Os números de 2014! Feliz Ano Novo a Todos!

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

O Museu do Louvre, em Paris, é visitado todos os anos por 8.5 milhões de pessoas. Este blog foi visitado cerca de 75.000 vezes em 2014. Se fosse o Louvre, eram precisos 3 dias para todas essas pessoas o visitarem.

Clique aqui para ver o relatório completo

67 respostas em “Os números de 2014! Feliz Ano Novo a Todos!

    • Oi Josy,
      Uma vez fiz parte de um grupo mas não gostei:
      -muita informação errada e eu não tinha como ficar corrigindo
      -tinha gente com intenções de venda de produtos duvidosos e enganosos.
      Por isso desisti e não recomendo.
      Abs
      Edu

      • Oi eu achei um número em um dos post , gostaria de saber se é seu. Pois gosto muito das suas postagens. Eu tenho herpes e quero engravidar e estou tentando reunir o máximo de informações, que eu conseguir.

  1. olá edu faz 9 dias que descobri herpes genital,estou desesperada
    começou uma crise bem branda , com apenas umas bolinhas, porém hoje
    observei varias bolinhas na virilha, tbm tive umas coceiras no pé e braço que já passaram,
    é normal mudar de lugar?

    • Oi Sol,

      Acredito que a coceira no pé e no seu braço não está relacionada com a herpes. O vírus não costuma aparecer em regiões fora da área genital, mas pode aparecer uma crise em na área onde um calção curto cobriria.
      E sim… dentro da “área genital”, a crise pode aparecer em lugares diferentes.
      Att,
      Edu

  2. Boa noite edu…MT legal a sua iniciativa…e td MT novo pra mim e desagradeveu pertubador etc…meu medico diagnosticou com herpes genital a um mês eu antes de saber oq era já estava depressivo… mas porem não viz o exame ainda pois o medico nem ia passar eu q pedi…pelo q eu tenho lido bate os sintomas…MT triste com a noticia ainda mais sabendo de QM eu peguei e como…acho q foi corvadia da pessoa…andei percebendo ela e acho q ela já sabia q tinha…medico passou o tratamento de uma semana e dei uma melhorada…mas não sabia q bebidas alcoólicas ativa a doença… bebi e estou passando pela uma crise de MT dor na região …sou fumante e pelo jeito isso tbm prejudica? Estou Mt depressivo… oq devo fazer pra amenizar essa crise?

    • Oi Marcos,

      Na verdade o que o álcool e o fumo fazem é prejudicar o nosso sistema imune, que justamente é uma peça fundamental para o controle das crises e reativação do vírus da herpes. Recomendo o meu livro…inclusive pode te ajudar a mudar seu pensamento sobre isso e diminuir o sofrimento emocional. Garanto que irá te ajudar.
      Um Abraço,
      Eduardo Rosadarco

  3. O livro do edu ta me ajudando muito Eloit, Super indico. Edu Parabéns pela iniciativa de criar esse blog pq nao sei oq seria de mim sem a sua ajuda e a de todos q estão no blog, cada depoimento q eu vi me deu forças pra continuar.

  4. Tenha calma Eliot , tenha fé pq todos q estão aqui ja passaram por isso. Também sou nova nesse assunto de herpes mas vi muitos depoimento de pessoas q estao casadas e tem ate filhos Eloit. É difícil é mas estamos aqui juntos nos ajudando. Bjus e abraços

    • Oi RLV,

      Sim, é bom.
      Pode tomar todo dia sim porque o excesso de vitamina c é eliminado pelo organismo, porém o zinco tem que ver a dosagem diária correta para não ultrapassar. Zinco é muito bom para imunidade, mas como qualquer outra vitamina, se tomar em excesso pode prejudicar.
      Na minha opinião… tome um dia sim outro não.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  5. acabei pegando essa imundice :/ tenho 19 anos , estou naquele período de que minha vida parace está acabada quem nunca se sentiu assim ? , poxa eu era para esta curtindo minha juventude .. e agora estou aqui lamentando . As autoridades estão cagando para nossa doença , nunca vi nenhum programa de prevenção (como vão previnir também ? até com uso de camisinha essa imundice pega e sem a pessoa saber que tem ) Não posso conta isso a ninguém , ( minha familia já notou q estou diferente ) ( nem consigo pensar em como me relacionar , se eu peguei esse troço com tanta facilidade assim , passarei tmb com a mesma ) nesse momento q estou escrevendo isso , estou de luto .. pela minha vida , meus sonhos .. Vou ter isso todo mês porq o gatilho é o stress , como não fica chatiado e estressado ? não tem como .. sobre a cura , queria que fosse verdade claro que um dia vão achar ( mas acho que se alguém quisesse mesmo já tinha achado , não acha que eles vão perde tanto dinheiro com a venda desses remédios e tratamentos vagabundos ? que tem aí para vender ? pelo menos eles poderiam fazer um tratamento melhor e mais eficaz) vou tenta remar e viver a cada dia de uma vez . queria escrever o dia todo aqui mas sei q não dar .. Muitos sentimentos e revolta ( o pior momento e quando eu acordo não tô conseguindo dormir tanto só penso nisso.. só vivo isso e claro , aquelas dores que se sente … Já não basta a dor sentimental ) uma hora talvez vou saber como lidar melhor com isso , vou comprar seu livro .. mas vou fica aqui nessa fossa por um bom tempo e aprender como meu corpo vai se comportar , peguei isso a pouco tempo

  6. gente se alguém intensar hj comprei aciclovir na farmácia do trabalhador do brasil a 15 reais e se comprar três o quarto ainda sai de graça. é o genérico do laboratório neo quimica. achei muito bom, porque antes eu tava comprando a 40 reais a caixa.

  7. Oi Edu! Recebi meus exames, como já esperava igg reagente e igm não reagente, pq será q o igm deu não reagente, se já tenho a uns 15 anos?
    Ah é o laboratório não faz a separação dos tipos , para saber se tenho dó tipo 1 ou 2, pareciam q nunca tinham ouvido falar, assim como a minha ginecologista!
    Gostaria de saber se alguém de fortaleza sabe de algum laboratório que faz esse exame?

    • Ola Edu !!!! Me apaixonei pelo irmão do meu melhor amigo ,, ambos estamos cada vez mais apaixonados …. Certo dia ele resolveu contar que tem herpes ,, eu recebi essa noticia na boa, além disso, não pretendo terminar uma relação que me deixa muito feliz por conta de uma doença , ainda nao tivemos relação sexual, e ate agora ele nao teve crises, sei que a melhor proteção eh usar preservativos… Minha dúvida !!! É possível contrair o vírus pelo beijo ???

      Abraços !!!
      Anna

      • Oi Ana,

        Ele tem herpes genital ou herpes labial?
        É o seguinte…Herpes genital só se transmite através de sexo genital. Por exemplo, mesmo que ele estivesse com uma crise na área genital, ele não transmite pela boca.
        Porém se a pessoa está com uma crise de herpes LABIAL, é claro que pelo beijo vai transmitir. Ana, recomendo muito meu livro para vocês. Tenho certeza de que irá ajudar.
        Abraços,
        Eduardo Rosadarco

      • Oi Edú, obrigada pela resposta! Mas é o nome do exame que diferencia de vc tem otipo 1 ou o 2, vc sabe? Para facilitar a pergunta para o laboratório…

      • Oi Dominic,
        O exame é o mesmo (IgG para vírus HSV) mas tem que pedir para tipo específico de vírus.
        Aqui no Brasil existe uma certa dificuldade de encontrar laboratórios que façam o exame IgG para tipo específico.
        Nos Estados Unidos o exame para tipo específico é bem comum de ser feito.
        Att,
        Eduardo Rosadarco

  8. Edu, vc sabe algo sobre aplicação de luz fria (fluorescente) nas lesões? O meu médico falou sobre isso e disse que a luz sobre as lesões alivia a dor e ajuda a regredir as lesões diminuindo a replicação viral local. É algo que nunca tinha ouvido. Só queria compartilhar e ver se alguém já ouviu falar pra agregar mais conhecimento. Obrigada pelo espaço e parabéns pelo blog! Abraço!

  9. Obrigada Carolina, fico aguardando 🙂
    —-
    Mais uma pergunta para o Edu.
    Depois de tanto tempo com o vírus vc consegue ter uma vida sexual bem ativa ( tendo relações quase todos os dias) sem ter recorrências?
    Parece q toda vez q tenho relações a herpes ativa, em diferentes intensidades, não sei se o caso de ser mulher piora, visto que temos bastante atrito numa relação.
    —-
    Uma dica para o pessoal, eu estava fazendo tratamento homeopático e a intensidade das crises diminuíram muito, parei o tratamento pois a médica não atendia convênio e tive a pior crise possível, acho que até pior q a primeira :S.
    Achei uma homeopata que atende unimed na minha cidade e pretendo começar um nova tratamento em breve… aí venho compartilhar com vcs.

    • VB, minha consulta médica com o infectologista para tirar as dúvidas a respeito das substâncias que devemos evitar foi transferida para 02/04. Assim que possível respondo a sua pergunta. Bjs Carol.

  10. Oi pessoal,

    Como já falei outras vezes por aqui, eu só tive uma única crise de herpes, bem leve e isso já tem um ano e meio. Desde que comecei meu atual relacionamento, há um ano, faço tratamento supressivo pra diminuir o risco de transmissão assintomática. Atualmente, tomo um comprimido de 200mg de aciclovir e 500mg de lisina por dia. Comecei com doses bem maiores, mas aos poucos estou diminuindo.
    Meu personal me indicou tomar Somatrodol, um suplemento para ganho de massa muscular. Fiquei muito interessada por que ele é um ativador da testosterona e do HG e eu já estou com 40 anos, começando a sentir os efeitos da menopausa. O problema é que ele é à base se arginina, nossa inimiga nº 1 na alimentação. Será que se eu aumentar a ingestão de lisina, posso tomar esse suplemento?

  11. Olá Amigos,

    Faz um ano que contraí esta doença tão chata. Já passei por inúmeras crises, estou fazendo tratamento supressivo com Penvir. Neste um ano descobri gatilhos para o herpes que são pouco comentados, mas foram confirmados pela minha médica infectologista. Tais como: shampoo anticaspa, listerine, corticóides e todos os produtos que tiverem ação antifúngica. Pois eles baixam a imunidade e assim o vírus volta a aparecer.
    Para as pessoas que não sabem se contam ou não para seus parceiros a respeito da doença eu relato a vocês que o meu atual namorado sabe que tenho a doença (ele não tem) e ele me ama mesmo assim. Contei a ele logo na primeira semana de namoro, foi bem difícil criar coragem para contar, eu estava pronta para tudo, até para ele virar as costas e não querer mais saber de mim. A reação dele foi tão linda, ele falou que gostava muito de mim e que não me largaria por causa disto. Neste momento um peso enorme saiu das minhas costas e eu passei a dar ao herpes a importância que ele merece: NENHUMA!
    Sejam felizes, namorem, se amem e não vivam em função do herpes.

    Beijos,
    Carol

      • Oi VB, dia 12/03 tenho consulta com minha médica infectologista, pedirei a ela mais detalhes a respeito das substâncias que devemos evitar. Assim que eu tiver a resposta comento aqui. Bjs

    • Que bacana Carol, eu continuei por um tempo com meu ex-namorado que me passou a herpes, foi difícil perdoá-lo (sempre fica uma mágoa), gostaria mesmo que ele tivesse me contado antes, só fiquei sabendo depois que já tinha pego.
      Hoje em dia não estamos mais juntos mas espero encontrar alguém como você encontrou, pretendo contar logo no começo, jamais faria o que meu ex fez.
      Se formos pensar é igual a da boca, ninguém deixa de ficar com alguém pq essa pessoa tem herpes labial e está correndo o mesmo risco de pegar tanto na boca qto no genital (através do sexo oral).

      • Julia, o meu caso foi bem parecido com o seu. Um ex-namorado me passou a doença sem eu saber que ele tinha. E para piorar ele me acusou de eu ter passado para ele. Sendo que, 7 dias antes da primeira crise transamos pela primeira vez sem preservativo e o meu exame de sangue feito na época apontou que aquele era o meu primeiro contato com a doença. Até hoje tenho muita mágoa dele. Ele foi um canalha por não ter me contado. Nunca o perdoarei.
        Em compensação o meu atual namorado tem se demonstrado muito tranquilo e paciente em relação à doença. Já ficamos vários finais de semana sem fazer amor por eu estar doente e ele nunca reclamou.
        Tenho certeza que você vai encontrar alguém que te ama de verdade e que não vai ligar para isto.
        Semana passada contei para uma amiga muito íntima (15 anos de amizade) que eu tenho a doença e ela me contou que também tem. Então vi que não estamos sozinhas, é algo bem mais comum do que imaginamos.
        Bjs Carol

  12. Boa tarde Edu e pessoal, li o blog hoje pela primeira vez e achei muito bacana e explicativo. Tenho herpes desde 2010 e sempre tive crises relacionadas a baixa imunidade. Não tinha tido nenhuma crise desde fevereiro do ano passado e essa semana tive uma que até agora foi a maior e mais dolorosa que já tive. Desde de o diagnóstico tive algumas parceiras e nenhuma delas veio a ter sintomas, mas sempre evito relações em épocas de crises. O que achei estranho foi ter ficado quase 1 ano sem crise e agora aparecer dessa forma pesada como esta hoje. Gostaria de saber como lidar com isso sem a vergonha e a culpa que me consomem. Não sei como contar a uma futura parceira ou se devo contar, mas gostaria de saber de você e os outros leitores como lidam com isso e se existe algum grupo de ajuda? Muito obrigado

  13. ALGUÉM POR FAVOR ME AJUDE! Tenho 17 anos e peguei herpes genital na minha PRIMEIRA relação sexual, que foi cerca de 2 meses atrás, e o pior de tudo foi culpa do azar, pois a camisinha estourou. Se coloquem na minha situação, LOGO NA PRIMEIRA. Trabalho desde os 15 anos para que nesse ano de 2015, ao fazer 18 anos no mês de março fazer minha carteira e comprar o meu carro, sonho de todo jovem que agora foi por água abaixo. O sonho de encontrar uma garota legal e linda pra namorar, curtir os finais de semana com ela está acabado. Tudo por causa dessa maldita doença. Fui ao primeiro urologista e ele não pode diagnosticar se era pois eu não estava com a lesão, mais no exame deu reagente para anticorpos igg, mais ele pouco me instruiu sobre medicação. Eu estou tendo lesões toda semana, então fui a outro urologista e ele me indicou o tratamento supressivo com Valtrex para 90 dias. Mais sei que quando esses 90 dias passar e eu parar de tomar as lesões vão voltar. Outro fato ruim é que as lesões aparecem onda a camisinha não cobre, bem acima da base de penis, onde há bastante contato com a vagina na relação e eu não sinto os sintomas que precedem a saída da relação, então não me vejo namorando sem passar essa doença para minha companheira. Me isolei do mundo do mundo social desde então e nem no trabalho conseguia ficar mais. Choro todos os dias por ter estragado minha vida num acidente. No trabalho não estou indo mais, meu pais agendaram um psiquiatra que diagnosticou depressão produnda e estou sendo medicado com antidepressivos fortes. Tenho uma viagem daqui a um mês para os EUA com já tudo pago sem devolução do dinheiro e estou sem condições de ir. Estou no fundo do poço, já comprei uma corda para me enforcar mais esta me faltando um pouco de coragem na hora. Outra saída é roubar um carro da garagem aqui da minha casa e sumir no mundo. Esse era para ser o melhor ano da minha vida, o qual eu esperei tanto, mais esta arruinado. Não tenho mais coragem de sair nas ruas, muito menos conversar com as garotas. Outra coisa antes de terminar, todos os urologistas que fui me disseram que só se transmite quando se está com as lesões, mais na internet todos os sites dizem que pode se passar sem elas, até discuti com um urologista por causa disso. Estou condenado a viver o resto da minha vida com apenas UMA RELAÇÃO SEXUAL NA VIDA. EDUARDO SE PUDER ME AJUDAR, estou morrendo a cada dia que passa.

    • Oi Julio,

      Eu peguei herpes também bem novo como você… isso faz mais de 20 anos agora.
      Sei bem a angústia pelo o que vc está passando.
      Mas sério Julio… garanto pra vc que tem jeito de se adaptar a isso.
      O impacto é grande no começo e essas reações que vc teve são perfeitamente normais.
      Eu fiquei assim também! Se vc ler a minha história no meu livro, vai ver que esses pensamentos negativos, medo de rejeição, insegurança, etc estão todos lá porque passam pela cabeça de todos que descobrem isso.
      Seguinte… garanto a vc que dá para se ajustar e levar uma vida normal sem deixar esse vírus tirar nosso futuro. Mas claro que temos que aprender e nos adaptar a algumas coisas.
      – sobre a transmissão assintomática… realmente pode acontecer, mas a chance disso é bem baixa. O mais importante agora para vc na minha opinião, é conhecer TUDO sobre a doença e restabelecer o seu equilíbrio emocional. Por isso recomendo muito o meu livro, vai te ajudar nisso com certeza.
      Veja só… tive várias namoradas, hoje sou casado tenho um filho… tudo isso depois da herpes genital… mas tenho que admitir que no começo não foi nada fácil enfrentar isso sozinho…
      tudo mudou quando eu disse “CHEGA” e resolvi encarar e prometi a mim mesmo que faria de tudo e aprenderia tudo para resolver a minha vida em relação a esta doença.
      Um forte abraço para vc e aguente firme por aí! Sei que vc também vai superar isso.
      Att
      Eduardo Rosadarco

    • Oi julio eu sei oq estar passando. Não fique assim acredita em deus, tenha fe. Eu peguei essa doença agora em janeiro e to sentindo q a segunda crise estar aparecendo, sendo q tem duas semanas q estava sem nada, comprei o penvir novamente comecei a tomar. Esse é meu email caso queria conversar, vc não ta sozinho nessa. glenda.ohana19@gmail.com

  14. Edú, por favor, mais uma dúvida, li em um comentário q se o parceiro introduzir os dedos na vagina, ele pode se contaminar se no seus dedos tiverem alguma porta de entrada, cortes… Isso é verdade? Mas isso mais provável com sintomas, né? É o vírus vai se manifestar onde? Oral ou genital no parceiro?

  15. Fala Pessoal e Edu!
    Segue uma noticia que vi de um tratamento que estão criando para inibir o virus, mesmo latente.

    Segue um pedaço da materia:

    O estudo apurou que um fármaco já existente, o tranilcipromina, bloqueia uma proteína conhecida por LSD1, a qual tem um papel importante na iniciação da infecção pelo vírus Herpes simplex. Os atuais tratamentos requerem a replicação viral ativa e têm por alvo os estádios tardios da infecção, o que conduz ao desenvolvimento da resistência aos fármacos. Neste estudo, os investigadores adotaram uma abordagem diferente, pois escolheram como alvo uma proteína que controla a ativação e desativação como dos genes são ativados ou desativados, no início do processo da replicação viral.

    Esta abordagem epigenética não só reduziu os sintomas, como contrariamente aos tratamentos existentes, reduziu a libertação de partículas virais que são capazes de transmitir o vírus mesmo na ausência de sintomas. Este tratamento forçou o vírus a permanecer num estado latente impedindo a sua reativação.

    http://www.minutofarmacia.com.br/postagens/2015/01/31/herpes-uma-nova-abordagem-de-tratamento/

  16. Olá Edu

    Sabe alguma coisa sobre dar herpes no dedo da mão? E no pé?
    Dois dias depois que me apareceu a herpes genital pela primeira vez, surgiu tb em um dedo da minha mão uma bolha, a ginecologista disse que deveria ser outra coisa então resolvi estourar e ela sumiu. Depois de três semanas reapareceu duas bolhas grandes, fui em uma infectologista e ela ficou na dúvida se era mas como ainda estava com a herpes genital e no pé (comento logo abaixo) receitou valtrex e a bolha da mão foi a primeira à responder ao remédio, assim a infectologista teve certeza que era.
    Estava com esperança que nunca mais aparecesse na mão mas pro meu desespero apareceu de novo 6 meses depois no dia 26/dez, tinha acabado de chegar na praia pra passar réveillon (olha que bacana) mas dessa vez apareceu com as características bem da herpes mesmo, bolhinhas pequenas e com formato de cacho de uva. E quinze dias depois de ter sarado me apareceu novamente, faz cinco dias, ainda está sarando. Estou mais chateada e preocupada com a herpes no meu dedo do que com a genital. A genital, depois da primeira infecção, apareceu mais uma única vez e essa da mão é a quarta vez e dói muito.

    Tive tb na semana da primeira infecção genital apareceu um pontinho que coçava muito na lateral do meu pé, ficou assim por três semanas e quando reapareceu pela segunda vez a herpes na mão esse pontinho se transformou em bolhas e em formato de cacho de uva, tb doía muito. Foi quando fui na infectologista que falei, estava com herpes em três lugares (genital, mão e pé). A do pé a infectologista identificou no dia pelo aspecto e disse que o vírus deveria ter se deslocado pelo nervo. Graças à Deus essa do pé nunca mais apareceu.

    Estou pra ir em mais médicos, gostaria de saber se mais alguém tb teve em outros lugares.
    E quero deixar um recado, quando apareceu no genital fiquei desesperada e triste como todos mas antes eu tivesse apenas lá, seria um grande alívio não ter esse treco no meu dedo. Portanto, tentem ver o lado bom, poderia ser pior. Eu mesma teria ficado menos depressiva se soubesse que teria que conviver só com a genital.

    • Oi Júlia devo imaginar sua agonia. Eu nao tenho tanta experiência com herpes pq ainda to passando pela minha primeira crise. Em mim so apareceu na parte genital. Ler oq vcs escrevem ta me ajudando muito pq sei q nao estamos sozinhos um ajuda o outro. Agora somos como uma família q nao se conhece mas se ajudam. Bjus

  17. Oi Edu, por favor me ajude,
    1-não tenho sintomas de ardência ou bolhas muito visíveis, qdo me examinei vi uma mancha mais vermelha e umas elevações pequenas bem dentro da vagina, será q pode dar lá dentro? Sem arder e sem coçar? Tenho medo de está na fase sintomática e não saber…to ficando meio psicopata, achando q tudo é um sintoma, já estou confusa até com carocinhos de irritação, calor, q aparece as vezes próximo ao bumbum…
    2-conhece o suplemento Dhea? Sabe se ele tem efeitos sobre o herpes?
    3-tomar o aciclovir 3 dias seguidos (antes, durante e depois da relação sexual , 2x400mg ao dia) sem sintomas, só para diminuir as chances de transmissão faz efeito? Ou é necessário mais dias?
    4-alguem já se tratou com babosa? Vi um livro q receitava uma bebida com babosa , mel e um pouquinho de bebida alcoólica, para se tomar uma colher todos os dias, trata várias doenças e pode previnir na aparição do vírus da herpes. O q acha Edú? Fiquei com dúvida por causa da bebida alcolica, um pouquinho assim pode ativar o vírus?
    Obrigada!!!

    • oi Dominic,

      1- Pode ser lá dentro sim sem arder nem coçar. O ideal é vc ir a um ginecologista para ele dar uma olhada.
      2- Nunca ouvi falar que esse suplemento ajuda contra a herpes genital. Tem que ter cautela com esses suplementos. No nosso caso, os melhores são os suplementos normais de vitaminas.
      3- Como explico melhor no meu livro…estudos indicam que pode fazer efeito sim para diminuir o risco de transmissão. Três dias antes acho que já é suficiente para começar a fazer efeito… o ideal é 5 dias pelo que sei.
      4- A babosa realmente tem suas propriedades, assim como o mel, mas essas misturas caseiras nem sempre são o melhor caminho. Ainda mais essa aí com bebida alcoólica…rs
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

      • Oi Edu, obrigada pelas respostas!
        Hj mesmo fui a minha ginecologista, ela já sabia q eu tinha a anos e se mostrou muito tranquila, acho q até demais, disse q dificilmente eu transmitiria sem sintomas, q eu não me stressasse, mas eu disse q minha preocupação era não perceber os sinais e ela disse q eu sentiria… Mesmo assim me examinou e disse q eu não tinha sinais. Eu estava achando sinais em tudo, depois de ler muitos comentários, mas descobri na intenet q a elevaçãozinha q eu via vizinho a entrada da vagina são as glândulas vestibulares!kkkk, deu um alívio! Mas tb tem um avermelhado nas laterais,mas já faz uma semana, passando e tomando aciclovia 400 2x dia, lisina com zinco 500 2xdia e não sai, to achando q é assim mesmo…mas assim vou conhecendo mais o meu corpo e descobrindo os sintomas qdo aparecer, espero!
        Ah! Pedi o exame para o tipo 1 é o tipo 2, mas ela disse q não costumam separar, dizem apenas o igg e o igm. Acho q vou ligar primeiro para os laboratórios da minha cidade para confirmar quem faz!
        Edú, comecei a ler seu livro!
        Fe e sorte para todos!

  18. Pessoal,

    Achei este site (link abaixo) que fala sobre um programa chamado de erase herpes. A apresentação é longa e fala de um programa para acabar definitivamente com a herpes. Está em inglês e tem bastante explicações sobre o tema. Achei interessante mas como está em inglês e também pelo fato de existir vários tratamentos que prometem a cura fiquei com o pé meio atrás. Se alguem conhecer bastante o ingles e tiver tempo para ver a apresentação toda, compartilhe a opinião sobre isto.Foi a apresentação mais sensata que vi até agora na net. Quem sabe não seja uma esperança, mas ainda me sinto um pouco inseguro de adquirir o programa sem saber a opinião de mais pessoas que convivem com este problema. Por favor, se puderem deem uma olhada e compartilhem a opinião.

    http://eraseherpes101.com/?hop=juv21

    • Oi Sonhador,

      Eu dei uma olhada. Eu não conheço o protocolo deles, mas me parece mais uma enganação.
      Eles dizem que curam e que em testes de sangue o vírus não foi mais encontrado… porém só isso já está errado!
      O vírus não está no sangue! O que está no sangue são os anticorpos. O vírus usa as ramificações nervosas do gânglio até a pele para se locomover. O vírus permanece no gânglio sacral na base da coluna em estado latente.
      Se realmente fosse a cura isso estaria na primeira página dos jornais.
      Eu não gastaria meu dinheiro com isso.
      abraços,
      Edu

  19. Edu, obrigada pelas explicações, mas por favor vc sabe algo a respeito se o suplemento DHEA é bom ou ruim para combater o vírus da herpes?
    E nao tinha conhecimento das pandromes q antecedem as crises, acho q nao sinto ou nunca associei as crises, elas sao dores fortes? Sao bem perceptíveis? Poderia ser uma leve dor de barriga ou cólica? Gostaria de começar a reconhece las. A muito tempo nao tenho crises, cheguei a esquecer dessa maldita doenca, mas hj, q estou passando por um stress grande, fui me examinar bem cuidadosamente e vi uma fissura menor q a metade de um cm, então, assim estou na fase q nao posso ter relações , é isso? Fiquei preocupada pq posso ter tido essa mesma minúscula fissura e nao ter notado e tive relações sexuais mas com camisinha e sexo oral…Estou com medo de ter contaminado o meu parceiro, ele nao sabe q tenho herpes genital e na semana seguinte apresentou gripe e febre.O q acha?
    A questão do tempo de infecção diminuir as chances de transmissão vi neste texto na net:
    “A frequência de eliminação do vírus vai se tornando menor conforme os anos passam em relação à primeira aparição do herpes. A eliminação fora das crises é maior nos primeiros três meses após a infecção primária. Após 10 anos de infecção, a transmissão fora das crises vai se tornando cada vez menos comum. Um estudo selecionou cerca de 400 pacientes com herpes genital há mais de 10 anos e colheu amostras dos seus órgãos genitais fora das crises por um período de 30 dias consecutivos. Apenas 9% apresentavam neste intervalo o vírus detectável para transmissão.

    Toda vez que o paciente apresenta uma crise, a sua taxa de transmissão assintomática se eleva novamente, voltando a cair conforme a última crise vai ficando mais antiga. 70% das transmissões do herpes genital ocorrem na fase assintomática, já que durante as crises o paciente costuma evitar ter relações sexuais”.
    Vou comprar com urgência sue livro!!!Obrigada pela atenção!!!

  20. Olá

    Já contei minha história aqui em posts anteriores.
    Estou passando pra dizer que existe o genérico do Valtrex, quando precisei comprar em julho do ano passado não existia, precisei de novo em dezembro e tinha. Meu namorado pagou por volta de 70,00 na caixa com 10 comprimidos e eu paguei 54,00 em uma farmácia que estava com desconto. Ainda não é barato mas comparado ao original que custa por volta dos 120,00 é uma boa diferença.
    Pra mim o Valtrex foi o remédio que mais fez efeito.

  21. Oi Edu, sou nova por aqui, mas já li quase todos os comentários e me surgiram algumas dúvidas, adoraria se vc pudesse me esclarecer:
    1- a transmissão de homem para mulher é mais comum de acontecer do q o contrário, de mulher para homem?
    2- com 15 anos de contaminação a carga viral diminui e com isso as chances de transmissão tb diminuem?
    3- gostaria q me explicasse pq a infecção pelo vírus 1 no sexo oral é mais provável do q a infecção pelo vírus 2 no sexo oral. Ou seja, uma pessoa q tem o tipo 2 receber sexo oral tem menos chance de contaminar o parceiro do que uma pessoa q recebesse sexo oral de de outra q tem o tipo 1? E se ele se contaminar com o tipo dois, no sexo oral, vai manifestar na boca ou no genital? E se contatasse com o tipo 1, no sexo oral, manifestaria na boça ou no genital?
    4- se tenho o tipo 2 e fizer sexo oral no meu parceiro posso transmitir para ele?
    5- não tenho crises freguentes, aliás, já estou a mais de anos sem ter crises, mas tb com quase nada de relações sexuais, mas agora estou em um relacionamento onde nós encontramos uma vez por semana, usamos camisinha, mas fazemos sexo oral, eu tenho o herpes genital, provavelmente o tipo 2, e ele não, tb ele não sabe dessa minha condição, então, mesmo sem ter crises, acho q pq malho pesado, durmo bem me alimento bem, e não mestruo, estou pensando em iniciar o aciclovir 2dias antes de nos encontrarmos e continuar até o dia seguinte ( seriam 3 dias seguidos, antes, durante e depois da relação) o q acha? Para tentar diminuir as chances de transmissão. Acha q essa quantidade de dias está boa? Faz realmente algum efeito tomar dessa forma pra aumentar prevenção de uma transmissão? Tomaria 200mg duas vezes ao dia ou 3vezes ao dia na sua opniao?
    MUITO OBRIGADA EDU POR ESSE BLOG, já sou infectada a 15 anos e só agora achei algum apoio! Depois conto minha história com mais detalhes, pq é bem comprida!
    Sorte e fé a todos!!!

    • Oi Chiara,

      1- boa pergunta… parece que existe sim uma taxa de transmissão um pouco maior de homens para mulheres. Estatisticamente existe um pouco mais de mulheres do que homens com herpes genital.
      2- Não…com o tempo existe uma tendência de diminuir a frequência com que as crises aparecem, mas o risco de transmissão acredito que seja o mesmo.
      3- Para explicar isso a resposta seria loga… isto está no meu livro. Vou tentar resumir.
      Se você tem herpes genital pelo tipo 2 e o seu parceiro fizer sexo oral em vc então é extremamente raro de ele pegar o tipo 2 na boca.
      Se seu parceiro tem herpes LABIAL pelo tipo 1 (que é 99.999999% dos casos) e fizer sexo oral em vc com uma crise presente, então existe uma chance sim de vc pegar herpes na área genital pelo tipo 1.
      Se se você tem herpes genital pelo tipo 1 , e seu parceiro fizer sexo oral em vc, então existe grande chance dele contrair herpes labial pois este é o local de preferência do tipo 1.
      4- ?????. Se você tem o tipo 2 você tem herpes genital. Como é que vc vai passar a sua herpes genital pela sua boca? sua herpes genital só vai transmitir pela área genital através do sexo. Ou seja, se você não tem herpes labial, você pode fazer sexo oral no parceiro que não vai transmitir nada.
      5- O mais importante é nunca estar com nenhum sintoma presente. Segundo estudos, os antivirais diminuem sim a taxa de transmissão em 50%. Eu tomaria 3x ao dia. Tem um capítulo específico sobre transmissão no meu livro com bastante dicas e detahes.
      Abraços,
      Eduardo Rosadarco

  22. Edu…tenho 31 anos e após uma tpm muito forte, cólicas, enxaqueca, senti, há 3 dias, um inchaço com dor, que achei que pudesse ser um pelo encravado, como outras vezes. Nesse dia tive relação com meu marido, que nunca apresentou nenhum sintoma. Há uns 4 anos tive dengue e nessa época, com a imunidade baixa e febre, apresentei herpes na parte da nádega, mas próximo ao cóccix e de lá pra cá nunca mais. Sou casada há 8 anos, tive apenas 1 namorado antes dele que tinha herpes genital, mas que sempre cuidou para não ter relação em época de aparecimento. Durante o tempo que estive com ele, nunca apresentei nenhum sintoma, nada diferente.
    Ontem me caiu a ficha, quando ao olhar no espelho, percebo que são inúmeras bolhinhas e que de pelo encravado não tinha nada. Estou me sentindo péssima, sem saber se realmente isso ainda é uma herança do meu ex namorado, mesmo passado mais de 8 anos e se é o mesmo vírus que apareceu na nádega! E pior, se realmente passei pro meu marido! Quando falei que achava que era herpes, ele foi até grosseiro e falou: como vc vai ter ali? Fiquei cheia de dúvidas e só vou ao médico semana que vem. Meu marido pode ter o vírus e não ter apresentado nenhum sintoma nesses 8 anos? Ela transmite por toalha, material em comum?
    Obrigada pela ajuda, pelo blog e pelas dúvidas sanadas!

    • Sim… é o mesmo vírus.
      Herpes genital não tem cura por enquanto e o vírus fica no gânglio na base da coluna em estado latente. De vez em quando ele pode reativar.
      A crise de herpes genital pode aparecer em qualquer lugar onde um calção curto cobriria. Pode mudar de lugar sim.
      Seu marido pode ter e nunca apresentar crises, ou elas podem ser pequenas e ele confunda com outra coisa.
      Só vai transmitir por relação sexual com atrito pele-pele ou pele-mucosa.
      Abraços,
      Edu

  23. Oi Edu. Bom eu tenho herpes tipo 2. Tenho a quase 2 anos e estou a uma semana tendo uma crise de mts que já tive, só que dessa vez fiquei muito assustada pois não sei se é realmente herpes, tudo começou “normalmente” a coceira, vermelhidão, e a insuportável bolha que qual no começou não olhei e percebi que estava muito volumosa e demorando a sumir, e estar com uma aparência de afita (esbranquiçado sabe) ou parecido uma espinha, não consegui ver se eram várias bolhas formando uma ou somente uma. Fiquei com medo de ser cancro mole, acredito que não é mas depois que adquiri herpes me sinto suja e cheio de doenças. Me ajudem e me tirem essa dúvida gente por favor!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s