. Bom, esse é o meu dilema além de estar enfrentando crises muito recorrentes praticamente todo mês e ainda acontece de mais de uma vez no mês. Abraço a todos e que venha a cura!!!

    • Cléo !
      Eu não faço tratamento supressivo.
      Descobri que tinha herpes com 23 anos tb … minha idade agora.
      Desde a primeira crise não tive mais crises então não posso lhe dizer com certeza mas pelo que sei o pessoal que faz tratamento supressivo toma aciclovir manipulado de 400 mg duas vez a tres vezes ao dia.
      Nunca é bom ter esta noticia, mas no seu caso você ainda teve seu companheiro por um tempo.
      Já no meu caso, foi por um descuido, onde a pessoa que me passou ainda acredita que eu teria sido responsavel por passar pra ela.
      Ridiculo.
      Mas é isso que tenho informação
      Aciclovir 400 2x ao dia acredito q é o suficiente para lhe ajudar e pode ser manipulado que sai mais em conta.
      Espero que vc fique bem Cléo.

      Abraços

    • Cléo
      Sofro com isso também…em ter que contar para alguém…eu peguei do meu ex que achei que seria pra sempre então nunca pensei que fosse tão ruim. Hoje em dia evito ter relacionamentos sérios para não ter que tocar nesse assunto, só que sei que não pode ser assim pra sempre….mas é muito difícil.
      Depois da minha primeira crise (ano passado, 23 anos), não tive mais. Porém esse ano chego a ter 4 vezes por mês…uma crise a cada semana….
      Comecei o método supressivo (200mg 3x ao dia) mês passado, tive uma bolha bem fraquinha no olho, que ficou só um dia, mas incomodou bastante… li por aqui que é assim mesmo, mesmo com o método ela pode aparecer…mas vou continuar…fico muito mal nas crises, então preciso arrumar um jeito de melhorar.
      E na manipulação sae bem mais em conta.

      Espero ter ajudado.
      Beijos

      • Lu, ja que vc teve uma vida inteira com o seu parceiro a sua so era hsv 2? Vcs se obstinham de alguma coisa por conta disso??
        Peguei a minha no início do ano e hj em dia estou mais forte com a ajuda de Deus. Tenho crtza q jaja vai sair a cura disso.
        Vc poderia nos informar de qual o site q vc viu q disse q e otimo?
        Nao precisa ter medo em contar, isso nao precisa virar rotulo. Quando for a hora certa vc sabera como e para quem contar

    • Bia…então, eu namorei com ele 7 anos, mais peguei no final do relacionamento, claro que não sabia que era o final né, mais nós não terminamos por causa disso. Então..eu tenho crise na genital e ocular, eu não fiz o específico pra saber qual tipo… o meu exame veio reagente tipo 1 e 2…mas saber qual dos dois ou se era os dois eu não fiz. Nós não tinhamos relação quando eu estava com a bolha, era a única coisa que a gente fazia.
      É Bia eu sei que isso não é um rótulo, e espero mesmo um dia encontrar alguém com que eu possa falar e começar alguma coisa.
      E o site que me referi era esse mesmo, em que estamos…
      Beijos

      • Oi Lu,

        Eu descobri o herpes em setembro do ano passado e só tive uma crise. Na época eu estava namorando, mas ele jura que nunca teve nada. A suspeita é que eu já tivesse há muito tempo, mas sem manifestação porque minha primeira crise foi muito leve. Não tive mais nenhuma crise. O relacionamento terminou logo depois por outros motivos e ele teve uma crise bem forte logo depois. Não sei se eu passei pra ele ou se ele já tinha e se manifestou por causa do estado emocional. Ele meio que entrou em depressão com o término do relacionamento. Uma resposta que eu nunca vou ter.
        Comecei um outro relacionamento em fevereiro e foi um drama pra mim. Depois que as coisas foram ficando mais sérias e o relacionamento sexual era eminente, cheguei a pensar em me afastar porque achei que não seria capaz de me relacionar sem contar nem de contar. A coisa acabou acontecendo naturalmente. Contei antes de qualquer envolvimento sexual. Antes de mais nada ele veio com um papo de que não queria usar camisinha e eu fui categórica em dizer que não abria mão e daí surgiu o assunto. Meu namorado tem herpes labial e isso facilitou as coisas porque ele entende a dinâmica do vírus e não achou que meu caso fosse um bicho de sete cabeças. Hoje eu faço tratamento supressivo com aciclovir 400mg 2X ao dia e lisina de 450mg também duas vezes ao dia pra diminuir as chances de trasmissão assintomática. Depois de muita conversa, nós optamos por não usar preservativo. Não é um conselho que eu dou pra ninguem, mas essa foi a escolha de fizemos juntos e está funcionando pra gente. Sei que sou uma privilegiada por só ter tido uma única crise e bem leve, mas te digo que dá pra se relacionar com alguém que verdadeiramente gosta da gente apensar do herpes e, na minha opinião, o melhor é contar logo no início, ante da primeira transa.
        O livro do Edu me ajudou muito nessa questão.
        Qualquer coisa, é só chamar.
        Bjs.

      • Mesmo sabendo que seu namorado trm herpes labial vcs praticam sexo oral?
        As minhas crises sao muito fracas, elas aparecem em um dio e no outro ja somem, sao bem pequenas. Acho q pq quando eu peguei como era virgem nao houve uma penetração total, dai acrediro o motivo de ser tao fraca, nao sei posso estar enganada

      • Capitu
        Obrigada por contar sua história…já descobri isso a um tempo, mas agora que me preocupa o início de um relacionamento, talvez por agora querer um rs
        Ainda mais que eu tenho crises muito frequentes, acaba uma vem outra…
        mas enfim temos que seguir né… o que mais me dói é não ter com quem falar, poder conversar sobre isso…ainda bem que eu achei esse site…
        Tinha muitos grilos que foram tirados aqui…
        é sempre bom ouvir novas histórias e ter um encorajamento

        Beijos
        Lu

      • Bia, eu e meu namorado não tenhos nenhuma restrição a qualquer prática sexual desde que nenhum dos dois tenha lesões ou prodromes. E graças a Deus nada disso aconteceu desde que estamos juntos. E o fato das suas crises serem leves não tem nada há ver com vc ser virgem quando foi contaminada ou de não ter havido penetração total.
        Conte comigo.

  40. Oi Edu!
    Descobri a herpes no final de dezembro do ano passado, até o momento ja tive herpes cerca de 08 vezes, e a ultima foi pior que a primeira, foi uma unica bolha enorme, parecia de queimadura e outras menores ao lado, normalmente as pessoas falam que ela aparece no mesmo lugar, a minha aparece em 04 lugares diferentes, ja tomei Enax e o mesmo não resolve, tomava 3 comprimidos ao dia e mesmo assim elas continuaram a aparecer, sempre q sinto qualquer coceirinha passo a pomada aciclovir e mesmo assim não resolve e sempre quando dou fico muito depressiva, o meu humor muda radicalmente. Gostaria de uma sugestão sobre o que tomar e se é normal essa depressão e essa mudança de humor?

    Vi também essa materia: http://hypescience.com/cura-do-herpes-virus-e-removido-da-corrente-sanguinea-pela-primeira-vez/
    Você acha que isso tem sentido? tem algum contato que talvez poderia dar mais explicações sobre isso?

    Desde já agradeço a sua atenção!

    • Oi Priscila ! Passei exatamente pelo que você passou. Tomei Enax e nada , l-lisinia e nada … Estou a dois meses fazendo o tratamento com Aciclovir e estou me sentindo outra pessoa. Fiz em Farmacia de Manipulação e saiu muito mais barato . Passei um ano tendo crises mensais, quinzenais . Fui a um infectologista muito bom na minha cidade e ele disse que esse é o único tratamento efetivo. Edu fala exatamente a mesma coisa em seu livro.
      Um abraço e melhoras !

      Enviada do meu iPhone

      >

    • oi Priscila,

      Como vc tem muitas crises seguidas, vc deveria tentar um tratamento supressivo com aciclovir por um tempo.
      As pomadas com antivirais ajudam um pouco mas não resolvem em nada na freqencia em que as crises aparecem.
      Sobre o Enax… a maioria dos comentários mais confiáveis que vejo, dizem que não funciona.
      Essa doença mexe mesmo com o nosso emocional, principalmente no começo! Como eu falo no meu livro… “Herpes genital é um pequeno problema de pele, mas um grande problema emocional.”
      Depois vou olhar o link que vc mandou, mas já de cara te digo que tem alguma coisa errada… Como pode o vírus da herpes ser removido da corrente sanguínea se ele nunca esteve lá?
      O vírus não fica nunca no nosso sangue… ele se locomove pelas terminações nervosas e ataca as células da pele. Não está no sangue! Somente os anticorpos estão no sangue.
      Abraços,
      Edu

    • André eu tive a confirmação mesmo da hG 2 semanas apos a relação de risco foi quando as bolhas apareceram.
      Mas durante essas duas semanas eu me senti meio estranho, com um sentimento meio de “fraqueza” sabe cansaço.

      Mas n lembro de febre forte nem nd.
      No dia em q tive as bolhas, sentir dor ao urinar, e essa mesma sensação estranha sabe. Mas foi isso, n lembro da febre forte … Só depois veio todo o stress né, a gente sente o mundo desabando!
      Mas a minha resposta é essa.
      Pelo q li sobre em diversos lugares até posso dizer que a minha crise foi branda!
      Sei que existem variedades do virus da hG e a guria que me passou ainda acredita que nao possui ou q fui Eu q passei q ela!
      Até parece piada!
      Ela nao saber o dano que causou na minha vida, mas espero que as coisas mudem uma hra.

      Espero ter ajudado André!
      Um Abraço

      • dant, muito obrigado, ajudou sim amigo, fiz sexo sem presrvativos com uma pessoa e logo apos isso ela apresentou os sintomas, só q ela teve vomitos entre outras coisas q n são normais numa transmissção, eu n estava em crise, e tomo o remedio de forma supressiva a algum tempo, porém me assutei muito, pois ela apresentou os sintomas no mesmo dia. mais muito obrigado pela força amigo tamo junto!

      • Fala André como vai amigo?

        Não tenho comentado aki por um tempo mas como tem passado?
        Como vai a vida depois da HSV?
        Espero que esteja bem!
        Abraço!

  41. Prezados,

    Boa tarde,

    Sou portador do HG há uns três anos mais ou menos, na primeira crise, como meu diagnóstico foi demorado (passei por uns 4 médicos) e todos achavam que era fungo, a crise foi bem irritante. Depois disso passei algum tempo tranquilo até que vieram as recidivas, ano passado eu tive muitas. E fiquei por um tempo fazendo tratamento com aciclovir. Este ano diminuíram um pouco, (continuo na medicação), mas, se eu bobear aparecem. Este final de semana eu dei uma bobeada (foi meu aniversário) e tomei umas a mais na sexta e no sábado, moral da história: Ontem começou a ficar vermelho e a coçar, hoje a vermelhidão aumentou e eu acho que deve aparecer as bolhas. Só que esta crise veio numa região que, até então, eu nunca tinha tido que é a virilha. André, vc sabe dizer se isso pode ocorrer (aparecimento de HG na virilha)? Como sempre faço sexo protegido a minha área de reaparecimento da herpes é a mesma desde que fui contaminado (região pubiana), só uma única vez apareceu no corpo do pênis. Bom, a pergunta é essa, se tem como aparecer na virilha e se alguém aqui já teve.
    Obrigado e saúde a todos!

    • Olá firstman,pois bem, se suas crises sempre são no mesmo lugar e vc sempre faz sexo seguro cara, é importante, mais é possível sim que o virus tenha se manifestado na virilha, até por ser um local bem próximo dos pubianos onde as crises aparecem, minhas crises são sempre no corpo do penis mais conheço pessoas que tem crises na virilha sim, é uma possibilidade, Abraço fica com Deus.

  42. Edu, é possível a pessoa sentir os sintomas como febre, vomitos e etc, no mesmo dia da transmissão. o que vc tem a dizer sobre isso.. por favor aguardo sua resposta.

    • Oi André,
      É possível sim. Porém , pelo que sei, vômitos não são sintomas muito comuns em uma primeira infecção. A febre sim é um sintoma comum.
      Porém, no meu caso não tive febre. Tive uma forte dor ao urinar, vermelhidão, coceira e um pouco de corrimento. Interessante que também não tive bolhas (sintoma mais comum) no meu primeiro episódio. Foi “feio” a minha primeira crise.
      As recorrências nunca chegaram nem perto.
      Abraços,
      Edu

  43. Que bom Dant fico feliz, cara com o tratamento supressivo, e sem nenhum sintomas é ate mais favoravel a relação sem presrvativo cara, estou tendo relaçoes sem preservativos ate o então, mais éh bom revezar um pouco.
    Abraços fica com Deus.

    • Oi André, vi num dos seus comentários que você para de tomar o aciclovir quando vai tomar um chopinho do fim de semana. Eu nao paro não, cara. Tomo o aciclovir (400mg 2X ao dia) e a lisina (450mg 2X a dia) de segunda a segunda e tomo minha cervejinha no fim de semana. Tô evitando chocolate, amêndoas e as outras coisas que tem arginina. Eu só tive uma única crise há cerca de 9 meses e não uso preservativo. Não aconselho ninguém a fazer isso, mas essa foi a decisão que eu e meu namorado tomamos juntos. Ele tem herpes labial e isso facilitou um pouco porque ele entende a dinâmica do vírus. Pra gente tá funcionando.
      Abraços.

    • Obrigado André! é nao tive crises desde a primeira mais ando mtu stressado com a situação… Acho que vou começar um tratamento com anti depressivos para ajudar a dar uma volta por cima dessa situação toda. As vzs a gente nao consegue sozinho neh?

      Boa sorte para nos André! tudo de bom!

      • Dant, pedir ajuda profissional é uma atitude muito inteligente, cara. Se for te ajudar, siga em frente. A gente não precisa vencer isso sozinho.
        Abraços.

      • Capitu obrigado pela força!
        Na verdade eu vim de um emaranhado de situações… fim de um relacionamento conturbado, cuidando da minha mãe que esta com depressão … tentando me equilibrar sabe
        mas essa da herpes foi para fechar a tampa da panela.
        Espero que o vento mude! haha
        Ae chega num ponto que a gente precisa de auxilio não é?
        E sabe o que é o pior? A relação não valeu metade do stress ¬¬
        parecia que foi um negocio marcado para acontecer.
        Bem enfim.
        Bola pra frente que atrás vem gente.

        Obrigado pela atenção Capitu
        Abraços

      • Olá dant! Já estive em sua situação. Difícil?! Tem alguns dias que eu não quero levantar, trabalhar… mas levanto e vou seguindo…ainda com esperança mesmo que muito pouca.. deixo meu email..caso queira conversar. ivinadina@hptmail.com

      • Oi Nana!
        Mtu obrigado pelo suporte!
        É a gente tem que continuar, porque para é pior… eu estou entrando de férias da faculdade em alguns dias e pretendo começar a me excercitar… chutar esse marasmo para o lado e controlar minha vida.
        Agradeço mesmo seu suporte!
        Vou salvar seu email aqui querida!

        Um abraço, fica com Deus!

  44. Ola pessoal, estou desde 12/02/2014 sem nenhuma crise, estou tomando 1000 mg de lisina (metade pela manha e metade pela noite) + 400 mg de Aciclovir.

  45. Olá amigos!!
    Também tenho herpes genital e a alguns meses, sempre acompanho o site e me atualizo…parabéns Edu e aos demais!!
    Minha dúvida é que em 2 anos de herpes só tive 3 crises…Porem minha glande sempre fica com uma parte rosada e nunca some, muda de lugar, aumenta e diminui a intensidade da cor, mas nunca some…A de vocês é assim ou fora de crise é totalmente normal?
    No momento estou fazendo tratamento supresivo 500mg x2 ao dia de L-lisina + aciclovir e não tenho notado diferença..!!
    Obrigado a todos!! Aguardo uma resposta!!

  46. olá dant, tudo bem sim i com vc? espero que sim..
    Bom,estou no supressivo a um mes, e nesse tempo tive apenas 2 relações, a primeira com a camisinha e a segunda sem cara, ela ta decidida a se relacionar cmg sem preservativos, eu ao contrario ja nao quero sempreservativos com tanta frequencia, cara acho que no tratamento supressivo mais o risco é bem menor, mais ainda há o risco, sem preservativo eh bom? éh! e muito, porém sabemos dos riscos, ja iremos carregar um certo fardo, nossas parceiras só de nos compreender ja merecem muito mais que respeito, não merecem essa possivel transmissao, mais acredito que ao menos 3 vezes no mes, da pra transar sem camisinha sim cara, ira preservar o relacionamento,e mudara a rotina de certa forma, hoje por ser uma sexta, acabei de sair de férias, estaremos “comemorando”, sem preservativos,ai ja envolve as precauções, tipo a lisina me ajuda muito, além do aciclovir 400, um centrum e tal, faz 2 meses que não bebo nada de alcool, porem ontem nao tomei os comprimidos e hoje também nao, pois vou vou quebrar as regras digamos assim, boa sorte amigo dant, que Deus o abençoe espero ter te respondido, se precisar to aqui todo dia acompanhando.
    Abraços.

    • Oi gente, gostaria de saber se aqui tem alguma mulher que ja contaminou o seu parceiro? ? Pois eu soube q as mulheres sao mais suceptiveis a esse virus, e os homens tem uma certa resistência! !
      Vcs homens sabem por quem foram infectados, acredito q no momento da transmissão a mulher estava em crise ja q como relatei acredito que vcs tenham uma certa imunidade. Obgda pela atenção. Beijos

      • Oi Bia,

        Não existe diferença de resistência ou imunidade ao vírus do herpes entre homens e mulheres. Ambos podem ser infectados igualmente se forem expostos ao vírus durante o ato sexual.
        O que ocorre é se você é uma mulher, porque você é a parceira que “recebe” no intercurso sexual, isso significa que tem um pênis que pode estar passando vírus para a sua mucosa vaginal através do atrito e sendo assim, a transmissão é mais fácil e eficiente. Por isso só que estatisticamente existe um pouco mais de mulheres com herpes genital do que homens.
        Te muitos homens que também ficam em dúvida de quem pegaram pois ás vezes esse vírus não se manifesta imediatamente ou seu primeiro sintoma pode ser fraco e confundido com outra coisa, e assim a pessoa não faz um diagnóstico correto no começo e só vai descobrir depois quando um dia aparece uma recorrência.
        Abraços,
        Eduardo Rosadarco.

    • André mtu obrigado pela resposta me ajudou muito sim. Eu tenho deixado a auto estima abaixar um pouco mas tudo bem. Com certeza concordo com vc o sexo tem q ser com preservativo. Eu tive a graça d n ter mtas crises desde a primeira e n estou em tratamento supressivo, mas conforme o relacionamento anda vo tomar e buscar sempre camisinha. Mtu obrigado amigo André! Ajudou mtu que Deus lhe abençoe e esteja sempre ao seu lado. Abraços

  47. Grande Edu como esta? cara, venho realizando o tratamento supressivo ah quase tres semanas, e esta sendo ótimo, nao tinha crises frequentes, mais por problemas na empresa e pessoais creio que o stress estivesse influenciando em crises mais frequentes, porém gostaria de saber se mesmo fazendo esse tratamento posso beber uma cervejinha de fds? ex: tomo o aciclovir 400mg duas vezes ao dia até a sexta, caso for beber no sabado eu nao tomo no sabado, ou interrompo na quinta, isso éh possível? acha ser prejudicial a saúde? agradeço mais uma vez grande amigo
    ABRAÇOS!!!

    • André como vai? Queria perguntar para você como vai o relacionamento?
      Sei que vc esta fazendo tratamento supressivo e que suas crises diminuiram.
      Se não for lhe pedir demais gostaria de saber, se mesmo com o tratamento vc esta fanzendo uso da camisinha? como tem sido?
      Estou para entrar em um novo relacionamento e estou meio inseguro com a situação.
      Se vc poder comentar como tem sido para vc amigo eu agradeço.

      Abraços André!

  48. Edu, como vai? Gostaria de fazer uma pergunta sobre suas “crises.” No começo sei que você teve tantas crises em um ano que decidiu conhecer tudo sobre a doença e escrever seu livro. Mas conforme o tempo foi passando, como elas foram acontecendo? e como é hj? Eu tive minha primeira crise em janeiro e depois disso não tive mais nada, não que eu notasse, e não tenho me cuidado muito. Pelo que entendi tem pessoas que não possuem crises frequentes e outras sim … ou aquelas que não possuem crises, podem ter épocas em que o virus vai disparar? Como foi com vc? Se puder responder. Obrigado

    • Oi Dant,

      Exatamente… comigo nos primeiros anos eu tive de 3 a 4 crises no ano, depois em 1999 por algum motivo ficou bem pior, uma crise por mês.
      De alguns anos para cá a minha frequência diminuiu bastante (1 ou 2 no ano). Talvez por que eu tenha mudado meus hábitos, e com o tempo é normal as crises espaçarem (eu tenho isso a 20 anos aproximadamente).
      O caso é que ainda hoje em dia as reativações do vírus variam bastante de pessoa para pessoa e não tem como prever o que pode acontecer.
      Abraços,
      Edu

  49. \ola! fui contaminada por essa coisa no inicio do ano. perdi completamente meu chao, pois era virgem e tive relação com um homem q estava ficando, e ele passou para mim na minha primeira vez, bem fui a uma medica e ela me disse q nao era p se preocupar pois hj em dia todo mundo tem o virus da herpes, porem somente algumas pessoas manifestam. ele disse que ha estudos que comprovam que 90% da população tem o virus, disse que isso nao era doença e que a maioria dos homens eram imunes. e relamente acredito que sejam, pois logo apos me relaiconei com meu namorado e nao usei camisinha, ja que ela me disse q isso se passa quando esta com bolhas visiveis. mais mesmo assim vivo doente, meu psicologico nao consegue me deixar em paz, nao consigo estudar, pelo que percebi a maior parte das infectadas sao virgens, acho que é pq nao tem a imunidade boa ainda.
    enfim nao estou em mente p contar p ngm agora, so me relaciono quando nao estou em crise. fiz tratamento com 3 sessoes de ozonio ai passei 2 meses sem nada, mais hj ela voltou.
    gostaria de saber edu se posso ter relação normal quando nao estiver em crise e se posso fazer ou receber o sexo oral ja que minhas crises aparentemente sao muito fracas. por favor me responda e me ajude o mais breve possivel

    • Oi Nay,
      Eu já te respondi por e-mail…
      Mas seu comentário pode gerar dúvidas em outros então é o seguinte…
      Não concordo com sua médica. Nem todo mundo tem o vírus da herpes genital (hsv2), o vírus de maior prevalência é o (HSV1)da herpes oral. Este sim pode estar presente em grande parte da população adulta. Ambos podem infectar na área genital. Não dá para simplesmente não se preocupar com isso. É claro que herpes genital não é o fim do mundo como parece a princípio, e dá para se adaptar, mas é um assunto que deve ser tratado com responsabilidade principalmente para evitar a transmissão ao parceiro.
      Minha nossa! Como é que uma médica vai dizer que isso não é doença! E pior… que a maioria dos homens é imune! Troque de médica!
      — Não .. a imunidade não está ligada a virgindade. Não … pelo que eu saiba não existem infectadas virgens!? É uma DST.
      — Nunca fazer sexo com qualquer crise presente, nem com preservativo (mesmo que acrise seja fraca!)
      — existe o risco (apesar de bem pequeno) de transmissão assintomática. por isso é recomendável usar preservativo e conversar com o parceiro.
      Att Edu

      • Edu, ela e uma otima medica faz parte do hospital do câncer de barretos. Acho q ela falou isso mais pelo meu estado com q cheguei. Ela quis dizer q os homens tem uma melhor imunidade em relacao as mulheres. Conversando com duas amigas q tem a herpes ela me deram muita força e falaram abertamente com seus namorados e fazem sexo sem camisinha e praticam sexo oral, menos quando nao estao com crises claro. Se uma homem tem herpes e mais facil a mulher se contaminar do que uma mulher que tem herpes e o parceiro se contaminar?
        Espero q essa vacina nao demore 5 anos p sair, pois pelo meu estado nao sei se aguento ate la!!

      • No último ginecologista que fui, desde que descobri a herpes (3 meses), só faltou me expulsar do consultório, dizendo que a herpes não era doença, que não transmitia sem tem as vesículas, que a maioria das pessoas possuíam, que eu não deveria me preocupar, me abster de vida sexual, enfim, muitas coisas erradas. Como já estava muito bem informada, principalmente por esse site, vi que nunca mais consultaria com aquele médico. Insisti na questão da forma da transmissão, para entender melhor, e evitar possível contagio em alguma relação, e ele foi enfático ao dizer, que sem sintomas, não se transmite. Então Nay, cuidado com alguns médicos. Com crtza aqui, temos bem mais esclarecimentos do que em alguma consulta que possivelmente faremos. Não tive nenhuma crise, ainda, de fato, msmo assim não deixarei de tomar as devidas precauções em uma relação sexual, e desde já estou fazendo o possível para manter minha imunidade alta, controlando principalmente o estresse que a herpes traz pra nossa vida.

      • Pessoal,
        Isso é mais comum do que a gente pensa. Eu fui em 4 médicos diferentes (dois ginecologistas, uma dermatologista e um infectologista) e TODOS foram categóricos em dizer que só há contaminação na presença de lesões ou nos dias que antecedem as crises quando o vírus já está na pele (quando já está cocando e vermelho) e TODOS minimizaram situação, dizendo que herpes é muito mais comum do que a gente imagina.

      • Ola isso e verdade. Eles m falaram a mesma coisa. Que so e transmitido no perido em que esta p aparecer. Me tire uma duvida vc e seu namorado fazem de tudo? Ja q ele tmb te herpes na boca ele realiza sexo oral em voce? Tenho fe em Deus q a cura p isso esta tao mais proximo. Ja q esse virus nao e tao perigoso pois nao mata, nqo causa c.a e nao impede quase nada. Nao sei pq eles nao liberam logo esse medicamento.

      • Bia, eu tive uma única crise bem leve. Uma lesão de cerca de meio centímetro que foi embora em duas semanas com o uso do acilcovir. Isso já tem cerca de nove meses. Quando comecei o relacionamento em que estou, contei pra ele e como ele tem herpes labial e conhece a dinâmica do vírus, não achou um bicho de sete cabezas. Nós conversamos muito, eu expus os riscos, mas ele foi categórico em não querer usar preservativo. Diante disso, eu fui ao meu médico ortomolocular (que também tem herpes) e perguntei o que eu poderia fazer para evitar a transmissão assintomática. Bem, embora eu não tenha crises recorrentes e não seja indicação clínica para tratamento supressivo, resolvi tomar aciclovir 400mg duas vezes por dia, lisina 450mg duas vezes por dia, whey protein de uma a duas vezes por dia (1 copinho em 300ml de água). Faço atividade física 5 vezes por semana, procuro não me aborrecer a tôa e evito os alimentos com alto teor de arginina, mas não abro mão do meu chopinho. Mesmo com todos esses cuidados sei que não eliminei a possibilidade de transmissão assintomática, mas reduzi muito. Não temos qualquer restrição em práticas sexuais, desde que nenhum dos dois apresente lesões ou prodromes. Tá funcionando pra gente, mas cada um tem que encontrar o seu caminho.
        Espero ter ajudado.
        Conte comigo.

  50. Boa tarde
    Achei esse site em mais uma procura para tirar minhas dúvidas sobre essa doença.
    E achei super interessante porque uma das coisas que mais me aflige é não ter ninguém para falar sobre isso. Até cheguei a procurar grupos de apoio e nada.
    Descobri que tenho herpes HSV 2 em 2013, isso tem 1 ano exatamente, a primeira manifestação foi dolorosa e bem difícil, tive bolha na boca, nos olhos e na região genital. Fui no médico sem nem imaginar o que era isso, e descobri no exame de sangue. Fiquei desesperada (ainda estou) porém depois dessa, quase não tive recidivas…porém esse ano comecei a ter de 7 em 7 dias…tomava o aciclovir de 200mg de 4 em 4 hrs durante 5 dias…no terceiro dia estava bem melhor, porém continuava tomando…mas quando parava ela voltava.
    E com isso meu desespero aumentou…Não consigo me relacionar com ninguém porque tenho vergonha de contar e não quero passar isso pra ninguém.
    Se alguém puder falar mais sobre o tratamento supressivo…pois acho que vou ter que começar com ele, porque me incomoda demais…
    Força para todos =)

    • Oi Lu,
      O tratamento supressivo serve especialmente para quem está em um período com uma frequência grande de crises.
      Esse tratamento significa tomar os antivirais todos os dias.
      A dosagem recomendada é a seguinte:
      aciclovir 200mg 3x ao dia ou aciclovir 400mg 2x ao dia.
      Lu… se vc quiser informações bem detalhadas sobre tratamentos, como contar ao parceiro, evitar transmissão, etc, recomendo muito meu livro pois o assunto é extenso, mas tem muita coisa que garanto que irá te ajudar bastante.
      E bem vinda ao blog!
      Abraços,
      Edu

  51. Olá EDU e a todos, galera começei o tratramento supressivo na segunda feira, nada de crises. porém uma dor de cabeça insuportável e uma perca no apetite, alguém relata algo parecido? to tomando o aciclovir 400 mg manipulado, se alguém tiver informaçoes agradeço.
    ABRAÇOS.

    • Oi,André!

      Eu apresentei a mesma reação, no entanto foi um período de adaptação . Estou na terceira semana e os sintomas desapareceram! Acredito que acontecerá o mesmo com você !
      Bjs

      Enviada do meu iPhone

      >

  52. Olá Eduardo, quero comprar seu LIVRO, mas não em formato PDF, preciso urgente, no máx. até dia 23/05/14 para S.P., enviei hoje um e-mail para você, favor verificar no SPAM e Lixeira também.
    Abraços,
    Luciana

      • Edu,

        Tenho herpes genital há uns 4 anos. Nos primeiros anos as crises eram bem mais recorrentes, hoje não mais. Comecei um namoro há poucos dias e Deus sabe o quanto foi difícil dizer isso a ele. Entretanto, ontem insistentemente ele quis ter relações sem preservativo alegando que como eu não estava em crise, não poderia transmitir o vírus. Confesso que estou preocupada em tê-lo transmitido a doença. Foi uma transa rápida, mas mesmo assim, gostaria de saber a porcentagem de chances de tê-lo contaminado com o vírus.
        Obrigada!

      • Oi Luana,

        A chance de transmissão assintomática, segundo estudos, é de 3% dos dias do ano. Isso corresponde a chance de estar com presença de vírus na pele mesmo sem sintomas.
        Att,
        Edu

  53. Imagina Edu, sem problemas!

    Lucia, a vacina do Professor Frazer é feita para prevenir aqueles que não foram infectados assim como tratar aqueles que já foram.
    É cedo para dizer, mas pelo que andei pesquisando o professor Frazer não brinca em serviço e agora esta mantendo sua atenção na hsv.
    Por enquanto é isso.

    Abraços.

  54. Bom dia pessoal!
    Noticias sobre a vacina para hsv do Professor Ian Frazier.

    http://www.proactiveinvestors.com.au/companies/news/54864/admedus-has-further-growth-in-sights-following-8m-placement-54864.html

    A fase II ta pra começar antes do final de 2014.
    Eles não tem liberado muita noticia sobre como a vacina funciona ou quais são os planos pra fase II mas acredito que neste segunda fase eles tenham planos de usar a vacina em pessoas que já possuem o virus para saber como elas reagem à vacina, na primeira fase eles usaram pessoas que não tinham tido contato com hsv.
    É cedo para dizer mas ao que indica os planos do Professor Ian Frazer são de limpeza do virus do corpo das pessoas, ou pelo menos, grande alivio dos sintomas.
    Vamos ficar no aguardo.

    Abraços

    • Olá,
      pois é, essa é uma questão que acredito precisamos “segurar” as expectativas. Algumas vacinas são desenvolvidas apenas para pessoas que não foram infectadas. Vamos torcer para que a vacina seja abrangente para todos.

      Um abraço, sigamos em frente.
      Lucia

      • Sem problemas. Em algum lugar vi o professor Frazer falando que caso ocorra tudo certo, em coparacao a vacina gardasil (que foi feita por ele para combater o hpv) esta vacina estaria à 05 anos do mercado, caso tudo corra bem, vamos cruzar os dedos.
        Bom dia para todo mundo;)

      • Desculpem, Não Entendi Direito, Caso De Tudo Certo Esta Vacina Contra Herpes Estaria Disposta Daqui 5 Anos ?

        E outra Pergunta Que Foge Um Pouco do Assunto, Existe Vacina Que Cure HPV no Homem ?
        Pois Eu Tenho os 2. Herpes e Recentemente Descobri o HPV.
        Pessoal Para Quem Esta Mau Só Com a Herpes, Tentem Imaginar Como Eu Estou.

        Estou Pensando Seriamente Em Cometer Suicídio, Pois Minha Vida Perdeu Sentido, Sai da Faculdade e Vou Perder Minha Namorada.

      • Oi Rodrigo,

        Agente firme aí! Sei muito bem como isso pode nos desequilibrar emocionalmente, mas com um pouco mais de tempo vc irá conseguir se adaptar.
        Em relação a herpes genital, garanto que tem jeito de levar uma vida normal com alguns ajustes da nossa parte é claro. Mas no início é normal ser assustador , ninguém está preparado para esta notícia realmente!
        Eu posso dizer que sou um especialista em herpes genital, mas sobre o HPV eu recomendo que vc procure um bom médico… tem como tratar esses dois problemas sim. Vc vai conseguir. Respire fundo, junte suas forças e vá à luta contra esses dois vírus.
        Abraços,
        Edu

      • Olá Rodrigo
        Sinto muito você estar mal assim.
        Quanto a herpes as informações que tenho, que li em algum lugar é que o Dr Frazer afirmou que em comparação a vacina Gardasil, a vacina do hsv, estaria a 5 anos do mercado.
        Quanto ao HPV existe uma descoberta sobre uma possivel cura que tem como base o uso de cogumelos shiitake.
        http://oglobo.globo.com/saude/extrato-de-cogumelo-pode-matar-virus-hpv-frear-tumor-no-utero-11972593
        É recente esta notícia.
        Não se desespere procure manter a fé.
        Espero que vc fique bem.

  55. Olá gente, obrigado pelas palavras capitu e EDU, realmente estou numa fase complicada, a empresa que trabalho ta em uma fase de transissão de produtos ta uma correia mto stress realmente, então capítu tomo 500 mg de lisina mais 360 mg de enax por dia, o aciclovir estou começando hoje o tratamento supressivo espero mesmo que realmente volte a ter poucas reicidivas, porque assim tão frequentes nunca foi comum pra mim, confesso que reatar com minha ex nao ta sendo fácil, ela tem muito ciumes e esta querendo me privar de muitas coisas, aliando isso com o stress na empresa to perdendo feio pro vírus, mais deixa ele cmg rs ABRAÇOS GALERA FIQUEM TODOS COM A GRAÇA DO SENHOR JESUS.

  56. Oi André,

    Cara, que chato isso…..logo agora que vc e sua ex estão reatando………acho que isso pode estar influenciando……vc deve estar muito ansioso. Se vc me permite um conselho…….nessa fase faça uso do Aciclovir supressivamente. Eu tomo dois comprimidos de 400mg por dia e 500mg de lisina por dia tb, mais o whey protein e atividade física 5 vezes por semana. Só tive uma única crise até hj e já faz mais de 7 meses. Além disso, essas providência vão diminuir bastante o risco de transmissão assintomática.
    Boa sorte, irmão.
    Uma chuva de benções para vc.

  57. olá EDU e a todos, n sei oq está acontecendo cmg, pois estou tendo crises de 9 em 9 dias, nunca foi assim, faço academia e as vezes pego pesado, tomava creatina manipulada sem arginina, e tenho uma vida muito regrada, não faço uso do aciclovir supracivo não, mais nao havera outro jeito a nao ser esse.. um abraço a todos…

    • OI André,

      Se suas crises estão muito frequentes, é uma boa idéia vc fazer um tratamento supressivo com aciclovir por um tempo. Vai ajudar sim. Vc pode estar passando por um período de baixa imunidade. Também é bom ficar de olho se não tem outro fator influenciando.
      Abraços,
      Edu

  58. Ola pessoal tenho herpes a 1 ano. Estou tomando 400 mg de aciclovir (manipulado) + 1000 mg de Llisina por dia desde 12/02/2014 e até agora não tive nenhuma crise, já passei alguns dias sem tomar o aciclovir, mas a Llisina eu tomo rigorosamente todo dia.
    Uma vez senti algumas pontadas aguda na região genital, então reforcei a dose tomando de 8 em 8 horas por um dia. e logo passou os sintomas sem bolhas e nem vermelhidão .
    Estou satisfeito, pois tinha crise de 15 em 15 dias..
    Bom… esta funcionando comigo, vou continuar com o tratamento e se tudo ocorrer bem , pretendo diminuir o aciclovir para 200mg diária.

    valeu Edu!

    Valeu pessoal!

  59. Oi , André !
    Obrigada por sua resposta . Acho que depende do organismo de cada um acredito que com 800mg ao dia de Acoclovir vou controlar as crises, aliando sempre a alimentação saudável e a atividade física . Comecei a enxergar esse vírus como um sinal de alerta para cuidar de mim , pois estava 100% focada no trabalho. Mesmo sendo algo negativo , nos obriga a cuidar da nossa saúde !
    Beijao a todos !

  60. boa ciana, mto bom ver que por pior que seje esse virus, conseguiram se unir ao invez de se separar como se é de costume,esse vírus realmente traz serios danos psicológicos pra pessoa, muito mais do que a doença oferece em si, estou fazendo o uso da lisina , e do enax, confesso que ta trazendo bons resultados pra mim, porém ainda é uma fase de testes, tudo oq realça a imunidade é importantissimo no combate a herpes.Bom fico feliz sobre seus relatos ciana que tudo continue dando super certo pra vc em sua vida ok? fike com Deus!

  61. Oi ! Como muitos já falaram, além de um lugar para de desabafar ,aqui é um espaço de auto-ajuda, de troca de experiências. Parabéns pela iniciativa!Gostaria de compartilhar a minha experiência. Conheci meu atual esposo há 6 anos e nos primeiros meses de relacionamento, ele descobriu que tinha herpes.Cheguei a pensar que eu tinha sem saber e havia passado para ele, pois ele disse que nunca tinha tido nada antes. Não pensei em deixá-lo por esse motivo e confesso que não procurei me informar muito do assunto.Minha ginecologista garantiu que só pegaria se ele estivesse em crise. Assim , não usávamos preservativo e em caso de suspeita, não fazíamos nada ! No entanto , há um ano , estávamos há 3 meses sem sexo por crises no casamento, no trabalho , mas tivemos uma noite especial em uma pousada a beira mar e sem qualquer sintoma aparente fui infectada ! Ele nunca mentiu , nunca escondeu nada, mas eu fiquei desorientada ! Achei que nunca iria acontecer …. As crises deles eram só uma bolinha , bem discreto ! A minha foi terrível , com tudo que tem direito. A médica do pronto-socorro passou medicação para fungos o que só piorou a situação! Só depois de 5 dias descobri o que era … A ginecologista disse que só tomasse o antiviral em outras crises com os primeiros sintomas . Acho que tive umas 12 crises em 10 meses . Estava em um processo estressante em uma nova atividade , no qual sou instrutora e eu ia ministrar as palestras sem calcinha . Nessas horas ,sentia raiva dele , mas principalmente de mim … Quando me infectei ele iniciou as pesquisas que nunca havia dado importância . Usamos mms, enax , l-lisinia e nada. Nos últimos dois meses , estava me sentindo ótima, pois havia conseguido um intervalo de 40 dias sem crises com a alimentação e atividade física . Mas voltei a pedalar que é uma atividade que amo. Fizemos um pedal de 5 horas , eu estava menstruada e feriu bastante e eu tive a pior das crises !!! Resolvi ir em um renomado infectologista e ele confirmou o que Edu bem descreve no livro . O aciclovir de 400 2 x ao dia . Ele mesmo disse para que eu manipulasse que seria mais barato. Estou animada e gostei da dica das meninas quanto a menstruação , a minha crise sempre vinha após menstruar ! Só queria deixar a alerta que o risco de contaminação existe e o fato de ser infectada abala em qualquer idade ,e em qualquer circunstância. Mas o apoio , a troca de experiência é capaz de realizar maravilhas . Dessa coisinha CHATA , temos que tirar os aprendizados. Pelo menos o medo do contágio não existe mais na relação e por incrível que pareça , isso tudo nos uniu . Conseguimos superar a crise do casamento e vamos agora aquietar essa doença que não será mais forte que EU . Beijao a todos e estou disponível para conversar .Desculpa pelo longo texto, mas falar é terapêutico !

  62. Após o término de um namoro de 2 anos e meio onde sempre me cuidei, passei uns 10 meses sozinha, até que conheci um rapaz iniciamos um namoro sempre com uso do preservativo, até um dia que resolvi ceder, pois ele reclamava muito que a camisinha incomodava e tal, um homem extremamente cuidadoso, bonito para minha tola imaginação acima de qualquer suspeita. . Passado alguns dias senti uns ardores e disse que naquele dia não havia possibilidade de ter relação, no dia seguinte inchaço na região da vagina, e um carocinho, usei pomada de assadura achando que fosse alguma coisa boba, no terceiro dia eu tinha em torno de 5 feridas, 3 dias sem dormir de tanta dor, urinar era um castigo, consegui marcar um médico e confirmado herpes genital, entrei em desespero, no mesmo dia fui até a casa do meu namorado para conversar, afinal só podia ter contraído dele, passei a semana com o problema sem informar a ele com medo de que dissesse que não contrai dele. O médico me acalmou, disse que talvez ele não soubesse que tem o vírus, e ao chegar na casa dele para conversar, ele me abraçou e ao lado pude perceber uma caixa de pomada Aciclovir, o mesmo remédio que me havia sido receitado, sentei para conversar sem dizer que havia visto o medicamento, expliquei tudo que eu havia passado Sozinha aquela semana, dor, desespero.. e que havia contraído o vírus.
    Ele disse que possui o vírus há 10 anos, e ao procurar o urologista o mesmo disse apenas que era herpes e que devia usar a pomada que com alguns dias iria sumiu. Pois bem há 10 anos ele vive assim, transmitindo o vírus para as mulheres com quem se relaciona, diz que nunca leu ou foi informado sobre o assunto achou que não teria como transmitir, eu sou a única que diz que contraiu, as ex não se manifestaram. Tô com medo, tristeza um mim de sentimentos. Não o culpei, fui clara o erro é meu, podia ser algo pior um híbrido talvez, eu quem devia ter me cuidado, me protegido, a culpa é minha!
    Nosso relacionamento já não ia muito bem, agora me vejo em minha primeira crise de herpes, sozinha, depressiva..só choro, não contei pra ninguém é acho que não vou conseguir me relacionar com mais ninguém por medo de transmitir isso pra alguém.
    Tô arrasada, sem chão e sem ninguém pra conversar.

    • Oi Jake,

      Difícil ele saber que tem herpes genital a 10 anos e não saber que pode transmitir. Pra mim isso parece enrolação para se justificar e evitar ser culpado.
      Ele deveria sim ter te contado, principalmente porque estava insistindo em transar sem camisinha.
      Tudo bem… pode até ser que ele esteja falando a verdade… não posso saber… mas a culpa não é só sua.
      Bom… independente disso, agora vc tem que aprender tudo sobre herpes genital e se adaptar a ela. Não tão ruim quanto parece. Com ajustes é possível conviver bem com isso.
      Quando descobri, a muitos anos atrás, me senti exatamente como vc… sozinho, depressivo, achei que nunca mais iria ter um relacionamento, etc. Isso é normal, agente fica assustado e parece que o mundo vai acabar, mas não é bem assim… vc vai superar.
      dê uma olhada no meu livro : http://www.dosustoaosucesso.com
      Abraços,
      Edu

    • olá jake, bom dia, sabias palavras Edu, como sempre, acho que esse sentimentos todos passamos por eles, uma questão de tempo e auto estima pra superar e fazer as devidas adaptações, o livro do Edu me esclareceu muitas coisas, se você poder adquirir vai ser bom pra você e faça as adaptações pra você, estava a 7 meses sem crise, mas me atacou uma gripe e no domingo ainda meti uma cervejinha pra dentro, rsrs, minha imunidade foi embora, e claro , ela veio com tudo, porem não me alarmei, to bem tranquilo, bom espero que fique bem, abraços…

  63. Obrigado EDU,DANT E A TODOS, tenham sempre a certeza que vcs continuam sendo vcs!, apenas com um probleminha de pele, sabemos que é fo##, porém temos que simplificar a questão para vivermos em paz, que a paz de Deus estejam com vcs, abraço meus grandes amigos!.

  64. Olá EDU, e a todos, Bom como disse em outros comentarios sou jovem 23 anos apenas e a 1 ano portador do vírus, sou separado a cerca de dois anos, tenho uma filha linda e sofria muito com isso, precisava ter minha familia de volta, porém com aparição desse vírus em minha vida tudo se perdeu, a cerca de uns dois meses minha ex mulher me procura com o intuito de reatar nosso casamento, eu claro fugia!porém com dias de conversas e mais conversas marcamos de sair na sexta feira ( santa) diante disso me mostrei forte, e abri todo o jogo pra ela, e gente estou pasmo com a reção dela, chorou e disse que mesmo se eu fosse portador do virus HIV ela ficaria comigo, claro quie ela nao entende e nem conhece o vírus como agente mais expliquei, mostrei o blog do EDU, mesmo assim se mostrou irredutível em reatar comigo,esses ultimos dias tem sido os melhores dos meus ultimos 10 anos, ESTOU TENDO A MINHA VIDA DE VOLTA, EMBORA COM MUITOS AJUSTES COMO DIZ O EDU, PORÉM COMPLETO FELIZ E DETERMINADO, NÃO SE LIMITEM POR ESSE VÍRUS , NÃO TEM O PQ DE FAZEREM ISSO, DESCULPA O DESABAFO GENTE, MAIS FIKA A DIKA, ATÉ QUE PROVEM A CHANCE DE OUTRAS VIDAS, SÓ TEMOS ESSA PRA FAZER AS COISAS ACONTECEREM,
    FIKEM COM DEUS, ABRAÇOS!

    • Nossa andré, que alegria ler seu comentário. Eu te disse viu……intuição feminina. Seja muito feliz e viva sua vida ao lado da sua esposa e da sua filhinha.
      Uma chuva de bençãos pra vocês.

      • oie capitu, vc viu rs, poxa isso ja mudou minha vida, eu n sofria tanto com aHG, agora é como se ela n existisse na minha vida! ter alguém para enfrentar os problemas com vc n tem preço, ainda mais se for a pessoa que vc mais ama na vida, agradeço pelo apoio espero que td se mantem fote no seu relacionamento,pois ngm akie é bicho, todos merecemos ser felizes, esse lance de querer encontar alguém já portador do vírus é furada, nada contra quem segue esse pensamento, mais pra mim n passa de covardia! enfim agradeço o apoio fike com Deus.

    • Que bom que deu tudo certo para vc André.
      Na minha experiência… o impacto deste vírus é muito maior nos nossos próprios pensamentos e devaneios do que acontece na realidade. Que bom que vc venceu isso e falou para ela.
      Abraços,
      Edu

    • André que coisa boa cara!
      Fico muito feliz que tudo esteja dando certo para vc.
      Eu ainda nao tive a sorte de encontrar alguem, o que torna conviver com hG um pouco mais pesado.
      Mas fico mtu feliz de ouvir seu relato.
      Ter alguem que queira ficar do seu lado assim, a qualquer custo é algo que não se acha em qualquer lugar amigo.
      Tudo está sempre nas mãos de Deus.
      Mtas felicidades para vc amigo.
      Abraços

  65. Dant, pesquisei a fundo os componentes dela cara, e éh mto rica em arginina sim, porém na farmácia de manipulação da minha confiança ja encontrei ela manipulada sem a arginina, CUIDADO porque ela na fórmula normal entendo eu ser um risco de aumento nas reicindivas, mais valew a resposta amigo tamo junto!
    abraços

  66. Ola Edu, li praticamente todo o site e vi que realmente voce eh muito informado. Parabens pela iniciativa. Entao, vou te contar um pouco da minha situacao. Li praticamente todo o seu site como ja falei, li relatos de muitas pessoas aqui e em outros sites, como tambem diversas materias e entrevistas sobre o assunto. Eu moro nos EUA participei de um clinical trial para testar um medicamento que os americanos estao tentando liberar no mercado, Durante esse estudo tive que fazer muitos blood draw (coleta de sangue) o que com certeza baixou minha imunidade. tive que ficar no local do estudo por duas vezes, sendo a primeira 3 noites e quatro dias e a segunda vez 4 noites e cinco dias. Antes de entrar para primera vez tive sexo com uma garota sem preservativo. No outro dia entrei no estudo e nos dois primeiros dias percebi uma leve irritacao no corpo do penis proximo a glande, mas nada de cocar ou bolhas. Voltei para casa e depois de uma semana retornei para segunda estadia do estudo, onde realize mas coleta de sangue do que na primeira e senti que minha imunidade baixou, Ai verifiquei que no mesmo lugar que estava vermelho na vez passada comecou a aparecer umas bolhas mas muito pequena, como 3 ou 4. Tambem nao senti ardencia ou coceira, ao mesmo tempo tive essas mesmas bolhinhas um pouco mais uns 3 dedos abaixo do umbigo. Elas estao virando pequenas feridas no momento. Desculpa ser muito longo mas baseado na sua experiencia isso seria herpes genital? alguma outra possibilidade de virus ou bacteria? Visto que nos dois primeiros dias depois de transar com a menina nao apareceu bolhas, o que seriam essas bolhas 3 dedos abaixo do umbigo? e uma outra pergunta…existe algum jeito de saber quando que eu fui infectado, caso tenha sido? Algum tratamento novo que se tenha aqui nos EUA que nao tenha no Brasil? poderia ver isso e passar informacoes para voce. Obrigado pela atencao e parabens pela iniciativa novamente.

    • Oi Roberto,

      -Eu acho que essas bolhas abaixo do seu umbigo são herpes genital sim. Pelo que sei, a herpes pode reativar em qualquer lugar da região genital por onde um “calção curto” poderia cobrir. Isso ocorre porque quando o vírus reativa, nem sempre ele usa a mesma ramificação dos nervos e por isso pode aparecer em outros lugares. Comigo já aconteceu. Mas não também não dá para descartar outra coisa, é difícil eu dizer.
      – Se sua infecção foi antiga e vc não lembra ou não teve uma forte primeira infecção, então não tem mais como saber quando foi infectado.
      Abraços,
      Edu

  67. EDU e toda galera, alguém aqui que treina e faz o uso da creatina? se sim notaram o aumento em reicindivas? a creatina tem forte quantidade de arginina.. nosso inimigo numero 1 kkk respondam ai galera abraços

    • André to pretendendo a voltar a treinar agora …depois da faze de negação da HG…agora é hora de se mexer … não sei de nada sobre o uso da creatina com relação a isso mas vou dar uma pesquisada. Abraços

  68. capitu o igG, PORÉM ACHO POUCO PROVÁVEL ter sido contaminada por sexo oral, paciente com tipo 1 dificilmente contaminam as ganitalias com o msm tipo de virus, o mais comum é que tenha sido via sexo genital, essa preocupaçao realmete é complicada, separei da minhas mulher a mais de dois anos, e nessa contraí essa po**, agora estamos ela se aproxima e eu mesmo à amando me afasto, fujo de todas as formas, vcs ja tem suas vidas a dois e convivem bem com isso, é mais fáci, mais o pior que vc pode enfrentar é o ” comodismo” e relaxar nas preveençoes, nao deixe isso acontecer de forma alguma, altere os meses que irao transar com preservativos, para variar e ajudar no prazer, mais deixar de usar é assumir um risco de culpa que vai além de tudo que nós portadores ja passamos! procure viver bem e elevar essa feliciddade, porém os cuidados cvc ja sabe! espero ter ajudado, estou tds os dias dando uma espiadinha aqui!
    BJOS fika com DEus

    • André, não sei se você já contou pra sua ex-mulher que tem HG, mas se vc me permite um comentário, não deixe de tentar se reconciliar com ela por causa disso. Vocês já tem uma história juntos, ela te conhece e talvéz seja mais fácil, ou menos difícil, conviver com cuidados que essa doença nos impõe. Quanto ao uso da camisinha, admito que não foi uma escolha minha. Argumentei o quanto pude, mas ele está ciente dos riscos e preferiu assim. Nós não moramos perto um do outro e na maioria das vezes só nos vemos uma vez por semana. Estou fazendo tudo que está ao meu alcance para protegê-lo. Resolvi manter o aciclovir de 400mg 2X ao dia e não diminuí a dose, apesar de eu não ter indicação clínica para tratamento supressivo. Incluí 500mg de lisina no meu suplemento vitamínico (manipulado) e estou tomando todos os cuidados possíveis, mas mesmo assim tenho medo, principalmente, da relação não sobrevivier se a contaminação acontecer. Nós que já passamos por isso, sabemos que a teoria é uma, mas a prática é outra..
      Boa sorte pra você.
      Bjs, e fique com Deus tb.

      • olá capitu, então as coisas ficaram dificeis pra essa reconciliação ocorrer, mais está tudo nas mãos de Deus, meu psicológico é forte e fraco ao mesmo tempo, depressão´seria uma palavra forte, mais tdos aki sbem oq to dizendo, bom contudo vivo ben uma vida normal e sadia, minha ultima foi no comecinho do mes, estou pensando em iniciar o tratamento supressivo tbm pra ver o resultado, continue se cuidando, isso é excencial! abraços fike com Deus tbm bjos

  69. Olá rapázes…..André, Edu e Dant,

    Muito obrigada pelas colocações de vocês.
    Estou tentando levar uma vida normal, me cuidando o máximo possível para proteger quem eu amo. Especificamente por mim, a HG não é um bicho de sete cabeças. O que me atormenta 24 horas por dia é a possibilidade de transmissão. Como eu já disse, eu só tive uma única crise há mais de sete meses e foi bem leve. Contei pro meu namorado ante de termos qualquer intimidade. Ele tem Herpes Labial e já conhecia um pouco da dinâmica do vírus, o que facilitou um pouco as coisas. Estou pensando em fazer o exame pra saber se eu sou portadora do tipo I ou do tipo II porque desconfio que fui contaminada por sexo oral. Se eu tiver o tipo I é o mesmo que meu namorado tem e acho que vou conseguir relaxar um pouco, porque nesse caso ele já teria os anticorpos e a transmissão seria mais improvavel ainda. Alguém sabe qual é o exame que detecta se o vírus é tipo I ou II?

    • Sem problemas capitu, espero ter ajudado;)
      Realmente o que mais me encomoda também é a possibilidade de transmissão. É ridículo que os remédios vendidos hoje tem quase 30 anos e que ainda não existe nenhuma forma de vacina pra proteger as pessoas. Por mais que a cura uma hora venha, uma vacina por enquanto que protegesse as pessoas que a gente gosta é algo que já deveria existir. Mas que bom que você já encontrou alguém 😉 boa sorte no seu relacionamento

    • Oi André,

      Eu estou por aqui sempre… é que eu ando bem ocupado ultimamente e atrasei um pouco as respostas dos posts e e-mails.
      Sobre o oxifend… não acredito na maneira como ele supostamente funciona.
      Sobre o enax… é uma cápsula com equinacea e moench… é indeterminado se realmente é eficaz. Nunca encontrei estudos concretos e científicos sobre o uso da equinacea no combate herpes. Existe somente muita informação desconexa… uns dizem que sim, outros dizem que não faz efeito algum.
      Att,
      Edu

      • Pessoal, eu já usei ENAX e comigo funcionou muito bem…Eu só tive 3 crises em 2 anos, porem sempre fica avermelhada a pele, com o uso do ENAX essa vermelhidão quase desaparece…Isso para me já foi um ótimo resultado!!
        Hoje chegou minha pomada OxyFender, comprei para fazer um teste…caso funcione, futuramente postarei os resultados aqui!!
        Abraços a todos e boa sorte!!

      • olá EDU, que bom que está bem , então sempre à essoas ligadas com a venda desses produtos, minhas crises só vem qdo abuso muito dos proibidos, como cerveja e chocolate, tirando isso conttrolo bem com academia e alimentação, possa ser que ajude né, cara vendi meu carro um monza para fazer ozonioterapia, isso no ano passado, por sorte n consegui uma clinica, nos dias de hoje há muitos relatos sobre o falso resultado da ozonioterapia, ja ouviu à respeito? cara hoje sou bem resolvido com isso e vivo super, porém me senti bem melhor com seu blog, tenho ctz que mtos aki tbm.. vê se nao some grande amigo, fika com DEus

      • É André … tem muita coisa por aí que é só para tirar o nosso dinheiro. Eu pessoalmente não acredito em ozônio-terapia, auto-hemoterapia, “vacinas” (ainda estão desenvolvendo), oxyfend, e tem outros.
        As vezes a pessoa se desespera porque acabou de descobrir que pegou herpes genital e acaba usando um desses tratamentos alternativos, sem mesmo saber ao certo de quanto em quanto tempo aparecem suas crises. Aí acham que fez algum efeito positivo.
        O fato é que alguns poucos relatos positivos podem ser fabricados ou de pessoas que misturam esses tratamentos com antivirais ou até mesmo o efeito placebo, portanto sem uma pesquisa correta não dá para dizer que fazem algum efeito.
        Eu mesmo nunca usei esses tratamentos e já tive períodos longos com poucas crises e outros com crises frequentes no início.
        Abraços,
        Edu

  70. Pessoal, uma dica aos recém contaminados: zelem bastante da higiene da região genital (com ou sem crises), isso faz toda a diferença. Procurem sempre tomar banho antes de dormir, lavem e sequem direitinho a região genital (faço essa secagem com o vento de um ventilador), usem sempre roupas íntimas limpas e de algodão, troquem-nas sempre que tomarem banho. Se antes dessa doença cuidavam 100% da higiene, agora cuidem 1000%! Esses procedimentos farão uma boa diferença…

  71. Oi Pessoal,

    Apesar de eu só ter tido uma única crise há cerca de 7 meses, como estou num relacionamento novo há dois meses e como decidimos não usar preservativo entre as crises, resolvi fazer tramanto supressivo para diminuir a possibilidade de transmissão assintomática. Comecei tomando dois comprimidos de aciclovir 400mg por dia, mas lí na internet que o tratamento supressivo pode ser feito com um comprimido de aciclovir de 200mg por dia combinado com 500mg de lisina. Incluí a lisina no suplemento vitamínico que tomo (manipulado) e diminuí a dose do aciclovir para dois comprimidos de 200mg por dia. Será que é suficiente? Além disso, eu faço exercício físico 5 vezes por semana e tomo whey protein, mas tomo um chopinho no fim de semana (coisa pouca) e não durmo muito, cerca de 5/6 horas por noite.
    Como minha primeira crise foi sem prodromes eu tenho muito medo de não saber reconhecer que uma crise está chegando e acabar contaminando meu namorado nesses dias que antecedem o aparecimento das bolhas. Sinto uma ardência constante, mas não aparece nada.

    • capitu td bem?
      entao, pelo que vc falou esta fazendo certo, não faço tratamento supressivo, pq minhas crisees são fracas e sei os prodromes, o acilovir 400 é bem mais forte e eficaz realmente, mais vc esta fazendo uso da lisina e mais o wey, não abuse muito do chopp, com respeito a camisinha ela é essencial, mais se foi acordado entre vcs tudo bem! LEMBRANDO QUE MSM COM ESSA SUPLEMENTAÇÃO E O TRATAMENTO E A CAMISINHA JUNTOS, nao garantem que vc nao ira transmitir pra ele, porém o risco é bem menor, continue com o de 200 mg sempre nos msm horarios que tbm estara se protegendo e protegendo ele,
      abraços, fike com Deus

      • Concordo com o que o André falou.
        Só quero acrescentar o seguinte… é muito importante também olhar bem os genitais antes de qualquer relação. Principalmente se você não sente os prodromes.

        Att,
        Edu

    • Pessoal, acho que estou com herpes. Transei semana passada com camisinha, mas teve um sarro sem camisinha. Há 2 dias comecei a sentir ardência, como se tivessem passado uma lixa na glande e apresentar vermelhidão no local de ardência. Ontem a noite apareceram minúsculas bolinhas vermelhas em cima de onde estava vermelho, mas hoje de manhã desapareceram por completo e a vermelhidão e irritação diminuiu mas não desapareceu. Hoje marquei uma consulta mas só consegui vaga para próxima semana. Eu li que é para tomar o Aciclovir quando aparecem os sintomas. Estou com medo que piore e quero tomar o remédio logo pois ainda sinto irritado e acho que vai piorar. Precisa de receita médica para comprar esse remédio ou é só chegar na farmácia e pedir? Tomo de 400mg ou de 200mg, quantas vezes ao dia por quantos dias? Obrigado pessoal.

      • Oi Evilasio,
        Não é muito correto tomar sem saber exatamente com o que vc está lidando.
        Mas em todo caso é o seguinte… o aciclovir não precisa de receita.
        A dosagem para uma primeira crise, que costuma ser mais forte, é a seguinte: 400mg de aciclovir 3x ao dia durante 7 a 10 dias, ou 200mg 5x ao dia durante 7 a 10 dias.
        Abraços,
        Edu

      • Elivásio se eu fosse você já começaria a tomar o remédio Aciclovir 200mg, 5x ao dia. É só chegar na farmácia e pedir, não precisa de receita. O remédio é bem tolerado pelo organismo, portanto se voce não tiver a doença não vai fazer tanta diferença. Pensa que quem faz o tratamento supressivo toma quase esta dosagem por muitos meses. Caso esteja com a doença, começar com a medicação o mais cedo possível é essencial para evitar o sofrimento da primeira crise.

    • Capitu, achei em um site americano esse texto, sobre transmissões assimtomaticas e as taxas de transmissão com probabilidades.
      Espero que ajude.

      “Transmissão

      Para lhe dar uma ideia realista que demonstra exatamente como muito mais seguro sexo com um parceiro HSV + é , dê uma olhada para os números fornecidos por estudos científicos.

      Ao evitar relações sexuais durante um surto ativa , as chances de transmissão do vírus são de 4% ao ano ( Terri Warren , RN, NP – WebMD , 2005). Sim, por ano , não sessão sexual. Dividindo este valor por 365 dias (ou noites) , o que torna a possibilidade de propagação do vírus em qualquer dia / noite 0,0001 % , ou 1/10 , 000 ( 0,04 / 365 = 0,000109589041 ) .

      Se também for feito o uso de preservativos ou drogas anti- virais , corta essas chances já cambaleantes em meio a 2% ao ano . A possibilidade de propagação de HSV em qualquer noite , então, tornar-se 1/20, 000 . Para colocar isto em perspectiva , você tem uma melhor chance de , literalmente, morrer em um acidente de carro amanhã no seu caminho para a escola ou trabalho (1/18 , 585 ), embora , certamente este “risco” não vai impedi-lo de dirigir. 1 em 18.000 … condução parece bastante seguro, não é? O fato de que você ainda vai conduzir o seu carro (ou andar em carros ) depois de ler este artigo é a prova de que você concorda .

      É legal, embora, porque você estaria certo. A condução é bastante seguro . Apenas lembre-se : ter um parceiro conhecedor HSV + é mais seguro. Se você não está com medo de dirigir, você está concordando com isso por padrão .

      Com o uso de dois simultaneamente [ preservativos e drogas anti – virais ] , que reduz o número de metade , mais uma vez : uma simples possibilidade de 1 % da transmissão do vírus por base anual . Em qualquer noite , nós estamos agora entreter um “risco” de 1/40 , 000. Agora você tem melhores chances de se tornar um atleta profissional (1/22 000). Você planeja assinar esse contrato de milhões de dólares em breve?

      Não penso assim .

      Simplificando : 99% chances são excelentes. Se você tivesse uma chance de 99 % de ganhar na loteria, você iria comprar um bilhete? Você seria louco não . Não há como discutir com isso.

      Portanto, considerando que a única ( verdadeiramente ) coisa garantida na vida é a morte, 99% as probabilidades são tão sólido quanto ele ganha. 96 % é muito assegurando também. Além disso , as pessoas que estão conscientes do seu estado HSV + geralmente tendem a perceber até mesmo o mais suave dos sintomas, incluindo sintomas premonitórios . Devido a isso, eles são muito mais propensos a reconhecer quando um surto está prestes a ocorrer , e , em seguida, pode informar o seu parceiro na hora de bater as taxas de transmissão até a 1-4 % ao ano abstendo-se de sexo temporariamente.

      Para o sexo feminino , as chances de contrair o HSV são ligeiramente superiores , mas não por muito. Idealmente , nós estamos olhando para a prevenção cerca de 98 % em vez de 99% ( “risco” é dobrado por causa do aumento ponto de contato ) . Dificilmente uma diferença significativa no geral, apesar de tudo.

      Pelo contrário, “estranhos” ou pessoas que desconhecem o seu estado , pode ter o surto mais leve que o mundo já tenha visto acabar propagação do vírus , porque eles não têm idéia do que está acontecendo , ou que eles são até mesmo positiva em primeiro lugar . Isto, junto com derramamento assintomático ( geralmente a partir de aqueles que não tomam a medicação anti- viral) , é a forma como a maioria das pessoas realmente obter HSV para começar.”

      Acredito que o medicamento anti viral vai lhe ajudar muito, mas pelo que entendi, saber quando você sentir os pondromes também, e evitar o sexo nestas ocasiões.
      Você parece não ter crises seguidas então acredito que o viral shedding é menor de que pessoas que possuem crise direto.

      Minha opinião.
      Espero que de tudo certo.

      • Oi Dant,

        O risco de transmissão assintomática de 1% a 5% ao ano (Segundo a Dra Terry Warren) quer dizer que o vírus pode estar presente na pele sem sintomas por entre 3 até 18 dias durante o ano.
        E durante esses dias pode ocorrer uma transmissão assintomática.
        Att,
        Edu

  72. Eduardo boa noite,
    Gostaria de saber se existe a possibilidade de ocorrer um falso negativo no exame IGM. Acredito ter me contaminado há aproximadamente 1 mês. Fiz os exames IGM e IGG após 3 semanas da relação de risco, porém os dois exames deram negativos. Já ouvi falar de falso positivo para IGM, mas nunca falso negativo. É possível?

    Já fiz exame de urina e não detectou bactérias, já tomei anti fungo não apareceu nenhum efeito. Senti as dores no corpo, mal estar, e ainda sinto um leve ardor no meu pênis. Não houve formação de bolhas nem vermelhidão, porém logo que comecei a sentir estes efeitos iniciei o tratamento com Aciclovir, o que me fez me sentir melhor. Todos os efeitos que senti indicam muito que seja herpes. Vou repetir o exame esta semana novamente para ver se há alguma alteração no IGM ou no IGG.

    Enfim, há esta possibilidade? E quanto ao IGG?

    Obrigado,

    • Juliano meu caro, é o seguinte eu fiz esse exame cara, inclusive o que distingue os dois tipos I e II, é feito pelo laboratório Hermes Pardini, é caro pra caramba, 180 reais, mas olha só … eu não estou mais nem aí para esses exames, pois depois da minha ultima relação já fazia 3 messes, veio aparecer formigamento em mim em seguida bolhas, e o formigamento não passava, e depois passou e me apareceram bolhas novamente, e mais formigamento dessa vez mais leve, mais uma coisa ininterrupta, todos os dias cara, fiz exame depois de 6 messes contados da ultima relação, deu na faixa de positivo- negativo, ainda não conclusivo … pô não sei o q acontece q n estou produzindo os anticorpos. Enfim, iniciei o tratamento supreaaivo com Aciclovir 200mg 2x ao dia 12 em 12 hs… vamos ver no q vai dar. P.S. Minhas relações foram de camisinha.

      • JULIANO, talvez o fato de vc ainda nao ter tido a aparição das bolhas e etc, faz com que fique na duvida, porém se nada disso ainda ocorreu seria de extrema estranheza se vc portar esse virus, talvez o fato de vc fazer o tratamento msm sem ter tido crises mascara um possivel resultado oficial de seus exames, clinicamenete aconselharia um acompanhemento mais de perto de um profissonal, pessoalmente direi pra vc aguardar uma real crise para saber se de fato é herpes. forte abraço amigo, que Deus esteje contigo!,

    • Oi Juliano,

      3 semanas é muito pouco tempo para fazer o teste. É possível sim dar um falso negativo. O ideal é fazer o teste no mínimo depois de três meses. Eu sei que é ruim ter de esperar esse tempo, mas não tem outro jeito. Até lá fique “de olho”. Mas acho melhor vc se basear mais pelo IgG. O IgM não é muito confiável pelo que sei.
      Abraços,
      Edu

  73. Gente, tenho 22 anos e há cerca de 3 anos descobri a doença! Estou na terceira crise. A segunda foi tão leve que eu nem tomei remédios. Mas agora comecei a trabalhar, não estou malhando, estou me alimentando muito mal, não durmo direito e pra completar tive uma crise de sinusite. Acho que isso tudo desencadiou essa minha terceira crise herpética, né? rs. Fico feliz em poder compartilhar isso com vocês. Nenhum amigo sabe da minha situação e quando tenho crises procuro nem contar pra minha família, medo do preconceito, sei lá. De pensarem que eu saio por aí fazendo “coisas promíscuas” com todo mundo que aparece na minha frente. Sabemos que não é bem assim, afinal, tive e tenho o mesmo parceiro até hoje. Mas as vezes bate uma depre e este pensamento: “o que as pessoas vão achar de mim?” Por isso me sinto bem em desabafar isso aqui com vocês, que certamente entendem o que eu passo. Edu, você podia criar um site de relacionamentos, porque a dor psicológica que enfrentamos é muito grande também. Ah, esqueci de dizer, também tenho HPV, que também não tem cura. Então é isso, pessoal. Beijos e muita saúde a todos!

  74. Olá. Ótima iniciativa a sua de criar um site com essas informações. Você já pensou em criar um site de relacionamentos só para pessoas que passam por esses problemas?

      • EDU, CARA TE TENHO COMO UM IRMÃO NA MINHA VIDA, lamento muito se um dia nunca puder te conhecer, sou potador desse virus a mais de um ano, tenho crises regulares e bem fracas, mais nem sempre, nao faço tratamento suprassivo nem nada, só uso a pomada mediante a crise, to a mto tempo pesquisando a respeito COMO TODOS AQUI CERTAMENTE TBM ESTAO, e queria saber se usou enax? e qual foi o resultado se a resposta for sim. Cara fique com Deus, pessoas como vc são abençoadas por Deus, se é q posso dizer isso, me responda se puder abraço VELHO” amigo,

      • Oi André,
        Obrigado!
        Nunca usei o enax.
        Pelo que pesquisei, a equinacea tem um resultado não comprovado e ainda é duvidoso se é eficaz contra herpes.
        Abraços,
        Edu

    • Site com discussões sobre vacinas
      Pessoal, a quem interessar, tem esse site com informações sobre vacinas, e até um tópico dizendo o porquê de não termos essa vacina até hoje… Na verdade não li tudo, mas o interessante é que o pesquisador está sempre ativo no blog, respondendo às eventuais dúvidas dos participantes.

      http://herpesvaccine.scienceblog.com/

      • vamos ler muito disso ainda pela frente, as pesquisas estão bem avançadas e tenho ABSOLUTA CERTEZA, que vamos encontrar as respostas para nossas vidas.
        abraços a todos.

  75. Não se trata sobre a herpes mas para quem possui hpv ou sofre com a doença relacionada é uma ótima noticia
    http://oglobo.globo.com/saude/extrato-de-cogumelo-pode-matar-virus-hpv-frear-tumor-no-utero-11972593

    E pelo que entendi ele ajuda o corpo a combater diversos tipos de viroses deixando o sistema imunológico forte… nao me surpreenda que possa ser usado contra herpes alguma hora, apesar de eu entender que são dois tipos diferentes de virus.

    Mas mesmo assim não deixam de ser boas noticias.

    PS: tenho interesse na compra desses cogumelos, pois moro em cidade pequena e nao consigo acha-los… se alguem for gentil o suficiente e souber algum lugar agradeço.

  76. Esqueci aqui de questionar se alguém tem reincidências constantes. Tipo, deixou de tomar, aparece. Ou se isso é um fato unicamente meu! Quem puder responder, eu ficaria grato.

    • Edú, se você ou alguém poder me tirar uma dúvida eu também agradeço.

      Eu posso passar herpes para alguém (sempre transo com preservativo), mesmo não estando em crise? Convém informar que as minhas vesículas são na região do pubiana e quando estou em crise ativa eu não transo. Geralmente só pratico sexo quando as vesículas estouram e cicatrizam e o vermelhidão pós crise desaparece. Ainda assim, eu posso transmitir o vírus?

      Desde já obrigado.
      Alguém aqui de Brasília?

      • Oi Firstman,

        -A chance de transmitir herpes genital fora de uma crise ou sem nenhum sintoma é bem pequena mas existe.Chama-se transmissão assintomática.
        O preservativo ajuda bastante, mas como ele não cobre todos os lugares onde a crise de herpes pode se manifestar, ele não garante 100%.
        – Exatamente… não dá para fazer sexo (nem com preservativos) se estiver com qualquer sintoma, muito menos uma crise. Entre todos, esse é realmente o fator principal para evitar uma transmissão.
        Abraços,
        Edu

    • Oi Firstman,

      Pode ter certeza de que isso não é unicamente seu…
      Se você ler um pouco mais aqui mesmo no Blog vai ver que tem bastante gente com esse problema de crises constantes.
      Eu mesmo, teve um ano lá, que tinha todo o mês. Era uma atrás da outra. Foi essa uma das razões quando eu decidi que iria aprender de tudo sobre esta doença e no final escrevi o meu livro.
      Abraços,
      Edu

  77. Oi Edu, vou fazer 2 anos de vírus em maio, e tive só ( graças a Deus ) 4 manifestações, e estou a 6 meses sem nenhuma crise, trabalho e estudo, estao durmo mto pouco e mto mal, me alimento pessimamente rs, e por falta de tempo nao faço exercicios físicos, e nao faço NENHUM tipo de tratamento supressivo, NUNCA tomei enax e nem aciclovir. Tenho medo de tomar e começar a ter crises ( parece loucura )
    Aquela historia, mexer em time que esta ganhando pode por tudo a perder.
    O que você acha ? Tomo ou nao tomo ? Pq quando dou crise e mto fraca tbm e fico longos períodos sem crise nenhuma.

    • Laís, parece até irônico, mas invejável sua condição, quero chegar a esse patamar, estou fazendo o supressivo, pois sempre estava com ardência e isso me tira a paz de espírito.
      Deixa como está, certo. Se eu fosse você só seguia a dieta e dormia bem..

      Saúde!

      • Pois e Lula,
        Acho q vou continuar assim, apenas fazer como o Edu disse, investir em uma boa alimentação, boas noites de sono e exercícios, e acho que e no que eu peco. Somente pensar em um tratamento medicamentoso caso eu comece um namoro ou quando eu for pensar em ter filhos, acho que meu organismo agradece !
        E Lula, forca, nao e Facil nao, mas Acredito que tao logo a gente se livre disso ou pelo menos conseguimos proteger alguem que vai estar do nosso lado, nao e só você nessa situação nao, estamos todos juntos nessa e saber que nao estamos sozinhos, que nao somos os únicos, já conforta um pouco, muito pouco mas conforta hahahaha
        Bjo e saúde

    • Oi Laís
      Tive minha primeira crise em janeiro e até agora não tive reincidências.
      Como chocolate, tomo refri, não malho, e ando meio stressado em razão dessa situação, além disso trabalho e estudo igualmente e pode ser cedo pra dizer mas n crises antes daquela primeira.

      Li em alguns lugares de pessoas q passam até 10 anos sem crise, mesmo pegando gripes ou alguma outra coisa.

      Peço a Deus para que eu seja uma dessas pessoas, pois a principio o virus não se manifestou mais.

      Acho q depende do sistema imunológico de cada um.

      Boa sorte pra td mundo

      • Oi Dant,
        Acredito a seja isso mesmo, o organismo de cada um reage com o vírus de diferentes formas. Que sorte a nossa hem ?
        Mas quando se trata de organismo tudo pode acontecer e mudar, entao, que dure o maximo possível essa reação do nosso organismo só HG 🙂
        Eu demorei 6 meses ate ter uma segunda manifestação, espero q a sua nao volte nunca mais.
        Tenho 2 crises no ano e sempre quando me stresso em nivel incalculável e quando ela aparece, pq nem quando cripo eu tenho crise, entao o meu gatilho e o stree.
        Mas acredito tbm que se desligar um pouco da doenca, nao ficar paranóica, lembrando a forma terrível e nojenta q eu contrai, foi fundamental.
        Acho a o psicológico e um gatilho para crise tbm.
        Bom, espero q vc nao tenha mais crises, torço por isso.
        Saúde pra nos
        Bjo

      • Sinto muito pela forma que vc pegou Laís. Contrair hsv não é nada bom e da maneira que foi com vc espero que esteja bem!
        Pois eh que bom que não temos reincidivas constantes.
        Eu ando bebendo um pouco nos finais d semana e n tenho me cuidado, mas a princípio tudo normal, nenhuma crise desde a primeira q foi em janeiro.
        Sorte a nossa.
        Mas o medo de transmissão é algo que ainda me encomoda.
        Mas com ajuda de Deus tudo se ajeita.
        Esperou que vc fique bem.
        Ficamos por aki.
        Saúde!

    • Oi Laís,

      O aciclovir não vai fazer desencadear uma crise. Quanto a isso pode ficar tranquila.
      Mas se suas crises são fracas e você não quiser tomar, também não vai ter problema.
      Hoje em dia eu também estou com bem poucas crises no ano. Quando aparece, dependendo eu também nem tomo. Em outras, quando sinto os prodromes mais fortes, eu logo começo a tomar. E tomo até quando começa a cicatrizar, pois nesta faze já está quase ok.
      Bom… resumindo… na minha opinião… se não estiver te incomodando muito nem tome… economize esse dinheiro de antivirais. O aciclovir é muito bem tolerado, mas quando menos remédios melhor.
      Abraços,
      Edu

      Abraços,

      • Pois e Edu, estou indo para oito meses e nada de crises graças a Deus, mas mesmo quando dou crise e apenas 1 feridinha e minúscula e sempre no mesmo lugar. Mas tambem, minha primeira crise achei que eu ia morrer hahaha Depois desta primeira, as outras e sempre assim, apenas 1 ferida minúscula no mesmo lugar, e mesmo nao tomando aciclovir e afins com 5 dias some !
        Entao, eu realmente acho que vou continuar a economizar esse dinheiro e fazer como vc disse, investir em dieta, exercício e um bom sono, coisas a eu nao faço !
        Muito obrigada Edu, vc e um anjo

      • Obrigado pelo carinho Laís! Acho que a sua atitude em relação ao que fazer é a mais correta possível. Que pelo menos esse vírus sirva de alavanca para agente sempre cuidar o máximo da nossa saúde física e mental.
        Abraços,
        Edu

  78. Que bom encontrar este site.
    Tenho herpes genital há cerca de dois anos. Fui infectado “de graça”, mas, a sorte minha é que eu sempre usei preservativo nas minhas relações, inclusive nessa que me infectei. Por ter usado o preservativo, a área onde o herpes surge em mim é a pubiana. Muito raramente, aparece algumas recorrências no corpo do pênis, mas são bem brandas. A fase inicial foi extremamente desgastante, fui em 4 médicos, inclusive em uma Dermatologista aqui em Brasília cujo a consulta foi particular, e diga-se de passagem, não barata, mas só obtive o diagnóstico certeiro uns 20 dias após terem aparecido as vesículas/sintomas. Acredito que como demorei para receber o diagnóstico e iniciar o tratamento, as recidivas são mais constantes (lí isso em algum lugar). Para ser sincero, posso afirmar que se ficar sem tomar Aciclovir, Penvir, ou seja lá o que for, tenho crises. Como precaução, fiz todas as sorologias, por solicitação médica e a camisinha deve ter me livrado de outra DST. Mesmo tendo vesículas na região pubiana, ainda assim, não convivo nada bem com esse vírus. Acho desgastante ter que tomar remédio. Mas, é o jeito!
    Lendo alguns relatos, acho que muito das minhas recidivas deve ser pelo fato de que eu vivo em dieta e treino muito pesado na academia, meu desgaste físico é diário. Agendei uma consulta com uma infecto para ver qual a melhor forma para eu entrar com uma medicação supressora, porque realmente estou começando a perder a paciência com os remédios e as quantidades de vezes que aparecerem ao longo do ano/meses.
    Já percebi também que toda vez que eu transo e como a região pubiana recebe muito atrito, é batata dias depois eu iniciar com o quadro inicial de nariz congestionado e moleza no corpo. No outro dia vem a vermelhidão, seguido pelo comichão e as bolhas. Nos primeiros sintomas eu já aumento a dose do aciclovir, mas, ainda assim, as bolhas surgem e demoram uns 7 dias para desaparecerem.
    Está difícil até para eu conseguir um namoro sério, já que toda vez que entro em crise, eu desapareço e fico com vergonha de conversar com meu parceiro e ele me dar um chute. Como muitos já falaram ai, to de saco cheio!
    Queria muito que uma vacina viesse e resolve os nossos problemas.
    Um abraço e muita saúde, a todos.

  79. Ola edu, beleza? , Então, tenho herpes a 1 ano e as crises eram constante, então a 3 meses comecei a tomar aciclovir 400 (manipulado) 2x ao dia, e então nunca mais tive, estou aliviado, ja fiquei 1 dia sem tomar e, outros dias me sentindo bem só tomei 1 comprimido.
    Pois bem, hj fui ao médico para pedir uma bateria de exames pois vou casar e não quero passar nenhum tipo de doença para minha noiva, e ao contar que tomava aciclovir diariamente, o médico não foi muito cordial comigo, disso que não é legal tomar diariamente, pediu para parar com isso, me passo uma pomada (estou com a receita na mão mas não consigo ler, acho q Peuvinir) e , disse que só é para usar nos dias de crise.

    Então e agora?, ja li muita coisa na net, sobre esses tratamentos com aciclovir, comigo esta funcionando, mas perante ao médico estou fazendo errado. oque fazer? procuro outro? continuo tomando, vou atrás de um especialista em doenças virais… e ae ????

    Valeu Edu

    • Oi Ricardo,

      Para mim o tratamento supressivo funcionou também (diminuiu as recorrências) como conto no livro. Tomei por muitos anos.
      Na minha opinião acho que vc deve continuar. Principalmente se está dando um bom resultado.
      A medicina já conhece muito bem o aciclovir por ele já ser usado a tantos anos e o seu uso prolongado em tratamentos supressivos é seguro em condições normais de saúde.
      Interessante que muitos médicos aqui no Brasil não prescrevem um tratamento supressivo para quem tem muitas crises frequentes, ao contrário dos Estados Unidos, onde isso parece ser bem comum.
      Mesmo assim, acho que depois de vc tomar por uns meses, você deveria fazer uma pausa e verificar como fica a sua reativação.
      Tudo é uma questão de custo/benefício. Acho que quanto menos remédios melhor, porém muitas crises em seguida por tempo prolongado acabam com a qualidade de vida.
      Ricardo… tem muitas outras dicas importantes no meu livro.
      Abraços,
      Edu

  80. Eduardo boa noite,

    Acredito que me infectei há umas 2 semanas através de sexo oral, tive sintomas como dores internas no penis perto da glande, dor no corpo e mal estar. Passei a tomar o Aciclovir e me sentir melhor, porém em nenhum momento apareceram as vesículas ou erupções típicas.
    Um urologista me disse que herpes SEMPRE apresentam vesículas (embora acho que o nível dos médico de minha cidade não sejam dos melhores).

    Pode ser que eu não esteja com herpes? Há casos em que a primeira infestação não apresente vesículas/erupções?

    • Oi Juliano,

      Eu posso te dizer até por experiência própria que na minha primeira crise não apareceram bolhas. Tive muita dor ao urinar e vermelhidão, inchaço, coceira.
      Eu só fui descobrir realmente quando tive uma recorrência logo em seguida.
      Ma é o seguinte… também pode ser somente uma infecção fungo ou bactéria.
      Acredito que você vai ter de ficar “sob observação” por mais tempo ou peça um exame IgG específico.
      Att,
      Edu

      • Engraçado que eu não tive nenhuma dor ao urinar, vermelhidão ou coceira. Foram apenas algumas dores no penis, porém pequenas. Em 5 dias começei a tomar o aciclovir e melhorou, mas ainda não passou, mesmo após 3 semanas da infecção. Haja dinheiro pra se tratar viu.

        1- Edu voce saberia dizer quanto tempo demora para o IGM ficar alto quando a gente se infecta, e quanto demora pra baixar também?

        2- Se eu tiver me contminado há bastante tempo, mas o virus resolveu se ativa somente agora, o IGM ficará alto somente agora correto? O IGG ainda estará baixo (acredito que ele aumente depois de uns 2 meses da infecção) ?

      • Oi Juliano,

        1 – Sinceramente não sei. Mas o IgM, pelo que aprendi, não é muito confiável em adultos para o teste de herpes genital. O IgG sim é melhor.
        2 -O IgM é para detectar faze aguda. Mas sério… foque no IgG. O IgG detecta se você já tem anticorpos estabelecidos contra o vírus da herpes genital, ou seja, se você já foi infectado pelo vírus em algum momento você terá anticorpos e o IgG será reagente.

        Att,
        Edu

  81. Edu vi um comentário seu que descobriu a herpes genital muito novo
    mas conforme o tempo foi passando teve varias namoradas até o momento em que é casado.

    consegue me dizer se vc acha que chegou a passar para alguem?
    ou com os cuidados que vc ensina no livro, sempre conseguiu não passar para suas namoradas?

    abraços

    • Oi Dant,

      Sei que não foi transmitido enquanto eu estava com elas. Acho que se tivesse aparecido algo depois, elas teriam entrado em contato.
      Portanto posso dizer que sim… mas temos que saber que mesmo tomando todos os cuidados, apesar do risco ser baixo, ele ainda existe.
      – 90% para evitar a transmissão é o seguinte – Nunca transar com prodromes, sintomas ou crises aparentes, nem mesmo com preservativos. Por isso outra coisa importante é conhecer esses sintomas e sempre verificar os genitais antes de transar. Na menor desconfiança de algo errado não dá para ir adiante. No resto, siga o que coloquei no livro que irá ajudar ainda mais.
      Abraços
      Edu

      • Bom dia Edu!

        Li em algum site gringo depois de um tempo, após a primeira infecção
        a distribuição viral (acho q é isso, viral shedding) da pessoa diminui, é verdade?

        Parece que após 06 meses o viral shedding diminui um tanto
        e após 01 ano diminui mais ainda… conforme as recorrências vão cessando…
        sabe alguma coisa?

        Boa semana
        Abraços

      • Oi Dant,

        “Viral Shedding” tem a ver com a transmissão assintomática. (Presença de vírus HSV na pele sem estar com sintomas aparentes)
        Nos primeiros 6 meses a possibilidade de transmissão do vírus de forma assintomática é um pouco maior (cerca de 10%) depois ela cai para 3% dos dias do ano.
        Isso segundo estudos realizados nos EUA.
        Att,
        Edu

      • Obrigado mais uma vez Edu! Então 3% dos dias do ano é equivalente a quase 2 dias do ano inteiro? Então após 06 meses a transmissão assimptomatica eh de 02 dias do ano..? Com o uso de tratamento supressivo e camisinha da para se dizer que o sexo pode ser “seguro”..

      • Dant… se você estiver fora de uma crise e sem nenhum sintoma, usar preservativo e ainda estiver tomando aciclovir, posso te dizer que a chance de transmitir é extremamente reduzida.
        Porém precisamos aceitar que todo sexo envolve um certo risco, mesmo que seja extremamente baixo.
        Abraços,
        Edu

      • Mtu obrigado por sanar minhas dúvidas Edu. Tu é um cara mtu bacana e com certeza ajuda e da alivio para muitas pessoas. Imagino o que você passou para descobrir tudo isso e como gostaria que existisse “alguem” como você, quando foi diagnosticado. Desde já deixo meu agradecimento à toda sua paciência e trabalho. Abraços
        Dante

  82. Pessoal boa noite!
    Eu peguei herpes genital há 2 semanas, através de sexo oral recebido de uma prostituta.
    Após 2 dias do evento comecei a sentir uma leve dorzinha perto da glande, mais especificamente na parte interna dela, e passei a sentir os “sintomas de gripe” como cansaço, mal estar e dor no corpo. Fui em 2 urologistas e um clínico geral e contei o ocorrido, mas nenhum nem cogitou esta doença. Um achou que era psicológico, o outro que era fungo. Apesar de não apresentar nenhuma bolha ou erupção, e mesmo sem sentir dor ao urinar , achei meus sintomas muito parecidos com a infecção inicial e (imprudentemente) passei a tomar o Aciclovir por conta. Após uns 2 dias comecei a me sentir melhor, a dor no corpo passou após uns 3 dias do início da medicação. A dor na glande sumiu totalmente após uns 8 dias de início da medicação.

    Tenho algumas dúvidas:
    1- É normal não apresentar erupções na infecção inicial? E nas recorrências?
    2- Por tê-lo adquirido de sexo oral é provável que seja o HSV-1?
    3- Há alguma relação entre a intensidade da primeira infecção com o nível e/ou frequência das recorrências?
    4- Caso eu tenha pego o vírus há muito tempo mas ele só se manifestou agora, meu IGM estará elevado?

    Comprei seu livro e gostei muito, realmente falta um apoio para as pessoas que adquirem esta doença.

    Gostaria de dizer também que senti um enorme despreparo do médicos quanto esta doença, um dos urologistas inclusive me disse que não há transmissão de nenhum tipo de doença via sexo oral…quase pedi meu dinheiro da consulta de volta.

    Obrigado,

    • Oi Juliano,

      1- Sim, pode aparecer erupções (bolhas), coceira, vermelhidão na pele, febre, forte dor ao urinar, etc.. isso porque a primeira crise costuma ser bem mais forte.
      2- Sim você pode ter o HSV tipo 1 na área genital. Mas o mais comum é o tipo 2. Para ter certeza tem que fazer o teste de anticorpos IgG. Mas é melhor fazer depois de 3 meses.
      3- Boa pergunta. Acredito que não.
      4- O IgM não é muito confiável… faça o IgG.
      Abraços,
      Edu

  83. Pessoal tenho herpes genital a cerca de 1 ano e meio e de uns meses pra cá nao to conseguindo mais ficar exitado e quando consigo nao dura muito , tem relação com o virus ??pois isso começo depois que peguei alguem já passo ou passa por isso ?

    • Oi Ricardo,

      A herpes genital não cria problemas físicos em relação a ereção ou excitação. Mas pode criar problemas emocionais.
      Consulte um médico sobre isso… pode até ser redução hormonal.
      Abraços,
      Edu

  84. Olá Pessoal, Eu Descobri Que Tinha Herpes Genital há Cerca de 4 Meses, Estou Muito Ansioso e Esperançoso Quanto a Descoberta Da Cura, Porem Cada dia Que Passa Me Sinto Pior, Pois Tenho Medo de Ter Passado Para Minha Namorada, Ela irá Fazer os Exames Dela, Vou Ficar Muito Feliz se Ela Num Estiver Contraído de Min.

    E… Edu, Uma Pergunta Para Você:

    Edu Você Tem Alguma Ideia de Quando Irá Se Concretizar a Descoberta da Cura ? A Partir dai, Quanto Tempo Chegará ao Brasil ? Quanto Irá Custar ? Poderemos Importar Esse Medicamento ?

    Vocês Num Fazem Ideia de Como Estou em relação a Isso,
    Eu Não Sou Rico, Mas Pago o Quanto For Para Me Livrar Dessa Doença.

    Há e Outra Curiosidade, Um Tipo de Cirurgia a Laser Num Seria Um Opcional ?

    At.

    • Oi Rodrigo,

      Não tenho como saber quando chegará a cura, porém vários estudos e pesquisas estão sendo feitos neste exato momento no mundo.
      – Nenhum tipo de cirurgia serve para tratar herpes genital.
      Recomendo que você leia o meu livro… vai tirar muitas das suas dúvidas e te ajudar bastante em se adaptar e conviver com esse vírus enquanto aguardamos que a cura aparecça. Clique aqui para ver o site do livro.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  85. Edu , tenho erpes a 1 e meio , minhas crises sao frequentes procurei varios medicos já e sempre usaram o mesmo remedio , conhece algum remedio que evite um poko mais a aparições ?? obrg

    • Oi Ricardo,
      Eu acredito que o melhor resultado vem quando agente combina várias coisas juntas.
      Basicamente… tente o seguinte:
      – Tratamento supressivo com aciclovir.
      – Tomar Lisina / diminuir alimentos com Arginina.
      – Dormir suficiente e bem.
      – exercícios moderados.
      – Diminuir o stress emocional (muito importante)
      – Vitamina C ou um suplemento 3x por semana.
      Mais detalhes sobre isso no meu livro além de muitas outras coisas importantes.
      Abraços,
      Edu

      • Ricardo se eu começar tomar esse protexid será que ajudara pois vi muita gente comentando que ajuda ? e voce conhece alguem que ja tomou e surtil reseultados ? to desanimado pra caramba nao aguento mais toma remedio
        :/ , obrigado edu .

  86. Cada dia que passa diminuem minhas espectativas de casamento, constituir família e todas as outras coisas normais de um ser (tenho 24 anos), tudo por conta dessa doença…. Estou muito triste, depressão gente! Queria muito que descobrissem a cura dessa doença, muito mesmo… Abraço pessoal!

    • Fernando, nao entre nessa de que sua vida acabou não!!! Não sei qual é a frequência das suas crises, mas dá pra ter uma vida relativamente normal, se a gente se cuidar e se encontrar alguém qu goste de verdade da gente. E se não gosta de verdade, é melhor deixar passar. Eu sou divorciada, já me casei e já tive meus filhos. Meu momento de vida é muito diferente do seu, mas eu também sofri muito quando descobri a doença. Eu tomo o acyclovir diariamente, faço exercício físico 5 vezes por semana, tomo suplemento vitamínico com lisina, whey protein, mas tomo minha cervejinha no final de semana e já estou há mais de 6 meses sem ter crise. Tenho um namorado que entendeu o meu “problema” e levamos uma vida bem normal. Ele tem herpes labial e isso facilitou as coisas pq ele já entendia um pouco do assunto.
      Fique firme…….vc é muito mais do que um vírus.
      Abraços

    • Oi Fernando,

      Eu fiquei assim como você quando descobri que tinha pego herpes genital. E eu era ainda mais novo que você quando aconteceu. Conto tudo no meu livro.
      Mas é o seguinte… esses pensamentos de que a nossa vida acabou, que não iremos encontrar ninguém que nos queira com esse vírus, o medo de rejeição, etc… é muito normal. Mas vai diminuir com o tempo e a medida que você for aprendendo mais sobre isso.
      Hoje eu sou casado, tenho um filho, no passado tive várias namoradas… ou seja, claro que agente tem que se adaptar a algumas mudanças e ajustes terão que ser feitos, mas dá para levar sim uma vida normal. Acredite.
      Um grande abraço
      Edu

    • Tbm me sinto assim, sou nova e quando descobri tinha 20 anos e so tive um parceiro na minha vida. É horrível mesmo! Tô na minha terceira crise exatamente agora e quando isso acontece a expectativa de ser mãe e construir uma família é quase zero! Dá maior depre mesmo. Mas força e vamos à luta!

      • Oi… vc pode ter família sim e com certeza ser Mãe também! A herpes não te impede disso. O impedimento muitas vezes está dentro dos nossos próprios pensamentos.
        Temos que nos adaptar e viver o melhor possível. Não deixe este problema bloquear seus sonhos.
        Bjs

  87. Uma dúvida amigo Edu, nas relações sexuais que teve com sua esposa ao longo desses 11 anos, foram todas com preservativos, só usa quando tem crise ou não usa? Desde já agradeço a sua grande ajuda! Abraço.

    • Oi Paulo,

      – Eu transo com a minha esposa sem preservativos. Menos na fase em que ela não estava usando nenhum anticoncepcional por motivo de saúde e aí sim mas era mais para evitar a gravidez.
      – NUNCA transar (mesmo com preservativos) se você estiver com uma crise ou sintomas prodromicos ou mesmo uma desconfiança de que tem algo errado. Isso é muito importante.

      Mas o casal deve saber que existe a possibilidade de uma transmissão assintomática, a chance é baixa mas infelizmente existe.
      Sendo bem sincero… não dá para usar preservativo o resto da vida. Mas devemos ser o máximo responsáveis com isso e a decisão deve ser tomada pelo casal em conjunto. (casados ou namorados)
      Abraços,
      Edu

  88. Edu …desculpe a pergunta mas sou novo ” com este presente de grego” e fico pensando sobre as duvidas … se achar que não pode responder tudo bem … é possivel fazer sexo sem camisinha com parceira e não infectar ela… li o que vc disse que pode haver a transmissão assimtomatica e tal … mas vc no caso faz? ou é sempre com camisinha fazendo tratamento supressivo e etc… gostaria d uma opinião sua … ou d mais alguem que tem parceiro e quais os métodos que julgam “seguros” para fazer sexo e proteger o parceiro.

    Um abraço e sorte pra td mundo.

  89. Nossa Gostei das dicas! tenho Herpes genital, aparece carocinho e desaparece, não sofro como relatado por alguns colegas.. não tomo nenhuma medicação. No entanto não sei de onde fui enfeitada já que não tive relação sexual, ou seja virgem e qdo apareceu estava a mais de ano sem namorado quer dizer sem contato, aquelas meninas romanticas quer qr casar só uma vez…Eu ficava me perguntando – Essas meninas transam com qualquer um e eu… e vem tudo aquilo a fé diminui… quer dizer sem contato, acredito que tenha pego de alguém.. As pessoas devem ter cuidado. Andei pesquisando e tem casos como o meu e são difíceis de acontecer. Ainda bem que eu namorava e a mae do namorado aceitou e ele por me conhecer a muito tempo tbm pq eramos amigos a mais de 2 anos e ele me conhecia, qdo ele resolveu se declarar e eu aceitei.. apos 4 meses fiz o exame qdo contei o mesmo acreditou, namoramos algum tempo mas nao demos certo não tive relação sexual com com o mesmo, e preferi terminar pq sempre tem uma disconfiança, temos contato ate hoje, e ate hoje temos uma amizade, axo que foi Deus que colocou para ser minha fortaleza naquele momento…

  90. Olá Edu, comprei seu livro esta semana…muito muito bom, parabéns pelo conteudo!!
    Eu fiquei com uma dúvida em seu caso especificamente…Me diz uma coisa: Você absteve-se de receber sexo oral após ficar sabendo que tinha herpes? Abraço!!

    • Oi Thiago,

      É muito difícil o HSV tipo 2 infectar a área oral do parceiro. Muito raro mesmo. E quando acontece não costuma criar recorrências.
      Por isso, para quem tem o hsv tipo 2, receber o sexo oral tem baixo risco de transmissão para o parceiro.
      Mas é claro que nunca se deve fazer nada se estiver com algum sintoma ou com crise aparente. E vc tem que saber o tipo de vírus que te infectou genitalmente.
      Não pode esquecer que por outro lado se a parceira que estiver fazendo tiver herpes labial pode passar para o seu genital mesmo que você já tenha o hsv 2. Mas a infecção por dois tipos também é mais rara.
      Abraços,
      edu

      • Cara…..vou dormir 50 anos luz mais leve…rsrs….Muito obrigado por esta informação…achei que iria ter que me abster disso…só mais uma dúvida Edu…Qual exame especifico que faço para comprovar qual dos dois tipos eu tenho?
        Abraços!!

  91. Segundo informações que li em algum site a vacina do dr frazier se mostrou 100 eficiente em animais tanto para proteger como para eliminar o virus.
    Agora, não estou falando que pode ser uma “cura” ou não … mas quem sabe uma grande forma de alivio dos sintomas
    protegendo as pessoas que a gente gosta de possuirem essa coisa já é um grande começo.

    Fiquei feliz em ler tb Edu em algum post que fazem acho q 11 anos que você é casado e não passou para sua esposa… espero q os métodos estejam no livros… fico mais aliviado em saber que da pra proteger o parceiro por tanto tempo.

    Abraços e olho no Dr Frazer.

    • Isso é correto sim. Eu estrou com a minha esposa a mais de 11 anos e ela não pegou.
      Porém, o último teste dela já faz uns anos e deu negativo, mas mesmo assim, de lá para cá, ela nunca apresentou nenhum sintoma.
      Abraços

  92. Edu, cara, preciso falar com você. Você tem Facebook? Passa pra gente. Estou muito abalado psicologicamente. Preciso de alguém pra conversar. Por favor cara. Se você pudesse me passar um Tim pra eu poder te ligar, seria melhor.

  93. oi Victor,

    você falou que melhorou bastante depois da academia.
    Mas gostaria de saber se você pega “pesado” na musculação? por que as vezes penso que exercicios com intensidade pode ativar o vírus.
    – 3 aciclovir por dia de quantas mg?

    • oi paty,

      bom o começo peguei bem leve, so esteira pra perder peso e alguns exercicios leves foram quase tres meses assim, até que consegui perder 8 kg com ajuda de termogênico, rsrs, depois comecei um treino de ganho de massa muscular que já é um treino mais pesado e isso ja fazem 9 meses, e quanto ao aciclovir tomo 3 por dia de 200g, as vezes até esqueço de tomar, rsrsrs. esqueci de colocar que tomo também um multivitamínico power vita, espero ter ajudado.

      • Que bom Victor! Vou pegar pesado na academia sem medo! rsrsrs

        O aciclovir que toma é o manipulado ou de farmácia comum?
        Tomo o manipulado, mas sinceramente, acho que não tem efeito.
        Vou começar a tomar o de farmácia comum.

      • Paty, é de farmácia, geralmente compro em farmácia popular, aqui ta na média de 12 a 16 reais, isso em dezembro quando comprei, não sei agora, abraço!

  94. edu para vc qual a expectativa dessa nova vacina, na sua opniao vai leva uns quantos anos pra ela chega no brasil, e pra nos que ja tem o viruz sera que ela vai ajuda a pelos menos prolonga os aparecimentos

  95. Ola edu, gostaria que vc, se puder me passe essa informação pois não queria mais pagar uma consulta so para saber dessa informação.Bom tenho herpes e quando me consultei pela primeira vez, o medico me passou penvir e o outro me passou herpstal, ,mais agora eu tou quereno tomar o aciclovir so quando tiver com crises. Então qual a dosagem certa que voçe me indicaria para eu comprar …ficarei grato pela resposta se possivel.

    • Oi Carla,

      Saliências? São bolhas devido a herpes labial?
      Se for herpes labial, o melhor a fazer no caso em que já surgiram as bolhas, é tomar o antiviral aciclovir em comprimidos, manter o local seco (se puder) e aguardar a cicatrização.
      Mesmo assim é muito importante você ir ao médico para ele avaliar seu caso específico. Se for sua primeira crise, isso pode exigir cuidados maiores.
      Desculpe mas é difícil eu poder te ajudar mais por aqui com essas poucas informações… o ideal é vc marcar uma consulta médica com um dermatologista.
      Atenciosamente,
      Edu

  96. Boa noite, Edu!Primeiramente, parabéns pelo site, com conteúdos esclarecedores e muito bons. Tenho Herpes gentital e gostaria de saber quanto tempo o igm fica ativo no organismo da pessoa. Além disso, gostaria de saber se é possível fazer exame de sangue da seguinte maneira: herpes 1 igg e igm, separado do herpes 2, igg e igm respectivos. Obrigada pela atenção.

    • Boa noite Aléxia,

      É bom esperar pelo menos 3 meses para fazer o exame IgG , para dar tempo de os anticorpos se estabelecerem no organismo. Se fizer antes disso, existe a possibilidade de ocorrer um resultado “falso negativo”.
      Sim, é possível fazer o exame para o tipo específico do vírus, mas não tenho certeza se fazem isso separado.
      Abraços,
      Edu

      • Ué… fazem Edu, fiz no laboratório hermes pardini, MG . Mas, não é necessário ir lá, os laboratórios terceirizam o exame, enviam para lá.
        Você mesmo comenta em seu livro a possibilidade de detectar anticorpos para o tipo I ou tipo II em separado no capitulo que fala de gravidez. Vc falar assim, se a grávida for HSV 1 positivo e HSV 2 negativo, se for HSV 1 negativo e HSV 2 negativo…. e assim vai citando a melhor forma de evitar a infeção durante a gestação.
        O exame existe sim, é um pouco mais caro entorno de 150 reais, isso varia de.laboratório para laboratório, 4 messes é conclusivo a produção de anticorpos IgG, o IgM, não é muito confiável, são os primeiros anticorpos a serem produzidos e logo depois e feita a soroconvercao em IgG q permanecem pelo resto da vida na corrente sanguínea, é a chamada cicatriz imunologica.

      • Edu meu nome é andre n to consigo participar do blog cara cadastro e tal, mais se ler esse comentario me diz oq vc tem a dizer sobre o ENAX?

  97. grande Edu, sempre nos trazendo grandes e boas noticias sobre essas doença, o que faz com que nos encorajamos mais e vontade de seguir em frente, estou a quase 5 meses sem nenhuma crise, ufa ainda bem, só pra encorajar a galera, faço o tratamento supressivo 3 aciclovir por dia, além da academia que eu acho que foi imprescindível nessa mudança, faço a suplementação de whay protein, bcaa e vaso dilatadores, vez ou outra ainda sinto o podrome( NÃO SEI ESCREVER ESSA PALAVRA, RSRS), mas nada vem, rsrss, AINDA BEM… sucesso a todos galera.

    • Ola edu, beleza? , Então, tenho herpes a 1 ano e as crises eram constante, então a 3 meses comecei a tomar aciclovir 400 (manipulado) 2x ao dia, e então nunca mais tive, estou aliviado, ja fiquei 1 dia sem tomar e, outros dias me sentindo bem só tomei 1 comprimido.
      Pois bem, hj fui ao médico para pedir uma bateria de exames pois vou casar e não quero passar nenhum tipo de doença para minha noiva, e ao contar que tomava aciclovir diariamente, o médico não foi muito cordial comigo, disso que não é legal tomar diariamente, pediu para parar com isso, me passo uma pomada (estou com a receita na mão mas não consigo ler, acho q Peuvinir) e , disse que só é para usar nos dias de crise.

      Então e agora?, ja li muita coisa na net, sobre esses tratamentos com aciclovir, comigo esta funcionando, mas perante ao médico estou fazendo errado. oque fazer? procuro outro? continuo tomando, vou atrás de um especialista em doenças virais… e ae ????

      Valeu Edu

      • Caro ricardo tambem faço tratamento com aciclovir, mas nao todos os dias, meu medico indicou toma quando estou sentindo os sintomas um pouco antes das crise, uso tambem o Leucogen uma vez a cada 2 meses e malho todos os dias

      • Ricardo. …. contrai herpes há três anos. Foi terrível…. mas estou pasmo com os comentários aqui. Raramente tomo aciclovir (tipo 1 vz a cada 6 meses 1 comprimido). Só me habituei a não ficar com fome para não dar sopa ao azar. Não bebo álcool e como muitas frutas. Será que sou exceção? Boa sorte no casamento.

      • Oi Celso,
        A frequência de crises varia muito de pessoa para pessoa, bem como existem fazes que para uma mesma pessoa, o vírus pode se reativar mais, e outras, em que ele pode passar um bom tempo sem aparecer. Posso te dizer isso também por experiência própria.
        Abraços,
        Edu

      • A lisina é a chave da cura. o defeito do vírus no seu corpo está na sua alimentação. corta os alimentos com alto nível de arginina e adiciona o máximo de alimentos com lisina. Quando seu organismo estiver dotado de lisina o vírus sera enfraquecido ao ponto de sumir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s